Aquivos Coluna: TURISMO

Aeroporto de Mossoró inicia voos para Recife

Fotos: Rayane Mainara

Como resultado do investimento do Governo do RN de R$ 2 milhões em obras de reforma, o aeroporto de Mossoró, segunda maior cidade do Estado, voltou a receber linhas comerciais nesta quarta-feira, 13. O voo inaugural foi realizado pela companhia aérea Azul e partiu de Recife, com decolagem às 13h35 e aterrisagem às 15h05. “Começamos hoje um novo momento para a economia mossoroense. O aeroporto está totalmente recuperado e funcionando com uma linha direta para Recife e, de lá, permitindo o acesso para todo o Brasil e para o mundo”, afirmou o governador Robinson Faria.

O chefe do Executivo estadual explicou que as obras físicas e o processo para a emissão da certificação pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) demandaram três anos e grande esforço do Governo. “Mas agora tudo isso é recompensado. Mossoró volta a ter voo regular, o que vai impactar positivamente na economia, atrair novas empresas, gerar emprego, renda e estimular o turismo”, destacou.

Para viabilizar a operação do equipamento, a administração estadual executou várias melhorias que modernizaram as áreas operacional e administrativa. A reforma dotou o aeroporto de estruturas como check-in de passageiros, embarque, sala VIP, lojas de artesanato, mirante, salas para administração, Infraero e para empresas aéreas e até banheiros. No Anexo do aeroporto foram reformadas as instalações para abrigar o Corpo de Bombeiros. Foi instalada, também, cerca de isolamento da pista.

Fotos: Rayane Mainara

O diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) – órgão responsável pela ampla reforma, Ernesto Fraxe, disse que “O governo tomou uma decisão corajosa de restaurar e colocar em funcionamento o aeroporto, em um esforço conjunto envolvendo uma grande equipe que agora apresenta resultados.”

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, reconheceu e elogiou as ações do Governo do Estado para retomar as operações comerciais do aeroporto. “Senhor Governador, não sei como expressar em palavras o agradecimento pelo reinício dos voos para Mossoró. Quando eu era menina, em 1954, lembro que embarquei com meu avô em um voo da Panair. Mas essa linha acabou. Depois, como prefeita da cidade consegui trazer voos da BRA, da Trip e da Noar. Mas eles também foram suspensos. Agora é tudo novo. Agradeço ao Governador e sua equipe, à nossa classe política e empresarial que apoia esta realização”, registrou.

O ato de inauguração contou com a presença dos secretários de Estado Manoel Gaspar (Turismo), Sheila Freitas (Segurança Pública e Defesa Social), Jader Torres (Infraestrutura), do diretor geral do DER, Ernesto Fraxe, do diretor da Datanorte, Rildo Tarquínio, dos deputados federais Fábio Faria e Beto Rosado, de prefeitos de vários municípios da região, além do presidente da Câmara Municipal de Natal, Raniere Barbosa, vereadores e populares.

Fotos: Rayane Mainara

Nova rota

A linha Mossoró-Recife vai utilizar aeronaves modelo ATR 72-600 com capacidade para 70 passageiros. Os voos acontecerão às segundas, quartas, sextas e domingos. A partir do dia 4 de novembro, as frequências serão diárias, com exceção do sábado.

As passagens custam a partir de R$ 103,97 e podem ser adquiridas em todos os canais de venda da Azul.

O percurso será realizado em 90 minutos e permite acesso, a partir de Mossoró, a vários destinos, como Guarulhos, Campinas, Fortaleza, Rio de Janeiro, Aracaju, Maceió e Juazeiro do Norte, uma vez que Recife é um dos principais centros de conexão da Azul.

Fotos: Rayane Mainara

Empresa contrata 748 novos funcionários impulsionada pela acessibilidade via aeroporto

Instalada em Mossoró, a AeC, uma das maiores corporações do Brasil em outsourcing nas áreas de Contact Center, Consultoria, Software e Gestão em Saúde, está contratando 748 novos funcionários para os seus quadros na sua sede no Oeste potiguar. A coordenadora da empresa, Andreia Rodrigues, disse que as novas contratações acontecem em função do voo regular para Mossoró, que ampliará a captação de clientes. “O acesso rápido vai permitir crescimento de nossas atividades pois poderemos ofertar mais serviços, treinar pessoal com técnicos e recursos que virão de outros estados”, explicou. Em Mossoró, a companhia trabalha para a NET e para a ESPN prestando serviços de vendas, atendimento e relacionamento.

