Jornada Potiguar de Leitura reúne professores de todo o RN

SEEC

Na manhã de hoje (5), o Governo do RN e a Casa das Palavras realizaram a III Jornada Potiguar de Leitura e Educação, que reuniu professores, escritores, educadores e teve como tema A Escola, o Livro e o Autor. O evento, que segue até o período da tarde, acontece na Escola de Governo, no Centro Administrativo Estado, em Lagoa Nova, Natal. O governador em exercício, Antenor Roberto, esteve presente na abertura da jornada.

O governador em exercício ressaltou, durante o evento, a importância da jornada, como instrumento de reconhecimento dos escritores e da cultura local. “É uma atividade que tem como meta colocar o olhar sobre nós. É uma literatura nossa, é um olhar sobre nós mesmos, então significa que as palavras que serão ditas e resgatadas vão falar do nosso povo, dos nossos sentimentos, dos nossos aspectos culturais, e isso tem um diferencial muito grande”, afirmou. 

Durante a abertura, o poeta Thiago Camilo, prestou homenagem para o escritor Antônio Francisco, que juntos, recitaram alguns dos versos, interagindo com o público presente. Em seguida, ocorreu um momento de leitura e inclusão com Niná Holanda, para falar sobre Autismo nas escolas.

A secretária adjunta Márcia Gurgel comentou sobre a relevância dos professores necessitarem de uma formação mais prática, e afirma que o momento entre o homenageado, Antônio Francisco e o jovem poeta, Thiago Camilo, foi de mediação de conhecimento e saberes. “Esse evento serve para provar a importância dos professores na mediação dos livros, das palavras, da literatura, mediando o conhecimento e fazendo com que essa expertise se torne a sabedoria daquele outro sujeito, exatamente como aconteceu aqui entre esses grandes poetas”, finalizou.

A mesa de abertura ainda contou com a presença do deputado estadual Francisco do PT, do secretário de Gestão de Projetos e Articulação Institucional, Fernando Mineiro, o diretor da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto, o diretor da Casa de Palavras, Rilder Medeiros e o assessor de comunicação da Cosern, Paulo Araújo.

Antônio Francisco, o homenageado do evento, além de poeta, é cordelista, historiador, xilógrafo e compositor. “Estou aqui entre outros escritores, professores e livros. Estou no canto certo, sendo homenageado no momento certo”, afirmou Antônio com alegria. O escritor que completa 70 anos em outubro.

Na tarde de hoje, a programação segue com mesas de encontro de autores de editoras potiguares, que serão divididos em quatro momentos durante a jornada, como também, apresentações de cases escolares.  

A educadora Suzana Sales, que participou pela primeira vez da jornada, declara que a atividade foi importante para conhecer mais sobre a cultural local. “O evento serve para valorizar o artista da terra, como também, para conhecer os que estão começando e homenagear o que já estão há muito tempo e entender a importância de utilizar a literatura na sala de aula”, enfatiza a professora.