Aulas presenciais no RN seguem suspensas até o dia 31 de maio

As atividades escolares presenciais nas unidades do Sistema Estadual de Ensino do Rio Grande do Norte, que é composto pela rede pública e privada, seguirão suspensas até o dia 31 de maio. A decisão, publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (23), foi tomada pela governadora Fátima Bezerra após ouvir o Comitê Governamental de Gestão da Emergência em Saúde Pública – COVID-19 e as instituições e entidades representativas do ensino potiguar.

O decreto, nº 29.634, ainda autoriza a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer a antecipar as férias escolares, ouvindo o Conselho Estadual de Educação. A viabilidade dessa medida ainda será discutida pela pasta.

Atingindo um corpo discente que soma mais de 1 milhão de alunos da educação básica e ensino superior e os profissionais da Educação, este contingente corresponde a cerca de um terço da população do RN. A decisão foi tema de discussão, na tarde de ontem (22) entre o Conselho Estadual de Educação, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, a União dos Dirigentes Municipais de Ensino, a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação, o Sindicato das Escolas Particulares do RN, a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, o Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy e a Secretaria Municipal de Educação de Natal.

“Não é o momento de voltarmos às escolas. Nossa maior preocupação é preservar a saúde dos servidores, nossos alunos e familiares e a população do RN. Seguiremos observando as orientações da Governadora e da Secretaria de Saúde do RN, esperando uma melhora no quadro que estamos enfrentando”, explicou Getúlio Marques, titular da SEEC.

Após apresentarem argumentações sobre a importância da prorrogação, ficaram definidas duas novas reuniões das instituições e entidades representativas do ensino potiguar, nos dias 14 e 21 de maio, para avaliação do quadro da Pandemia e análise de novas medidas no campo da educação.