O governador Robinson Faria visitou, no início da noite desta quarta-feira, 13, as instalações da instituição, que é responsável por 13% dos empregos formais em Mossoró. “Aqui temos um exemplo do acerto do investimento no aeroporto. Esta empresa está ampliando suas atividades justamente pelas possibilidades de acesso rápido que o aeroporto oferece. Vai captar novos clientes, gerar novos empregos, contratar mais pessoas que serão treinadas aqui para trabalhar aqui, fortalecendo nossa economia”, disse o Governador.

A unidade da AeC de Mossoró é a terceira maior em Call Center do país. As outras unidades, que juntas empregam 25 mil pessoas, estão localizadas em seis estados – Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Paraíba, Ceará.

Voo inaugural da Cia Azul entre Recife e Mossoró acontece nesta quarta

O voo inaugural da nova linha da Azul, ligando Mossoró a Recife, será realizado nesta quarta-feira (13). A cidade do Rio Grande do Norte será a 107ª base de operação da companhia e o 99º aeroporto do país a ser atendido pela empresa.

A escolha de Mossoró como destino pela companhia aérea foi possível após a ação do Governo do Estado para reforma e reestruturação do aeroporto Governador Dix-Sept Rosado, com investimento estimado em R$ 2 milhões, o que possibilitou a liberação da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) para o terminal voltar a receber voos comerciais.

Mossoró será a terceira base de operações a ser incluída na malha da Azul neste ano. A nova linha permitirá acesso de e para a cidade do Rio Grande do Norte a todas as partes do Brasil e outros destinos internacionais, usando a rede de conexões da companhia Azul em Recife.

Sábado tem caminhada histórica de Natal pelo bairro da Ribeira

Um dos eventos mais interessantes do calendário da cidade é a Caminhada Histórica de Natal. Promovida pelo Senac, neste ano ela ocorre no sábado (26), com saída prevista do bairro da Cidade Alta e com o tema “Natal na Segunda Guerra”, por meio de um passeio pelas ruas da Ribeira.

A expectativa da organização é que a caminhada vai durar três horas de duração, englobando parte significativa do centro histórico da cidade. Todo o trajeto vai ser acompanhado por instrutores do Senac das áreas história, turismo e inglês e toda a apresentação será feita em duas línguas.

A concentração do evento vai ser a partir das 11h no próprio Senac Centro (Rua São Tomé, 444). Na ocasião, vai haver uma exposição com artefatos e objetos relativos à participação da cidade na Segunda Guerra Mundial.

Para esta edição, a inscrição custa 1kg de alimento não perecível e pode ser feito diretamente no Senac Centro (Rua São Tomé, 444). Ele estará aberto das 9h às 15h.

Confira o Roteiro da Caminhada:

Concentração: no Sesc Cidade Alta, segue na Avenida Câmara Cascudo (contramão);
Primeira parada: Praça Augusto Severo – segue pela Avenida Duque de Caxias;
Segunda parada: Praça Capitão José da Penha – segue pela Tavares Lyra, à esquerda até a Rua Chile;
Terceira parada: Rua Chile em frente ao antigo Palácio do Governo, seguindo até o Largo;
Quarta parada: Esquina da Esplanada Silva Jardim com a Duque de Caxias;
Quinta parada: Praça Capitão José da Penha;
Sexta parada: Praça Augusto Severo e encerramento no Sesc Cidade Alta.

Revista Caras e digital influencer holandesa divulgarão turismo potiguar

As Dunas de Genipabu sde Genipabu será um dos pontos turísticos do RN a serem divulgados. Foto – Divulgação

Destinos potiguares serão divulgados em duas mídias prestigiadas nos meios digitais e impressos: na Revista Caras e nas redes socais da youtuber holandesa Nienke Helthuis, ambos com mais de três milhões de seguidores só no Instagram. A ação é da secretaria estadual de Turismo e da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), por meio do Governo do Estado em parceria com o trade turístico e prefeituras dos locais a serem visitados.

