Pegou mal

 

O Comitê Olímpico da Grécia decidiu expulsar uma atleta de sua delegação que vai a Londres por conta de um comentário racista feito por ela em seu perfil no Twitter. Voula Paraskevi Papachristou, do salto triplo, fez um comentário ofensivo aos africanos no microblog e foi retirada do elenco grego “por falta de espírito olímpico”.
Papachristou, que ainda está em seu país natal, reclamou da presença de cidadãos oriundos do continente africano em sua terra no microblog. “Com tantos africanos na Grécia… os mosquitos que vêm do oeste do (rio) Nilo pelo menos vão comer comida caseira”, afirmou a saltadora, em referência a mosquitos transmissores de doenças vindos da região.
O chefe da delegação olímpica da Grécia, Isidoros Kouvelos, explicou que a atleta foi cortada do elenco e não irá mais representar o seu país na disputa de salto triplo nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. “Ela não mostrou nenhum respeito por um valor olímpico básico e infelizmente está fora (da Olimpíada)”, confirmou o dirigente, em entrevista à SkaiTV. “Ela cometeu um erro, e nós pagamos pelos nossos erros ainda em vida”, sentenciou.
O técnico da atleta, George Pomaski, reclamou bastante da decisão do Comitê. “Isto foi demais. A penalidade não deveria ter sido tão dura. Afinal, ela já pediu desculpas pelo comentário”, falou o treinador. “Ela está desesperada. Esta situação é decepcionante não apenas para ela, mas para toda a família dela, para mim e para todos os envolvidos com a equipe grega”, completou.

grega

Voula ainda tentou pedir desculpas, mas já era tarde demais

{module Banner Entre Notas}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.