Perigo em duas rodas

Um levantamento feito pelo setor de Arquivo do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), aponta número elevados de acidentes registrados neste primeiro semestre. No total, até o fim de junho, foram prestados mais de 11 mil atendimentos a vítimas de queimaduras, atropelamentos, agressão física, queda de moto, entre outras ocorrências. A média de atendimentos, a cada 24h, ficou em mais de 60 vítimas. Destas, 18 foram diariamente machucadas por acidentes com moto.

Veículos sobre duas rodas, aliás, sempre demandaram altos índices de atendimento no Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS). Neste primeiro semestre, a situação não foi diferente. Das 13 categorias de acidentes listados no levantamento, a que envolve moto teve o maior índice de ocorrência: 3307 acidentes. Na maioria das vezes, embriaguez e imprudência dos pilotos são os responsáveis por gerar esse tipo de ocorrência.

Fonte: Assessoria Sesap/RN

moto

{module Banner Entre Notas}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.