Empresas investem em cuidados com a saúde mental de colaboradores para além do Janeiro Branco

Em Natal, a JMT Service realiza momentos coletivos e individuais com seus funcionários para elaborar sua política de saúde mental

Questão cada vez mais atual, a saúde mental no ambiente corporativo é uma das principais pautas dos últimos anos. Segundo o setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, entre 2006 e 2022 foram registradas quase 18 mil notificações por transtornos mentais relacionados ao trabalho. Os dados são alarmantes, não levam em consideração a grande subnotificação dos dados e reforçam a importância de as empresas manterem constância em atividades de cuidado com a mente de seus funcionários.

Em janeiro, mês marcado pela campanha Janeiro Branco – que estimula os cuidados com a saúde mental e o debate sobre a importância desses cuidados –, muitas ações são realizadas no ambiente corporativo com foco na saúde do trabalhador. Em Natal, a empresa especializada em terceirização de mão de obra JMT Service, já tem a tradição de promover espaços com foco neste cuidado.

De acordo com a psicóloga especialista em Psicologia do Trabalho, Rícia de Meneses, que atua como consultora de RH na JMT Service, o ambiente corporativo é, naturalmente, mais propício para situações cotidianas de pressão e cobrança. “Devido ao ritmo cada vez mais acelerado em que vivemos, as doenças psicológicas do trabalho tornam-se cada vez mais comuns. Por isso, é tão importante que as empresas foquem em ações de promoção de bem-estar físico e mental ao longo de todo o ano, e não apenas em datas como o Janeiro Branco e o Setembro Amarelo”, destacou.

Na JMT Service, duas práticas têm destaque por oportunizar aos colaboradores uma escuta especializada e a chance de dialogar sobre situações difíceis ou desafiadoras. Encontros mensais com lideranças e o Café com RH são programas que a empresa desenvolve com foco em dar suporte psicológico para toda a equipe.

“Em ambos os momentos, o colaborador é recebido pela equipe de RH para discutir temas que estão exigindo mais ou sendo um obstáculo a ser superado. Não nos limitamos a debater temas do ambiente de trabalho, mas também questões pessoais que afetem o indivíduo”, explicou Rícia. “Esses encontros também funcionam como um termômetro, com o qual a empresa consegue identificar e atender às necessidades dos colaboradores”, complementou a psicóloga.

IntegraçãoOutros momentos de integração, como palestras e rodas de conversa, também são práticas comuns na JMT. Mesmo entendendo que a saúde mental vai além de campanhas pontuais, a empresa não deixa de vivenciar datas como o Janeiro Branco. Presente em um desses momentos, a coordenadora de controle interno, Luciana do Nascimento, acredita que estas ações são de fundamental importância.

“Além de nos oferecer ferramentas para lidarmos com nossas próprias questões, falar de saúde mental é uma forma de melhorarmos nosso relacionamento interpessoal dentro e fora do local de trabalho”, afirmou Luciana. Ela ainda acredita que esses momentos funcionam como uma descompressão do dia a dia agitado que o trabalho impõe e “quebram a dureza do dia a dia”.

A previsão é que, em 2024, a JMT Service expanda sua política de saúde mental para os colaboradores que atuam como terceirizados em diversos órgãos e empresas.

Fotos: Mateus de Paula