Planejamento patrimonial estratégico auxilia na proteção do patrimônio e na harmonia familiar

 

Especialista alerta para a importância de um plano de sucessão bem estruturado para evitar custos tributários e conflitos familiares.

Embora frequentemente subestimado, o planejamento da sucessão patrimonial é um passo crucial para muitas famílias. A delicadeza do assunto, entrelaçada com questões emocionais e desafios práticos, torna essencial a criação de um plano sólido e personalizado. Nesse contexto, a assessoria especializada em sucessão patrimonial assume um papel fundamental, minimizando custos e garantindo a preservação e transferência segura do patrimônio familiar às próximas gerações.É o que explica o sócio estratégico Norte/Nordeste da Delta Flow Investimentos Paulo Henrique. Ele destaca a importância de um planejamento estratégico para reduzir os custos tributários relacionados à transferência de bens entre gerações. “É um trabalho feito a muitas mãos”, afirma Paulo Henrique, que ressalta a necessidade de uma equipe experiente e qualificada para auxiliar nesse processo.”Identificamos diversos casos de famílias que estruturaram seus patrimônios com contadores, pagaram caro, mas sem as devidas cláusulas de proteções personalizadas. Cada planejamento é único, feito sob medida para atender às necessidades de cada núcleo familiar ou empresarial”, destaca.Assessoria para todos os portes de patrimônioEngana-se quem pensa que a assessoria em planejamento patrimonial é direcionada apenas a grandes fortunas. Paulo Henrique enfatiza que “qualquer família que tenha constituído patrimônio imobiliário, empresarial ou financeiro de pelo menos 1 milhão de reais” pode e deve se beneficiar desse tipo de serviço.

“Nos antecipamos às mudanças futuras, principalmente nas alíquotas do imposto de sucessão, que no Brasil possui um teto de 8%, uma das menores do mundo”, explica o especialista.”Ações preventivas incluem a atualização constante da empresa patrimonial, holding, e ajustes no planejamento conforme alterações na família, como a entrada de novos membros”, afirma Paulo Henrique.

Um planejamento sucessório eficaz vai além da economia com impostos. Segundo o sócio estratégico da Delta Flow, ele também mitiga riscos de conflitos familiares em relação à partilha dos bens, assegurando que a vontade do falecido seja respeitada em um ambiente jurídico harmonioso e equitativo. “A assessoria é essencial para a proteção do patrimônio e a garantia da harmonia familiar”, reforça o especialista.”É fundamental se antecipar a possíveis complicações com um planejamento cuidadoso e especializado”, finaliza.