G1:Corpo de Bombeiros controla incêndio florestal que durava mais de 15 dias no Seridó potiguar

Outro incêndio foi registrado neste sábado (10) na Ilha de Santana, em Caicó, no Seridó potiguar.

Divulgação

O Corpo de Bombeiros conseguiu encerrar, neste sábado (10), o combate a um incêndio que já durava mais de 15 dias em Serra Negra do Norte, no Seridó potiguar. A informação foi confirmada ao G1 pelo comandante da corporação na região, o capitão Lima Verde. Segundo ele, o incêndio estava praticamente controlado nos últimos dias, mas ainda ainda havia alguns pontos de queimada, principalmente na parte de cima da serra.

De acordo com a prefeitura, foram atingidos mais de 3 mil hectares na zona rural de Serra Negra do Norte. O município decretou estado de calamidade e informou que o fogo atingiu pelo menos 12% da Estação Ecológica do Seridó. Na sexta (9), a situação de emergência foi reconhecida pelo Ministério de Desenvolvimento Regional.

Ao G1, o comandante do Corpo de Bombeiros não estipulou a área devastada. “Foi uma área bastante considerável. A parte acima da serra, a parte de baixo, outras serras vizinhas, mas não não precisamos exatamente quanto de área”, disse.

Equipes trabalhavam desde o dia 23 de setembro no local, tentando apagar as chamas. Ainda não há informações sobre como o incêndio teria começado.

De acordo com comandante, o fogo já estava praticamente controlado quando outro foco teria começado nos últimos dias, dificultando o trabalho dos combatentes.

De acordo com o capitão Lima Verde, outro incêndio foi controlado neste sábado (10) na Ilha de Santana, em Caicó, também na região Seridó. O caso foi registrado por volta das 19h.

Três equipes foram enviadas ao local e controlaram as chamas em cerca de meia hora. Ainda assim, o fogo atingiu uma área de cerca de 1 quilômetro. Também não se sabe o que motivou o surgimento do fogo.

“Nessa época do ano a vegetação está muito seca, o que favorece os incêndios. Pode ser provocado por um cigarro, ou uma queimada de plantação. E ai, a pessoa acaba perdendo o controle”, disse o capitão.

Divulgação