RN PASSA A CONTAR COM CENTRAL DE REGULAÇÃO DE ACESSO ÀS URGÊNCIAS OBSTÉTRICAS

Hilneth Correia

Foto: Dilvulgação

As gestantes do Rio Grande do Norte passaram a contar, na última semana, com uma Central de Regulação do Acesso às Urgências Obstétricas. A proposta da central é organizar o fluxo assistencial, garantindo de forma regionalizada as condições necessárias à realização dos partos de risco habitual e o encaminhamento adequado em casos de alto risco, reduzindo o tempo de resposta para o atendimento da parturiente.

Para que o serviço passasse a funcionar, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) dialogou com municípios, unidades hospitalares regionais e municipais de saúde com o objetivo da organização da rede de assistência. A implementação da central seguiu as diretrizes da Rede Cegonha e a responsabilidade plena dos municípios para a realização de ações de saúde.

A partir da construção de um protocolo de atendimento, da definição de fluxos de atendimento e do treinamento dos profissionais da assistência, as solicitações de acesso passaram a ser realizadas pelas unidades de saúde, por meio do contato (84) 3209-5309, disponibilizado 24 horas por dia, e conduzidas de acordo com a classificação de risco da parturiente. Ao todo, 12 maternidades estruturadas participam desse processo de regulação e são consideradas serviços de referência.