Aquivos Coluna: FLASHES E BRILHOS

Governo entrega novos veículos para a Educação

O governador Robinson Faria entregou na manhã desta segunda-feira (06), 18 novos veículos para atender às demandas das 16 Diretorias Regionais de Ensino e Cultura (Direc) espalhadas pelo Estado.

De acordo com Robinson, os automóveis servirão para “fortalecer o trabalho da secretaria no acompanhamento pedagógico das escolas e na execução dos programas educacionais. É importante esse monitoramento constante para melhorar os índices e o ensino no Rio Grande do Norte”.

Segundo a secretária de Educação do RN (Seec), Cláudia Santa Rosa, “os veículos irão suprir a demanda de realização de visitas sistemáticas às escolas e as diversas ações que a secretaria vem executando, como o Jovem do Futuro, Promédio, programa de Gestão de Aprendizagem e acompanhamento das escolas em tempo integral”.

Os automóveis entregues são do tipo Ônix 1.0 e o investimento total é cerca de R$ 370 mil por ano. O contrato de aluguel será pago com recursos do Fundeb, conforme prevê a lei 11.494/2006.

Viviane Guimarães concederá entrevista para 95FM logo mais ás 14hs.

A gerente de marketing do Praia Bonita Resort, Viviane Guimarães, logo mais ás 14 estará concedendo entrevista a 95FM, para falar do sucesso do “Spa no Paraíso”.

Sintonizem na 95 FM e confiram as novidades do Spa que tem dado o que falar e levado várias celebridades e beldades ao Praia Bonita.

Curso ensina como lidar com a imprensa e não ter medo de entrevistas  

Aprenda como trabalhar sua imagem diante da mídia com o curso Media Training  

A comunicação eficaz depende de vários fatores. Uma boa entrevista, por exemplo, não depende somente do conteúdo, mas também da forma como este conteúdo é divulgado, falado, explicado. O curso de Media Training capacita as pessoas para darem entrevistas com qualidade e, o mais importante, beneficiando a imagem do profissional liberal, a reputação da marca que ele representa e a sociedade que receberá as informações.

No próximo dia 11 de novembro, das 8h às 17h, a empresa G7 Comunicação em parceria com a Papo de Mídias, representadas pelos jornalistas Gustavo Farache e Erika Zuza, respectivamente, irão oferecer o curso de Mídia Training, que tem como objetivo capacitar os participantes a exercerem as funções de representantes institucionais perante a opinião pública, especialmente no que diz respeito ao relacionamento com a imprensa. O curso, ministrado pelos jornalistas Gustavo Farache e Erika Zuza, é dividido em duas partes: a teórica e a prática, com a participação de um cinegrafista na simulação das entrevistas.

O treinamento será feito em um sábado, das 8h às 12h e  14h às 17h, na Brintish And American, Av. Hermes da Fonseca, 1168, no Tirol, Natal-RN.  Cada participante terá direito a certificado de conclusão.  O valor do investimento é de R$ 280,00 (Duzentos e oitenta reais) por pessoa e poderá ser pago através do Sympla (https://www.sympla.com.br/curso-media-training__209327) ou através do (84) 98899 0905 / 99983 0905.   O curso está em sua 12ª versão e já foi ministrado e aprovado em grandes empresas, como: Sebrae-RN, Caern, Marinha do Brasil, Amarn, Defensoria Pública do RN, Fecomécio, entre outros.

CENTENÁRIO DE SÃO JOSÉ DO SERIDÓ SERÁ MARCADO POR SOLENIDADE DA AL

Buscando valorizar a memória de personalidades que contribuíram para a construção de São José do Seridó ao longo dos 100 anos de história do município, a Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Nelter Queiroz (PMDB), promoverá sessão solene nesta sexta-feira (3), às 19h, no Centro Paroquial Bento XVI, localizado na cidade. A solenidade conta com o apoio da Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal.

“São José do Seridó é uma cidade que se destaca no Estado potiguar por sua história, beleza, desenvolvimento e por ter um povo honesto, acolhedor e bastante trabalhador. O centenário de fundação do município é uma data que não pode passar em branco, assim, levaremos o Legislativo Estadual para o município com o intuito de homenagear personalidades com reconhecida colaboração para a construção e desenvolvimento de São José”, destaca Nelter explicando que o evento atende sugestão do vereador local Vinícius Dantas (PMDB).

