MARTA SUPLICY DEFENDE BENEFÍCIO DA LEI ROUANET AO SETOR DE MODA

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, disse novamente nesta segunda-feira (2/9), na capital paulista, que a autorização para os estilistas Alexandre Herchcovitch, Pedro Lourenço e Ronaldo Fraga captarem dinheiro com o uso da Lei Rouanet não limita a possibilidade de outros projetos de arte serem beneficiados. Desta vez a afirmação foi feita durante reunião com entidades que formam o Brasil Fashion System, na sede da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) na qual a Lei Rouanet foi apresentada para que outros profissionais do setor possam inscrever projetos.

Para Marta, incluir a moda nas áreas beneficiadas pela Lei Rouanet é uma forma de dar força àqueles que estão mais fracos e não têm tantas possibilidades de divulgar seu trabalho no exterior. “Eu vejo a moda exatamente desse jeito, apesar de ser uma coisa de luxo, que é e não é. É uma cadeia gigantesca, que vai desde o mais simples, ao mais sofisticado até chegar ao produto final. Isso tem que ser entendido, nós temos que criar a nossa marca Brasil”.

martasuplicagb

Agência Brasil

{module Banner Entre Notas}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.