4 cidades da Austrália na lista das 10 melhores para se viver

De acordo com a revista The Economist, as 10 melhores cidades para se viver são as seguintes:

1 – Melbourne, na Austrália: foi eleita novamente a melhor cidade para se viver, segundo levantamento da revista The Economist. A chamada “capital australiana da cultura” aparece em primeiro lugar na lista de 140 cidades pelo quarto ano consecutivo. A pesquisa realizada pela Intelligence Unit da revista considera fatores como estabilidade, saúde, cultura, meio ambiente, educação e infraestrutura.

melbourne

 

2 – Viena, na Áustria: aparece em segundo lugar na lista de melhores cidades para se viver da The Economist. O levantamento aponta que as dez melhores cidades entre uma lista de 140 no mundo são geralmente de tamanho médio, localizadas em países mais ricos e com baixa densidade populacional.

3 – Vancouver, no Canadá: aparece em terceiro lugar na lista da Economist. Entre as dez primeiras colocadas, três cidades estão em território canadense. O estudo da Intelligence Unit afirma que as melhores cidades para se viver geralmente oferecem uma grande quantidade de atividades de lazer, baixos índices de crime e violência e uma infraestrutura bem planejada. Em Vancouver, o índice de criminalidade vem caindo nos últimos anos.

4 – Toronto, no Canadá: em comum com outras cidades que integram a lista das melhores está a densidade populacional mais baixa, entre 2.88 e 3.40 pessoas por quilômetro quadrado.

5 – Adelaide, na Austrália: o país também conta com uma alta representação na lista, com quatro cidades no ranking, incluindo o primeiro lugar. O estudo da Intelligence Unit da revista considerou 30 fatores em várias categorias, incluindo estabilidade, meio ambiente, educação e infraestrutura.

adelaide-australia

6 – Empatada em quinto lugar vem Calgary, no Canadá, que recebeu notas máximas em estabilidade, saúde e educação, mas ficou abaixo na lista das dez devido à segunda pior pontuação em cultura e meio ambiente.

7 – Com sua extensa e variada oferta de lazer e atividades multiculturais, Sydney ficou em sétimo lugar na lista das melhores cidades para se viver da revista The Economist. O estudo considerou 30 fatores entre várias categorias para eleger as dez mais.

australia-sydney

 

8 – Helsinki, na Finlândia: aparece em oitavo lugar na lista das melhores cidades para se viver divulgada pela Intelligence Unit, da revista The Economist. Desde 2011, o ranking das dez melhores cidades praticamente não apresentou mudanças, reforçando o conceito de que a qualidade de vida não vem associado a cidades com alta densidade populacional.

9 – Perth, no litoral da Austrália: com praias e atividades culturais, ficou em nono lugar na lista das melhores cidades para se viver, divulgada pela Intelligence Unit da revista The Economist. A cidade integra o ranking das dez mais por pontuar bem quando se trata de cultura, saúde e estabilidade.

costa-australiana-620x465

 

10 – Auckland, na Nova Zelândia: fecha o ranking das dez melhores cidades para se viver realizado pela Intelligence Unit, da revista Economist. O estudo considerou 30 fatores em várias categorias, incluindo estabilidade, saúde, cultura, meio ambiente, educação e infraestrutura.

 

Com QUATRO cidades da Austrália nesse ranking, e toda a beleza paradisíaca da região, chega dá uma vontade de arrumar as malinhas e partir para lá, não é?