A equipe da Revista Caras será comandada pela ex-VJ da MTV, modelo e hoje cantora Sabrina Parlatore. Eles percorrerão alguns dos principais recantos do Estado para registros publicados na mídia impressa e redes sociais da revista. Na programação tem passeio de buggy nas dunas de Genipabu, mergulho em Maracajaú, visita à Praia de Pipa e participação no Festival de Música Villa Mix, na Arena das Dunas. Tudo entre os dias 27 e 31 de maio.

A modelo e cantora Sabrina Parlatore, que está em Natal neste final de semana. Foto – Divulgação.

Entre 1 e 7 de junho quem desembarca em terras potiguares é a youtuber Nienke. Ela teve um vídeo viralizado no Brasil tentando falar português. Desde essa época, a holandesa tem produzido conteúdo voltado ao público brasileiro. Nienke fará passeios em Pipa, também terá a emoção do buggy sob as dunas, mergulho em Rio do Fogo e, nos últimos dias da viagem, conhecerá o santuário de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz, e o Castelo de Zé dos Montes, em Sítio Novo.

Nienke, que já anunciou em seu Instagram, com mais de 660 mil seguidores, sua próxima parada em Natal, também transmitirá essa vivência em solo potiguar durante a participação do Governo do Estado na Mostra Viajar, realizada entre 8 e 10 de junho, em São Paulo. A presença do RN no evento será viabilizada com recursos do Governo Cidadão por empréstimo do Banco Mundial. A Mostra é uma plataforma de comunicação com objetivo de incentivar o desejo de viajar. A página oficial do evento já está ilustrada com foto de Galinhos, cedida pela Setur RN.

A Youtuber holandesa Nienke Helthuis, estará no RN no início de junho.

Nienke estará no estande potiguar para receber os turistas, junto à equipe da Setur RN e da Emprotur. “Outro diferencial será a presença de um dos nossos maiores cartões postais em pleno estande: o buggy. O visitante poderá fazer o passeio virtual pelas dunas com óculos de realidade virtual em 360 graus. E a Nienke reforçará essa emoção junto ao visitante a partir das experiências que vivenciou em solo potiguar”, acrescenta o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

Gastos de brasileiros no exterior devem crescer em ritmo menor

Para o BC, os gastos de brasileiros no exterior devem crescer em ritmo menor (Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil)

Com a recente alta do dólar, os gastos de brasileiros em viagem ao exterior não devem cair, mas o ritmo de crescimento deve ficar menor, segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central (BC), Fernando Rocha.

“Uma desvalorização do real torna as despesas no exterior mais caras. Isso é um desestímulo para viagem no exterior”, disse. De acordo com Rocha, o efeito da alta do dólar este mês ainda não é sentido totalmente. Isso porque os consumidores já tinham planejado a viagem, com compra de pacotes ou passagens aéreas, por exemplo. “O efeito vai sendo sentido ao longo do mês”, afirmou, acrescentando que os clientes poderão fazer adaptações para reduzir as despesas das viagens já programadas. “Ao longo do tempo, depende de onde o câmbio vai ficar. Se a desvalorização continuar por tempo maior, [o consumidor] vai decidir se mantém a viagem ao exterior, se faz um roteiro mais barato”, disse.

Neste mês, até o dia 22, as despesas com viagens chegaram a US$ 1,170 bilhão. Em todo o mês de maio do ano passado, os gastos chegaram a US$ 1,496 bilhão. “Se olharmos a média diária, esse valor de maio deve superar o maio de 2017, mas haverá diminuição da taxa de crescimento”, disse.

Em abril deste ano, comparado ao mesmo mês de 2017, o crescimento chegou a 16%. Os gastos de brasileiros no exterior totalizaram US$ 1,538 bilhão, no mês passado. Para este mês, Rocha acredita que taxa de crescimento deve ficar “um pouco menor”.

Neste mês, o dólar registrou uma cotação média de R$ 3,61, enquanto em maio de 2017 o valor ficou em R$ 3,21.

Gastos cresceram 11,6% até abril

De acordo com os dados de relatório divulgado hoje (24) pelo BC, de janeiro a abril deste ano, os gastos de brasileiros no exterior chegaram a US$ 6,470 bilhões, com crescimento de 11,6% em relação ao mesmo período de 2017 (US$ 5,799 bilhões).

