Um fato curioso do funeral de Dom Eugênio…

Ainda nesta terça-feira, durante a entrada do corpo de Dom Eugênio na Catedral Metropolitana Fluminense, um fato curioso chamou atenção de religiosos e despertou interesse da imprensa carioca. Veja um trecho da matéria escrita pela repórter Nathália Marsal do Jornal do Brasil que cobria o funeral. 

Durante a entrada do corpo do cardeal na igreja, uma pomba branca foi solta e pousou sobre o esquife, onde ficou por mais de 40 minutos, até que começasse a missa. O dono da pomba, Gilberto de Almeida, responsável pela articulação comunitária da Cruz Vermelha no Rio de Janeiro, decidiu soltá-la para homenagear Dom Eugênio, por considerá-lo importante para as pastorais e para as pessoas menos assistidas. Segundo explicou, ela não foi treinada e o fato de ter ido pousar sobre o caixão e ali ter permanecido “foi como uma mensagem de Deus”.

“Cuido de questões humanitárias, então creio que é um sinal que estou no caminho certo”, disse o assessor da presidência da Cruz Vermelha no Rio, que se confessou “mexido” com o acontecimento já que, para os católicos, a pomba branca é associada ao Espírito Santo.

pomba

A pomba que simboliza a paz pousa…

pombaa

…E fica por quarenta minutos sobre o esquife

{module Banner Entre Notas}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.