Aretha Franklin, rainha do soul, morre aos 76 anos, diz agência

Aretha Franklin se apresenta em cerimônia da fundação no combate à AIDS do cantor Elton John, na Catedral de São João, O Divino, em Nova York, em novembro de 2017 (Foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images via AFP)

G1

Aretha Franklin morreu aos 76 anos. A informação foi confirmada por um representante da cantora à agência de notícias Associated Press.

Diagnosticada com câncer em 2010, a cantora estava “gravemente doente em sua casa ao lado de seus parentes”, segundo seu empresário.

A rainha do soul

Aretha Louise Franklin nasceu em Memphis, no estado americano do Tennessee, em 25 de março de 1942.

Ela gravou seus primeiros discos aos 14 anos na igreja de seu pai, Clarence LaVaughn Franklin, um pastor batista.

Começou como estrela gospel adolescente, mas em menos de uma década se tornou um grande nome do R&B americano, o rhythm and blues surgido nos anos 40 com influências como jazz e corais de igreja.

A “rainha do soul”, de 76 anos, ficou famosa com “Respect” (1967), sua única canção a chegar ao topo da principal parada de sucessos dos Estados Unidos.

A música resume o poder de Aretha. Composta e gravada originalmente por Ottis Redding, ídolo do soul, a cantora acelerou o arranjo, acrescentou vocais de apoio e a famosa parte em que soletra “R-e-s-p-e-c-t”.