Mesmo com o crescimento dos gastos dos brasileiros no exterior, a conta de viagens internacionais ficou negativa em US$ 1,040 bilhão, em abril, e em US$ 4,037 bilhões, nos quatro meses do ano. Isso ocorre porque as receitas de estrangeiros no Brasil (US$ 499 milhões, em abril, e US$ 2,433 bilhões, no quadrimestre), que também compõem essa conta, são menores do que os gastos de brasileiros no exterior.

Anac: apesar da escassez de combustível, voos seguem abastecidos

No aeroporto de Brasília, apenas aeronaves com autonomia de combustível para seguir viagem são autorizados a pousar – José Cruz/Arquivo/Agência Brasil

O quarto dia de greve dos caminhoneiros tem impactado diretamente o funcionamento dos aeroportos de todo o país. Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou hoje (24) que, apesar da escassez de combustível nos aeroportos, “todos os voos que estão em operação seguem abastecidos dentro do estabelecido pelos regulamentos da Agência”.

“Os regulamentos da Anac estão amparados internacionalmente e regulam o cálculo a ser feito conforme a rota, a reserva mínima a ser observada, além de instruções sobre a operação que podem alterar o cálculo do combustível. Todas as medidas estipuladas nas operações visam a segurança operacional dos voos, que é a prioridade para a Anac”, garante.

A Anac afirma que tem acompanhado “em tempo real” o abastecimento de combustível dos aeroportos e possíveis impactos às operações. Ontem (23), a Infraero também informou que está monitorando o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais.

escassez de querosene alterou a normalidade dos terminais aéreos. No caso do aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck, em Brasília, apenas aeronaves com autonomia de combustível para seguir viagem são autorizados a pousar.

Orientação aos passageiros

Para evitar transtornos aos passageiros, a recomendação é procurar as companhias aéreas para confirmar seus respectivos voos antes de se deslocarem para o aeroporto até que a situação esteja normalizada.

 

Inscrições abertas para a 4ª Caminhada Histórica do Senac RN

O Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, realiza, no sábado (26), sua 4ª Caminhada Histórica em homenagem ao mês do Guia de Turismo. O evento visa divulgar e fortalecer o turismo cultural na Cidade. Este ano, será trabalhado o tema “Natal na Segunda Guerra”, com um passeio pelas ruas da Ribeira.

Os interessados podem realizar as inscrições doando 1kg de alimento não perecível (exceto sal), no Senac Centro (Rua São Tomé, 444, Cidade Alta), das 9h às 15h, a partir de segunda-feira (21). Os participantes receberão camisa de identificação do evento. A expectativa é reunir mais de 500 pessoas, entre guias de turismo, profissionais do segmento, estudantes e público em geral.

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5GN41uxfP

Infraero recomenda que passageiro se informe sobre situação de voos

Diante da perspectiva de falta de combustível para o abastecimento dos aviões por causa da paralisação dos caminhoneiros, a Infraero recomenda aos passageiros que procurem as companhias aéreas para saber a situação dos voos.

“Aos operadores de aeronaves, a empresa orienta que façam a consulta sobre a disponibilidade de combustível na origem e no destino do voo programado”, informou a empresa, em nota.

A Infraero informou que está monitorando o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais. A empresa “já alertou aos operadores de aeronaves que avaliem seus planejamentos de voos para que cada um possa definir sua melhor estratégia de abastecimento de acordo com o estoque disponível na origem e destino do voo.”

A empresa está mantendo contato com órgãos públicos para garantir a chegada dos caminhões com combustível aos aeroportos.

Mais cedo, veículos de imprensa noticiaram que os aeroportos de Congonhas (SP), Palmas, Recife, Maceió e Aracaju, administrados pela Infraero, teriam combustível suficiente para abastecer as aeronaves até esta quarta-feira (23). Mais seis aeroportos teriam combustível para no máximo dois dias: Goiânia, Teresina, Campo Grande, Ilhéus (BA), Foz do Iguaçu(PR) e Londrina (PR).

Questionada pela reportagem da Agência Brasil, a Infraero disse que se trata de uma avaliação interna sobre o abastecimento dos terminais.

“Sobre o relatório mencionado pela reportagem, trata-se de um levantamento diário da Infraero e que ajuda a empresa a monitorar a situação do fornecimento de querosene de aviação pelas fornecedoras, além de auxiliar na proposta de ação por parte do Poder Público no sentido de garantir o abastecimento das aeronaves”, disse.