Ao todo, a Casa Legislativa irá homenagear 30 são-josé-seridoenses com destacada contribuição para o município, desde a sua fundação, em 4 de novembro de 1917, até a atualidade. Os homenageados possuem relevante atuação em diversos setores, como política, comércio, indústria, educação, pecuária, agricultura, cultura, esportes, gastronomia e saúde pública.

“Parabenizo os nobres homenageados e convido a população de São José do Seridó pra se fazer presente neste evento, aberto ao público, que se configura num momento único e histórico para o município”, afirma Nelter Queiroz.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA PROMOVE DEBATE SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER EM ASSU

Os alarmantes índices de violência doméstica contra a mulher no Rio Grande do Norte foram tema de audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa na manhã desta segunda-feira (30), no município de Assu. O debate, proposto pela deputada Cristiane Dantas (PCdoB), reuniu representantes políticos da região e de entidades ligadas à temática. O encontro aconteceu na Câmara de Vereadores, oportunidade em que o legislativo municipal lançou a Frente Parlamentar em Defesa da Mulher Assuense.

“O que nos motiva estar aqui hoje é um dado preocupante de que 70% dos inquéritos abertos na Delegacia de Assú são de casos de violência doméstica e que na maioria desses casos, os maridos, companheiros e namorados são os responsáveis pelas agressões contra as mulheres assuenses. Esta, infelizmente, não é uma realidade apenas de Assu, mas de todo RN, que ainda se apresenta como o quinto estado brasileiro no ranking de violência doméstica. Aqui também é assustador o crescimento dos casos de estupro”, disse Cristiane Dantas.

A deputada lembrou a instalação da Frente Parlamentar da Mulher na Assembleia Legislativa, no mês de agosto, e reforçou a importância da colaboração entre entidades para a efetividade de políticas públicas em defesa da mulher. “Trata-se de um fórum democrático e permanente de debates e também de ações concretas para fazer valer os direitos das mulheres, principalmente, as mulheres de periferia, as mulheres negras e as mulheres da zona rural. São elas que mais sofrem com a falta de oportunidades, com a discriminação e com a violência doméstica e sexual”, destacou a deputada, que preside a Frente da Mulher na Casa Legislativa.

Durante a audiência, a parlamentar anunciou pleito encaminhado à Secretaria Estadual de Segurança Pública solicitando a realização de curso de capacitação com os agentes de segurança pública de Assu, policiais civis e militares, “para que estejam cada vez mais preparados para atender as ocorrências de violência doméstica no município, como preconiza a Lei Maria da Penha”. Requereu também, à secretária de Políticas Públicas das Mulheres, Flávia Lisboa, que realize ações de prevenção da violência doméstica nas escolas do município, através do projeto “Maria da Penha Vai às Escolas”, além da criação de uma Sala Lilás, espaço de acolhimento para as mulheres vítimas de violência na cidade.

Presente no debate, a secretária estadual Flávia Lisboa assegurou atendimento aos pleitos da deputada e anunciou a implantação de uma OPM no município, apresentando também dados sobre a violência doméstica no RN. “As OPMs são os órgãos municipais que irão gerir e efetivar todas as políticas públicas em favor da mulher. Por isso estamos percorrendo os 167 municípios potiguares com o objetivo de sensibilizar os gestores para a importância da criação dessas unidades”, declarou Flávia Lisboa.

Representando a Defensoria Pública do Estado, a coordenadora do Núcleo da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar, Anna Lúcia Raymundo, defendeu a necessidade de uma mudança de cultura da sociedade para que se possa combater e exterminar a violência doméstica. “A violência contra a mulher é uma grave violação aos Direitos Humanos que ocorre principalmente no interior do lar”, explicou a defensora pública.

Responsável pela Frente Parlamentar Municipal em Defesa da Mulher, instalada durante o evento, a vereadora Delkiza Cavalcante (PSDC) reforçou o papel do fórum criado. “Que seja um espaço para deliberações e ações concretas em defesa da mulher assuense”, observou. A vice-prefeita de Assu, Sandra Regina (PMDB), declarou o apoio da Prefeitura em favor das ações voltadas às mulheres da cidade. “Estamos à disposição para sermos um grande parceiro”, comentou.

