Escadaria em Cotovelo homenageia escritores potiguares

O prefeito Rosano Taveira participou, na tarde dessa quinta-feira (25) da inauguração da Escadaria da Cultura Potiguar em Cotovelo, litoral do município parnamirinense. O projeto é uma iniciativa dos moradores da localidade, através da Associação dos Proprietários, Moradores, e Veranistas da Praia de Cotovelo (Promovec), com apoio da Prefeitura de Parnamirim.

Para o Taveira, a iniciativa é muito importante, pois promove a valorização cultural do estado, além fomentar o desenvolvimento turístico. “Esta é uma excelente idéia e que sirva como exemplo para outras cidades do país”, destacou.

Esam Elali, presidente da Promovec explica que a idéia foi inspirada por um projeto semelhante existente no Líbano. “A idéia foi homenagear nossos escritores, promovendo a valorização da nossa cultura”, disse. 

Ainda segundo Esam Elali, ao todo, foram homenageados 43 escritores e respectivas obras literárias. O total de escritores é o mesmo número de degraus da escadaria de acesso à praia. “Hoje comemoramos o dia do escritor. Não haveria data mais oportuna para esta inauguração”, concluiu.

Confira a lista de escritores e obras literárias homenageadas: 

Auta de Souza – Horto, outros poemas e ressonâncias

Henrique Castriciano – Vibrações

Eloy de Souza – O calvário das secas

Câmara Cascudo – Dicionário do folclore brasileiro

Juvenal Lamartine – Velhos costumes do meu sertão

Oswaldo Lamartine – Sertões do Seridó

Otto de Brito Guerra – Vida e morte do nordestino

Américo de Oliveira Costa – A biblioteca e seus habitantes

Hélio Galvão – Cartas da praia

Olavo Medeiros Filho – Velhas famílias do Seridó

Diógenes da Cunha Lima – Câmara Cascudo um brasileiro feliz

Carlos Miranda Gomes – PROMOVEC – uma bela história

Willington Germano – Lendo e aprendendo:A campanha de pé no chão

Jurandir Navarro – Páginas de Verão

Paulo Bezerra – Cartas do sertão do Seridó

Valério Mesquita – Trilogia do Cotidiano

Geraldo Batista de Araújo – Memórias de um velho pároco

Daladier Pessoa Cunha Lima – Noilde Ramalho – Uma história de amor

Murilo Melo Filho – Tempo diferente

Antonio Frco.Teixeira de Melo – Dez cordéis num cordel só

Cleide Oliveira Gomes – Do sonho à realidade

David de Medeiros Leite – Incerto caminhar

João Eduardo Costa – O habitante da biblioteca

Pery Lamartine – Velhas oiticicas

Manoel Procópio M. Júnior – Natal de tempos em tempos

João Faustino – Eu perdoo

Augusto Leal – Rosinha dos Limões

Lindomarcos Faustino Vieira – Governantes de Mossoró

José Narcélio – Crônicas e contos

Alfredo Neves – O amor revelado

Jonas Lemos – Incidentil sul lavoro

Adauto Guerra Filho – O Seridó na memória do seu povo

Albany Dutra – Bom dia a todos

Eugênio Batista Rangel – Lenda do vaqueiro Caicó/RN

Pedro Hélio – Exercício da Cidadania

Maria Elizabete Paiva de Aquino – Em cada canto, um conto, uma canção

Haroldo Pinheiro Borges – Seridó, o homem e o boi

Leide Câmara – Memória acadêmica

Antonia Alves de Amorim Morais– Nascida para felicidade

Gustavo Leite Sobral – As memórias alheias

Sonia Faustino – Travessia poética

Selma Pereira – – Três anos na Itália

Lucas Batista Neto (M.Lucas) – KARITÓS –