Já a Inframerica, concessionária que controla o Aeroporto Internacional de Brasília, informou que só tem querosene de aviação suficiente até o fim da tarde de hoje (23). “Somente pousarão aqui aeronaves com capacidade para decolar sem a necessidade de abastecimento”, disse a empresa por meio de nota.

Segundo a concessionária, a decisão foi tomada em conjunto com as companhias aéreas, fornecedores de combustível e outros órgãos em reunião na tarde de hoje. Até as 17h, não houve registro de atrasos ou cancelamentos decorrentes da restrição de combustível. No final da tarde, cinco caminhões com 45 mil litros de querosene de aviação cada chegaram ao aeroporto. Mesmo assim, a Inframerica diz que a situação de alerta e contingenciamento continuam em vigor.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também emitiu nota recomendando aos passageiros o contato prévio com as companhias para saber sobre a disponibilidade dos voos.

“Considerando contratempos na malha aérea decorrentes da falta de abastecimento de querosene de aviação, em razão da paralisação nacional de caminhoneiros iniciada em 21/05, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) recomenda aos passageiros, com voos marcados para os próximos dias, que consultem as empresas aéreas antes de se deslocarem para os aeroportos até que a situação se normalize”.

TCU apura se preço das passagens caiu com cobrança da tarifa de bagagem

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (9) a abertura de uma fiscalização na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para verificar se a mudança da regra que permitiu a cobrança pelo despacho de bagagem resultou em redução no preço da passagem aéreas.

A investigação foi proposta pelo ministro Vital do Rego. Segundo o ministro, quando a Anac alterou a regra a promessa foi de que a mudança levaria a uma queda no preço das passagens aéreas.

“Ocorre que temos nos deparado com reiteradas notícias e até experiências próprias de que a queda no preço das passagens não se materializou e resultou, inclusive, em aumento das queixas dos consumidores por cobranças indevidas”, disse o ministro.

Procurada, a Anac informou que não iria se pronunciar porque não teve conhecimento do teor da decisão do TCU.

Dados divulgados no início do ano pela Anac mostraram que o preço médio da passagem no Brasil ficou em R$ 348,21, praticamente estável no segundo semestre do ano passado, quando entrou em vigor a regra que permite às empresas aéreas cobrar por bagagem despachada. No mesmo período de 2016, o preço médio das passagens ficou em R$ 383,90.

A cobrança por bagagem despachada começou a ser praticada em 1º de junho de 2017. A regra prevê a gratuidade apenas para o transporte de bagagens de mão, levadas dentro do avião, de até 10 quilos. Acima desse peso, as empresas são autorizadas a exigir que a mala seja despachada e a cobrar por esse transporte.

Antes, o transporte da bagagem estava incluído no valor da passagem, mesmo de quem não despachasse as malas. O argumento usado pela Anac ao alterar a regra foi que isso onerava passageiros que viajavam apenas com mala de mão, por exemplo.

 

Taxa de ocupação hoteleira do mês de abril cresce em Natal e Pipa

O turismo do Rio Grande do Norte vem dando sinais de recuperação nos últimos meses. Natal e Pipa apresentaram, em abril, taxas de ocupação na rede hoteleira com números superiores ao mesmo período do ano passado.

Segundo o último levantamento feito pela Associação Brasileira de Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), a taxa de ocupação entre os seus associados em Natal, durante o último mês de abril foi de 60%, contra 55% em 2017. Em Pipa houve uma leve alta, de 49% para 50% em 2018.

Para o presidente da ABIH-RN, José Odécio Jr, os números são bem animadores e frutos de trabalhos focados na promoção e divulgação do destino. “Apesar de estarmos na baixa estação, os números de abril de 2018 foram positivos em relação a 2017. Isso é fruto do nosso trabalho de promoção e divulgação, dos esforços dos hotéis e da parceria com o governo do Estado.

Porém é preciso mais união entre os órgãos públicos e a iniciativa privada para aumentarmos os investimentos em promoção e divulgação do destino. Essa é a única forma de aumentarmos nossa ocupação e trazer divisas para o estado. Outra forma é também incentivar a realização de grandes eventos, especialmente na baixa estação. Para isso, a conclusão das obras do Centro de Convenções é fundamental. Investimento, união e trabalho são os elementos necessários ao crescimento do nosso turismo”, destacou.