Menu

Atos em favor da educação movimentam o país

0 Comments

R7

Protestos ocorrem por todo o país nesta quarta-feira (15) após contingenciamento de verbas anunciados pelo Ministério da Educação que afeta do ensino básico até pesquisas de pós-graduação. 

Atos em todos os Estados vêm sendo chamados pelas maiores entidades estudantis e sindicais do País, incluindo a UNE (União Nacional dos Estudantes) e a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

A #TsunamidaEducação está nos trends topics do Twitter e reúne postagens de todo o Brasil sobre os atos.

Em Brasília, o prédio do MEC já amanheceu na terça-feira cercado por homens da Força Nacional de Segurança Pública. Conforme informou o jornal O Estado de S. Paulo, o secretário executivo da pasta, Antoni Paulo Vogel, afirmou que a proteção foi pedida pelo governo federal. “Temos de estar preparados para evitar qualquer tipo de problema. Simples assim.”

Em São Paulo, de acordo com informações da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), há três pontos de manifestações ativos nesta manhã:

Uma ocupação de uma faixa da avenida Edgard Facó, sentido Centro, próximo avenida Ermano Marchetti, na Lapa, zona oeste da capital. Três faixas da rua da Consolação, sentido bairro, altura da rua Maria Antônia, região da Consolação, na zona central da capital. E a ocupação da calçada na avenida Paulo VI, altura da venida Doutor Arnaldo, bairro Pacaembu, na zona oeste da capital.  Todas as manifestações seguem pacíficas.

A partir das 14h é esperada uma grande concentração em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo) na avenida Paulista. 

Estudantes de universidades públicas e particulares assim como alunos e professores de diferentes colégios da capital paulista paralisaram as atividades nesta quarta. Ao menos 33 integram o movimento.

Brasil

Pelo menos 75 das 102 universidades e institutos federais do país convocaram protestos para hoje. Essas instituições contam com apoio de universidades públicas estaduais de diversos Estados – incluindo São Paulo, onde os reitores de USP, Unicamp e Unesp convocaram docentes e alunos para “debater” os rumos da área por meio de uma carta aberta.

Em Campinas, dezenas se reuniram nesta manhã no Largo do Rosário. O DCE (Diretório Central de Estudantes) da USP convoca estudantes, professores e trabalhadores da Universidade para saírem às 13h da cidade universitário rumo à avenida Paulista.

Em Belo Horizonte, uma marcha partiu da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e seguiu em direção à praça da Estação. A caminha reuniu estudantes, professores, funcionários e foi liderada por indios. 

De acordo com a Une, estão agendados os seguintes atos para esta quarta-feira:

SUL
Rio Grande do Sul:
Porto Alegre, FACED-UFRGS,18h
Caxias do Sul, Praça Danti Alighieri, 17:30h
Viamão, Centro de Viamão, 16h
Santa Catarina:
Florianópolis, Praça Central, 15h
Chapecó, Praça Coronel Bertaso, 9:30h
Paraná
Curitba, Praça Santos Andrade, 9h


SUDESTE
São Paulo
São Paulo, MASP, concentração a partir das 14h
Sorocaba, Pça Cel Fernando Prestes, 9h
São Carlos, Praça Coronel Salles, 9h
Campinas, Largo do Rosário, 10h30

Minas Gerais
Diamantina, Largo Dom João, 15h
Belo Horizonte, Praça da Estação, 15h
Montes Claros, Praça Dr. Carlos, 15h
Frutal, JB 2 do Calçadão do Centro, 15h

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, Candelária, 15h
Petrópolis, Praça Dom Pedro, 17h.

Espírito Santo
Vitória, UFES Campus Goiabera e Maruípe, 16h30.

CENTRO OESTE
Distrito Federal
Brasília, Museu da República, 10h;

PublicidadeFechar anúncio
Goiás
Goiânia, Praça Universitária, 14h

Mato Grosso
Cuiabá, Praça Alencastro, 14h
Rondonópolis, Praça Brasil – Centro, 8h.

Mato Grosso do Sul
Campo Grande, Gramado do Pontilhão, em frente a UFMS, 9h

NORTE
Amapá
Macapá, Praça da Bandeira, 15h

Amazonas
Manaus, Entrada da UFAM, 7h;
Manaus, Centro de Manaus, 15h;

Pará
Belém, Praça INSS – ALEPA, 11h

Tocantins
Palmas, Praça dos Girassóis, 9h

Acre
Rio Branco, UFAC, 7h;

NORDESTE
Maranhão
São Luis, Vivência da UFMA, 11h30

Piauí
Teresina, Em frente ao INSS, 8h

Alagoas
Maceió, CEPA, 9h

Paraíba
João Pessoa, Em frente ao Liceu Paraibano, 9h

Sergipe
Aracaju, Centro de Aracaju, 14h;

Ceará
Fortaleza, Praça da Bandeira, 08h

Pernambuco
Recife, Em frente ao GP da Aurora, 15h;

Bahia
Salvador, Campo Grande, 9h