A audiência pública contou com a presença de vereadores, gestores e profissionais das áreas jurídicas, de saúde, educação, assistência social e segurança pública, além de estudantes e sociedade civil. Seguindo a agenda prevista pela Frente Parlamentar da Mulher na Assembleia Legislativa, uma nova audiência pública acontece na tarde desta segunda-feira, às 14h30, na Câmara Municipal de Macau.

Governo decreta ponto facultativo para a próxima sexta-feira

Em virtude do feriado do dia de finados na próxima quinta-feira, 02, o governador Robinson Faria determinou que seja decretado ponto facultativo para os órgãos e entidades da administração direta, indireta, autárquica e fundacional no dia 03, sexta-feira.

Estão excluídas do ponto facultativo as atividades consideradas essenciais do Estado: hospitais, policiamento, Bombeiros.

CASACOR destaca ambientes praianos para inspirar veranistas do RN

Mostra segue até o dia 29 de outubro no Aeroclube em Natal

Ambientes com referência em casa de praia prática e aconchegante para receber. Esse foi o desafio que alguns profissionais da CASACOR Rio Grande do Norte receberam para edição 2017. E como o Estado tem um litoral extenso e várias casas de praia, vale a pena visitar a mostra e conferir as tendências da arquitetura e decoração. E quem sabe já se preparar para receber bem no verão que se aproxima. Três ambientes se destacam para deixar o visitante ainda mais atualizado: Living da Praia; Varanda da Praia e Adega da Praia.

O Living da Praia, criado pela arquiteta e urbanista, Insara Gurgel, é um espaço acolhedor e ideal para o convívio familiar e receber os amigos. A inspiração veio da praia com o uso de materiais que remetem aos elementos terra e água.  A paleta de cores utilizada varia entre tons off white, cinzas, verdes e azuis.  Os materiais utilizados, como o teto em madeira, o piso cimentício e o revestimento 3D da parede, se harmonizam e criam uma atmosfera que convida à permanência. O layout define dois ambientes integrados, com uma mesa de varanda e o estar.

A arquiteta Claudiny Cavalcanti veio com proposta de uma varanda em uma praia urbana. O ambiente ‘Varanda da Praia’ usa tons de cinza expressos no revestimento com efeito concreto se une ao amadeirado de parte do teto e com os quadros em tons de azul, cores que não podem faltar em ambientes praianos. Elementos naturais e rústicos também estão presentes na Varanda da Praia, o que a torna aconchegante e projetada para encontros e reencontros, principalmente com a presença de um sofá com quase cinco metros e um design orgânico. 

A Adega da Praia é outo ambiente que chama atenção. Criado pela arquiteta Fernanda Bezerra, o espaço é aconchegante, despojado e marcante. Seu teto inclinado é destacado pelas tesouras em MDF na cor verde, predominante no ambiente. Com layout leve, a proposta é integrada a um living, o ambiente conta com espaço para duas adegas climatizadas adaptadas em uma caixa de vidro a qual concede leveza ao ambiente. Uma parede recebe revestimento cimentício que emprega o conceito de rusticidade da tradicional pedra esculpida. Em resumo, o espaço é bem contemporâneo com toques de rústico chic.

A CASACOR Rio Grande do Norte funciona de terça-feira a domingo, das 16h às 22h, no Aeroclube, no bairro do Tirol em Natal. A Mostra segue até o dia 29 de outubro.

Suvinil apresenta estudo colaborativo e elege cor Terra Roxa para 2018

A cor escolhida para 2018 pela marca é Terra Roxa

n  Este tom terroso exprime um desejo comum de levar a natureza para dentro de casa, além de estabelecer conexões mais profundas com a essência e origem de cada um

n  Este ano, a marca foi pioneira em um estudo colaborativo com profissionais que trabalham cores sob as mais diferentes perspectivas

A Suvinil, como referência de mercado, se antecipa mais uma vez e inova em seu estudo, com uma visão mais ampla das tendências de cores. Acompanhando o movimento de não ditar, mas cocriar e colaborar, para 2018, a marca investe em um conceito que tem como resultado autonomia e diversidade, ou seja, mais que escolher a cor do ano, a marca propõe caminhos para descoberta do tom de cada pessoa.

