Itens para a ceia de natal são facilmente encontrados na Ceasa/RN

Com mais de 400 unidades de comercialização de alimentos, estatal é espaço democrático para compras de fim de ano; lojas e mercados terão horário de funcionamento alterado dia 25 de dezembro

Com a chegada dos festejos de natal e ano novo, alguns alimentos são mais procurados por quem vai fazer refeições especiais no período. Na Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa/RN), maior entreposto de hortifrutigranjeiros do estado, a facilidade de encontrar diversos itens em um só lugar é um diferencial. Quem optar por fazer as compras no órgão, precisa ficar atento ao funcionamento neste fim de ano.

A ameixa está custando R$19,00/kg (nacional) e R$21,00/kg (importada). Já a romã está por R$30,00/kg, o morango está saindo por R$43,00 e o pêssego sai por R$14,00/kg. A uva, outro item que não costuma faltar nos pratos típicos do período, por contar com oito tipos diferentes disponíveis na Ceasa/RN, varia de R$9,50/kg (Itália) até R$23,80/kg (Thompson Extra).

Outros itens como castanha (R$ 86,00/kg), uva passa (R$ 25,00/kg) e farinha (R$4,50/kg) também estão disponíveis nas lojas e mercados da estatal. Esses valores representam a média das cotações realizadas nesta segunda (18) e terça (19). Eles são coletados diariamente e estão disponíveis no site https://transparencia.ceasa.rn.gov.br/cotacoes. Lá é possível conferir uma lista com centenas de insumos.

A Ceasa/RN também dispõe de lojas especializadas em carnes, frangos, ovos, além de temperos variados. Na estatal, em média e com possibilidade de variação, o quilo do peito de frango está custando R$ 11,79, o filé de peito custa R$ 15,66, enquanto o quilo do filé mignon sai por R$ 63,69 e da picanha R$ 55,99.

Funcionamento

Em virtude dos festejos de fim de ano, a Ceasa/RN – incluindo lojas, mercados e setores administrativos – não irá funcionar nos dias 25/12 e 1º de janeiro de 2024. Nos demais dias, a direção do órgão informa que o funcionamento da estatal seguirá os horários de costume:

  • Acesso dos caminhões: a partir da meia-noite;

  • Acesso do público às lojas: das 3h às 13h;

  • Expediente interno das lojas, sem acesso ao público: das 13h às 18h;

  • Serviços administrativos: das 7h às 13h.