G1: Governo prorroga decreto que determina toque de recolher no RN até 23 de abril

Prorrogação foi publicada nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial do Estado.

Comércio fechado na praia de Ponta Negra, em Natal, em domingo com toque de recolher no RN — Foto: Lucas Cortez
llucas Cortez

O governo do Rio Grande do Norte prorrogou por mais uma semana o decreto que determina toque de recolher, entre outras medidas de prevenção à Covid-19. Um novo decreto foi publicado nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial do Estado e as medidas que antes valiam até esta sexta-feira (16) passaram a vigorar até o dia 23 de abril. Pelo menos mais três pontos do decreto também foram alterados – veja abaixo.

Em publicação nas redes sociais, a governadora do estado, Fátima Bezerra (PT), disse que a recomendação do comitê científico era de aplicação de medidas ainda mais rígidas, mas afirmou que levou em conta “as variáveis do ponto de vista econômico e social”.

“Continuamos ampliando leitos e adotando as medidas necessárias para a proteção das pessoas. Continuamos cobrando, junto ao Governo Federal, celeridade no envio das vacinas. Mas o momento ainda é delicado e precisamos fazer o que estiver ao nosso alcance para salvar vidas”, afirmou.

Além de alterar a data, o novo decreto alterou os seguintes pontos:

  • Liberou funcionamento de centros de artesanato
  • Liberou todas as atividades esportivas profissionais, desde que previstas em agendas de campeonatos oficiais, com proibição de público e obrigatoriedade de testagem de todos os participantes um dia antes.
  • Permissão para funcionamento de restaurantes de hotéis, exclusivamente para hóspedes, aos domingos

O decreto publicado no dia 1º de abril e agora prorrogado estabeleceu toque de recolher das 20h às 6h de segunda a sábado e de 24 horas aos domingos e feriados. O documento também flexibilizou o funcionamento de igrejas, comércios e escolas, desde que seguidas normas específicas. No decreto anterior os serviços estavam proibidos de funcionar.

Conforme o decreto, lojas e serviços em geral podem funcionar das 8h30 às 16h30; centros comerciais, shopping center, galerias e estabelecimentos congêneres das 10h às 20h; food parks, restaurantes, bares, lojas de conveniência e similares das 11h às 20h. A venda e consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes segue proibida.

Não se aplicam as medidas de toque de recolher às seguintes atividades:

  • serviços públicos essenciais;
  • serviços relacionados à saúde, incluídos os serviços médicos, hospitalares, atividades de podologia, entre outros;
  • farmácias, drogarias e similares, bem como lojas de artigos médicos e ortopédicos;
  • supermercados, mercados, padarias, feiras livres e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar, vedada a consumação no local no período do toque de recolher;
  • atividades de segurança privada;
  • serviços funerários;
  • petshops, hospitais e clínicas veterinária;
  • serviços de imprensa e veiculação de informação jornalística;
  • atividades de representação judicial e extrajudicial, bem como assessoria e consultoria jurídicas e contábeis e demais serviços de representação de classe;
  • correios, serviços de entregas e transportadoras;
  • oficinas, serviços de locação e lojas de autopeças referentes a veículos automotores e máquinas;
  • oficinas, serviços de locação e lojas de suprimentos agrícolas;
  • oficinas e serviços de manutenção de bens pessoais e domésticos, incluindo eletrônicos;
  • serviços de locação de máquinas, equipamentos e bens eletrônicos e eletrodomésticos;
  • lojas de material de construção, bem como serviços de locação de máquinas e equipamentos para construção;
  • postos de combustíveis e distribuição de gás;
  • hotéis, flats, pousadas e acomodações similares;
  • atividades de agências de emprego e de trabalho temporário;
  • lavanderias;
  • atividades financeiras e de seguros;
  • imobiliárias com serviços de vendas e/ou locação de imóveis;
  • atividades de construção civil
  • serviços de telecomunicações e de internet, tecnologia da informação e de processamento de dados;
  • prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doenças dos animais;
  • atividades industriais;
  • serviços de manutenção em prédios comerciais, residenciais ou industriais, incluindo elevadores, refrigeração e demais equipamentos;
  • serviços de transporte de passageiros;
  • serviços de suporte portuário, aeroportuário e rodoviário;
  • cadeia de abastecimento e logística

Câmara aprova Lei que cria campanha “Doadores do Futuro” nas escolas públicas

Elpidio Júnior

Com o objetivo de conscientizar os alunos das escolas públicas da rede municipal de Natal sobre a importância da doação voluntária de sangue, a Câmara Municipal aprovou, em segunda discussão, na tarde desta quarta-feira (14), durante Sessão Ordinária remota, o projeto de Lei N° 249/2018, de autoria do vereador Robson Carvalho (PDT). A matéria consiste na promoção de cursos, seminários e ações de incentivo durante o período letivo para alunos, familiares e a comunidade das escolas. 

“O objetivo é fazer uma campanha permanente buscando a expansão e o aumento do banco de sangue para pessoas que estão precisando. Então, precisamos estimular as crianças e adolescentes para que ela possa criar essa cultura de um futuro doador, estimulando a expansão da doação de sangue”, explicou o autor vereador Robson Carvalho. Favorável à matéria, a vereadora Brisa Bacchi (PT) completou: “Que a gente possa dentro dessa campanha reforçar que todos e todas possam fazer a doação de sangue, independente da sua sexualidade, ou orientação sexual”, ressaltou. 

