Demora em votação gera longas filas em locais de votação de Natal

Conforme antecipado pela Justiça Eleitoral, os 2,3 milhões de eleitores do RN estão tendo que enfrentar a formação de filas para votação em algumas zonas eleitorais do Estado. Isso acontece pelo pleito requerer seis escolhas (uma para deputado federal, uma para deputado estadual, uma para governador, uma para presidente e duas para senador), número bem superior do processo eleitoral passado, que envolveu apenas duas (prefeito e vereador).

Demora na votação causou filas na Escola Estadual Berilo Wanderley, no Conjunto Pirangi
Demora na votação causa longas filas em Escola do Conjunto Pirangi, bairro Neópolis

Na Escola Estadual Berilo Wanderley, localizada no Conjunto Pirangi, em Neópolis, os eleitores enfrentaram uma espera bem superior ao um minuto e meio estimado para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a escolha dos seis candidatos. A demora causou longas filas.

O engenheiro Glauber Nóbrega, 38 anos, ficou surpreso com a fila que encontrou no local de votação: “Em outros anos, nesse horário, a votação sempre foi bem tranquila. Tinha umas cinco ou seis pessoas… e eu não ficava mais de cinco minutos na fila”.

Longas filas também no Hipócrates, em Candelária
Em Candelária, o Hipócrates Zona Sul foi uma das zonas com formação de filas e princípio de tumulto

A estudante de administração Laiz Amadeu conta que passou mais de uma hora na fila para poder votar, na faculdade Estácio, da Roberto Freire. “A fila estava muito longa e andado muito devagar. Tiveram também que trocar a urna, então demorou ainda mais”, relata a estudante.

A Justiça Eleitoral  orientar que os eleitores compareçam à urna eletrônica com os números dos candidatos nos quais pretendem votar (anotados ou impressos). A orientação vai ser dada para evitar transtornos, diante da expectativa de que alguns tenham dificuldades na hora da votação, o que pode implicar na possibilidade de formação de filas.

O eleitor também pode, no site do TSE na internet, acessar um link onde pode simular o seu voto e até tirar uma “cola” para levar no dia da eleição à seção eleitoral.

Confira o vídeo com o registro das longas filas formadas na Escola Estadual Berilo Wanderley: