Alckmin compara Bolsonaro a Chávez, e candidato diz que PSDB é ‘conivente’ com comunismo

Jair Bolsonaro participa de atividade de campanha em Araçatuba – Edilson Dantas/Agência O Globo/23-08-2018
O Globo
BRASÍLIA — A campanha do candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, elaborou um vídeo compararando o adversário Jair Bolsonaro (PSL) ao ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez (1954-2013). A peça publicitária diz que “votar em alguém só porque ele é militar deu ruim na Venezuela” e que isso “vai dar ruim no Brasil”. Bolsonaro é capitão reformado do Exército, enquanto Chávez foi tenente-coronel.

“Um presidente militar para por ordem no país. Foi assim que escolheram Hugo Chávez na Venezuela. E deu no que deu. Inflação de 1.000.000%. Aumento na pobreza. Mais de um milhão de venezuelanos refugiados. Judiciário rendido. Aniquilação de qualquer oposição”, diz o locutor da propaganda. O vídeo não cita nominalmente o candidato do PSL, mas uma foto sua de farda.

A resposta de Bolsonaro veio no Twitter. De acordo com ele, “o problema da Venezuela não tem a ver com militar, tem a ver com comunismo”. O texto diz ainda que “o PSDB desvia o foco do problema porque é conivente com o mesmo”.