A Suvinil observou que na pluralidade do mundo atual não cabe mais apontar uma cor do ano para todos. Além de escolher qual é a sua tonalidade, é necessário oferecer ferramentas para cada pessoa escolher o seu tom, que pode ser diferente da marca. Para colocar esse conceito em prática, participaram e contribuíram com o estudo profissionais referência de diferentes áreas de atuação, como arquitetos, designers, floristas, consultores comportamentais: Andrea Bisker, Jackson Araújo, Michele Okuhara, Lucas Liedke, Carlos Pazetto, Guto Requena, Glauco Diógenes e Tatiana Pascowitch.

Dentro do estudo, a Suvinil identificou um anseio atual por uma vida mais humana e elegeu a cor Terra Roxa como um emblema para 2018, que transmite essa busca pelo natural. Esse tom terroso alaranjado exprime o desejo comum de levar a natureza para dentro de casa e estabelecer conexões mais profundas com a nossa essência e ancestralidade, além de manifestar a valorização das relações pessoais, em detrimento das virtuais.

“Observamos esse movimento de aproximação com as nossas raízes no ano passado, quando adiantamos a tendência de tons terrosos na decoração. Para 2018, trazemos uma evolução desta tendência e na forma como enxergamos o nosso estudo, que foi feito de maneira colaborativa. Afinal, o mundo está mais múltiplo, a diversidade e a cocriação ganham mais força a cada dia. Por isso, nós trouxemos a cor do ano da Suvinil, mas desafiamos as outras pessoas a descobrirem qual é a sua. Afinal, se o universo cromático é tão vasto, por que escolher apenas uma cor do ano?”, comenta Juliana Hosken, diretora de marketing da Suvinil.

As tendências servem como um guia para ajudar a optar em meio a tantas opções e a nos aproximar de determinados grupos ou comportamentos. Por séculos, os poucos corantes disponíveis estiveram em poder da nobreza e do clero. A democratização da oferta, com a Revolução Industrial, trouxe um desafio: como fazer escolhas, em meio ao excesso de informações e opções? A solução foi promover tendências – interpretação de ideias e desejos compartilhados pela sociedade naquele momento.

Hoje, porém, essa dinâmica está mudando. Vivemos um tempo de liberdade e individualidade, de consumidores que valorizam a interação com sua marca preferida, de humanização, ou seja, voltamos a ser pessoas que se comunicam e trocam experiências entre si. Protagonistas de nossas verdades e com acesso mais rápido às informações, nos tornamos senhores de nossas escolhas e cores, pois sabemos o que nos faz bem, o que traduz nosso momento e o que cada cor nos transmite. A Suvinil não só enxerga esse movimento, como o apoia e, por isso, questiona o sentido de apontar uma única cor do ano, afinal, cada um pode ter a sua.

Para 2018, a Suvinil traz suas tendências baseadas em três pilares distintos:Ideológico, Natural e Magnético. Estes três temas, que são diferentes, mas podem se complementar, contemplam as características atuais da nossa sociedade, que busca cada vez mais por pluralidade, colaboração, diversidade e humanização

CASACOR Rio Grande do Norte 2017 apresenta projeto ousado e inédito

Mostra acontece em Natal-RN e alia decoração, arquitetura a conscientização ambiental

Até o dia 29 de outubro, o público poderá contemplar a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, que acontece no Aeroclube de Natal, localizado na Avenida Hermes da Fonseca, bairro Tirol. Em sua 4ª edição em terras potiguares, a CASACOR Rio Grande do Norte, trouxe para este ano o lema “Foco no Essencial” e, pensando nisso, os profissionais envolvidos na Mostra se dedicaram em pesquisas e olhares mais apurados para trazer novos conceitos e formas construtivas com menos impactos à natureza.

Dentro dos seus 31 ambientes, a Mostra emprega o conceito sustentável em detalhes, adornos, materiais e estruturas. Um dos exemplos que deixa este conceito em total evidência é o projeto ousado e inédito da arquiteta Olga Portela, em transformar um enferrujado silo (tonel) de óleo de castanha, esquecido há anos em um depósito de ferro na cidade de Macaíba (região metropolitana de Natal), em uma charmosa e aconchegante doceria, o Silo de Açúcar (produtos da Rafaela Fontes Chocolateria). De acordo com Olga, a ideia inicial era utilizar um container. “Minha ideia era agregar valores, não só arquitetônicos, mas também ambientais. Queria utilizar materiais já existentes que me proporcionasse a redução significativa de subsídios e recursos naturais, pois sempre procuro dar aos meus projetos, novas aplicações a materiais. Mas, sem dúvida nenhuma, esse foi o meu maior feito neste sentido”, explica Portela.

