Relógio-drone dos selfies

O que você conseguiria criar para levar para casa um prêmio de US$ 500 mil? Christoph Kohstall, um doutorando de Stanford que gostava de criar coisas em sua oficina, decidiu unir dois temas diferentes da tecnologia em um e criar um dispositivo que pode ajudar muita gente a fazer selfies. Kohstall entrou na competição Make It Wearable (algo como “Torne-o vestível”), da fabricante de chips Intel, com um projeto bem peculiar: um pequeno drone que facilmente se instala no seu pulso, como um relógio. Com o chamado The Nixie (“a ninfa”, em inglês), ele espera ajudar todos que queiram fazer registros de si mesmos, ainda que sob circunstâncias nas quais seria difícil ou impossível de serem feitos sem ajuda.

Um drone que cabe na mão e se acomoda no pulso. | Foto: Divulgação
Um drone que cabe na mão e se acomoda no pulso. | Foto: Divulgação

Funcionamento

Após ser acionado por um movimento com o braço, a estrutura do drone se enrijece e as hélices entram em funcionamento. A câmera instalada então passa a procurar pelo seu dono, faz o registro, volta à posição de lançamento para ser recuperado. Nixie ainda é um projeto em desenvolvimento, mas pode alcançar um estágio mais comercial, principalmente se vencer a competição que fará o anúncio dos escolhidos no dia 11 de novembro.

Confira o vídeo com o projeto do relógio-drone dos selfies:

 

Fonte: Estadão