Entre os desafios: transformar o tonel em um espaço comercial e funcional, que permeasse a delicadeza e o conforto. Dentro da proposta sustentável do Silo de Açúcar, a arquiteta utilizou placas fotovoltaicas para gerar e abastecer o ambiente com a energia solar. Na parte interna utiliza pisos em porcelanato de uma empresa certificada pela Scientific Certification System – SCS, filiada ao U.S. Green Building Certification, os móveis são produzidos com madeiras reflorestadas, instalações com lâmpadas de LED, sistema de climatização tipo A e porta automática que assegura a economia de energia.

O Silo inspira e expira reflexões aos visitantes. “Quero que todos repensem suas ações no presente, onde fazer o mais com menos tem relevância e insere valores no cotidiano das pessoas, de forma que os fatores econômicos, sociais e ambientais permaneçam sempre na mesma sintonia”, conclui a arquiteta Olga Portela. Além deste, outros ambientes se destacam no âmbito sustentável ou no uso de materiais com baixo valor para manutenção, como a Recepção concebida pela arquiteta Viviane Teles que já conta com mais de 30 anos de atuação, com ênfase em projetos sustentáveis, a Fachada e Passeio de Nilberto Gomes e Haroldo Maranhão, a Sorveteria de Mariana Lopes e Nathalia Bocayuva, a Adega de Débora Farias, a Varanda da Praia de Claudiny Cavalcanti, o Living e Lavabo projetado por Lorena Azevedo, a Cozinha de Gladys Fernandes e Yeda Maria Leite, o Home Office de Nadiedja Melo e a Confraria de Ana Clara e Ceres Madruga.

Cantata para os Santos Mártires será apresentada daqui a uma semana

São Gonçalo do Amarante abraça espetáculo que homenageia os santos potiguares

 Ensaio geral será na próxima quinta (26) – para imprensa, autoridades e convidados – no Monumento dos Mártires de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante, a partir das 19h, e dá início ao grande espetáculo de rua patrocinado pelo Governo do Estado, chamado Cantata para os Santos Mártires, pensado para homenagear os agora 30 santos potiguares que foram recentemente canonizados pelo papa Francisco. Nos dias 27 e 28, o público também poderá presenciar o trabalho dos atores e coro que está sendo dirigido pela coreógrafa Diana Fontes, no mesmo horário e local. No dia 29, o espetáculo se desloca para a Igreja Matriz de São Gonçalo e se une às celebrações do santo padroeiro da Cidade. E no dia 30, o espetáculo virá para Natal.

A Cantata para os Santos Mártires tem roteiro e direção musical do renomado músico Danilo Guanais. Ele baseou sua história em escritos dos pesquisadores padre Antonio Murilo de Paiva e monsenhor Paulo Herôncio de Melo. Desde o início do mês os ensaios estão em ritmo frenético. Tudo para deixar os atores e participantes do Coro afinados com a história do massacre dos Santos Mártires. Lembrando que o Coro vai dublar as experientes vozes do Coral Canto do Povo.

A Cantata para os Santos Mártires é patrocinada pelo Governo Cidadão, via Banco Mundial, e envolve várias secretarias como Sethas, Setur, Fundação José Augusto, além do apoio da Prefeitura de São Gonçalo e Arquidiocese de Natal; conta com produção executiva de Danielle Brito; figurino de Riccardo San Martini; assistência de direção e produção, Gleydson Almeida e Flávio Henrique e projeção mapeada de Wilberto Amaral. De acordo com a presidente da Fundação José Augusto, o governo do estado não tem medido esforços para celebrar esse grande feito religioso no Estado, com reflexos não só na fé católica, como também em setores importantes como o turismo religioso e na economia.

A maior parte dos participantes do espetáculo, que mistura teatro e música, com temática sacra e, por isso, é diferente de um Auto, são oriundos da própria cidade de São Gonçalo do Amarante. Segundo eles, a experiência tem sido enriquecedora para uma cidade que já respira cultura há muito tempo e tem familiaridade com a temática dos Mártires, mas que no entanto nunca haviam contado essa história a partir de uma cantata. “Estamos aliando a história que é deles, com a nossa experiência. E tem sido muito bom para todos nós”, disse Diana Fontes.