No decorrer da sessão, a Casa ainda apreciou cinco vetos do poder Executivo, quanto a projetos de lei que foram aprovados pelo Legislativo. Por maioria, quatro desses vetos foram mantidos, sendo um deles a PL 116/2018, de autoria do ex-vereador Fernando Lucena que autorizava o Poder Executivo a isentar o IPTU de idosos, aposentados, pensionistas ou desempregados acima de 60 anos. Outro veto mantido foi a Lei 236/2018, de autoria do ex-vereador Sérgio Pinheiro que tratava do uso de recursos decorrentes de contrato de prestação para coleta seletiva pelas associações ou cooperativas formadas por pessoas físicas de baixa renda, reconhecidas pelo poder Público. 

Outro veto apreciado e debatido pelo parlamento foi ao projeto de Lei 144/2020, de autoria do vereador Robson Carvalho que trata da criação de um programa de Acompanhamento Psicológico aos Profissionais da Saúde no município. Neste caso, os vereadores foram a favor da derrubada do veto. 

Ministério já distribuiu mais de 50 milhões de vacinas contra covid-19

Desde o início da campanha, foram aplicadas 31,9 milhões de doses

Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. A cidade do Rio de Janeiro retoma hoje (25) sua campanha de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos da população em geral. Hoje serão vacinados os idosos com 82 anos.

O Ministério da Saúde já distribuiu mais de 50 milhões de doses de vacina contra a covid-19 em todo o país desde o início da campanha. “Até o momento, mais de 31,9 milhões de doses foram aplicadas em todo o país”, informou hoje (15), em nota, a pasta.

A marca foi atingida nesta semana, com o envio de mais 6,3 milhões de doses aos estados e ao Distrito Federal, o que resultou em um total de 53,9 milhões de doses desde o início da campanha de vacinação.

Segundo o ministério, a remessa abrange 3,8 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); e 2,5 milhões de doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan – ambas produzidas no Brasil a partir de matéria-prima importada. O envio será feito “de forma proporcional e igualitária” entre as unidades federativas, a partir de amanhã (16).

“Nessa leva, parte das vacinas será destinada para a primeira dose de idosos entre 60 e 69 anos, trabalhadores da saúde e forças de segurança e salvamento e Forças Armadas”, informou o ministério. Outra parcela dos imunizantes vacinará, pela segunda vez, trabalhadores da saúde, idosos entre 65 e 69 anos, além de 100 mil moradores do Amazonas.

Fonte: agência Brasil

Operação tapa buracos: Lagoa Nova e Nossa Senhora da Apresentação recebem serviços nesta quinta

Operação tapa buracos: Lagoa Nova e Nossa Senhora da Apresentação recebem serviços nesta quinta

Nesta quinta-feira (15), os bairros de Lagoa Nova, na zona Sul, e Nossa Senhora da Apresentação, na região Norte, recebem os serviços da Operação tapa buracos, da Prefeitura do Natal. O destaque é a manutenção da rede de drenagem.

Durante o dia, as equipes da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov) estarão nas ruas Dr. José Gonçalves, em Lagoa Nova, e Guarandi, no Pajuçara, com manutenção de suas galerias. “E fora, iremos à lagoa de captação do Primavera, no Nossa Senhora da Apresentação, com limpeza e manutenção do espaço”, ressaltou o secretário Carlson Gomes, titular da Semov.

Ainda hoje, as equipes do setor de Conservação da Semov estarão nas ruas Claudionor Figueiredo, em Nova Descoberta, e Alterosa, no Serrambi II.

Zona Oeste
Os serviços desta quinta-feira serão finalizados com aplicação de asfalto. “Fechamos na rua Bela Vista, no bairro de Cidade Nova. Amanhã, novas ruas, travessas e avenidas receberão os serviços da Operação”, finalizou o secretário Carlson Gomes.

Sindcomércio entrega cestas básicas para trabalhadores do setor de eventos de Macaíba

Ação faz parte do projeto Mesa Farta do Sistema Fecomércio RN, que está doando, ao todo 5.000 cestas para trabalhadores do Comércio, Serviços e Turismo do estado

Divulgação

O Sindicato do Comércio Varejista de Macaíba (Sindcomércio) fez a entrega de 70 cestas básicas aos membros instituição Fornecedores de Eventos de Macaíba (FEM), na quarta-feira (14), na Casa do Empresário. A ação faz parte do projeto Mesa Farta, no qual o Sistema Fecomércio Rio Grande do Norte está entregando 5 mil cestas básicas aos trabalhadores do Comércio, Serviços e Turismo do estado que foram impactados fortemente com a pandemia do novo Coronavírus, perdendo seus empregos.

O presidente do Sindcomércio Macaíba, Luiz Lacerda, comentou que é preciso, mais do que nunca, que empresário e colaborador estejam unidos para superar os problemas da pandemia juntos, já que um depende do outro. “Essa é mais uma forma que encontramos de ajudar aqueles que estão conosco no dia a dia do trabalho. Essa ação do Sistema Fecomércio RN, junto com os sindicatos, pretende levar um alivio para a casa dos trabalhadores potiguares, principalmente do setor de eventos, que pararam suas atividades desde março de 2020”, afirmou Lacerda.

A presidente do FEM, Isabelly Lima, acompanhada de toda a diretoria da entidade, agradeceu a atitude ao presidente Luiz Lacerda, “pelo gesto solidário nesse momento tão delicado. A união faz a força”. Também acompanhou a distribuição, representando a CDL Macaíba, o vice-presidente João Maria Alves da Silva.

O projeto Mesa Farta também acontece em outras cidades do estado, como Mossoró, Santa Cruz, Caicó, Currais Novos, Nova Cruz, São Paulo do Potengi e Assú, em parceria com os sindicatos filiados à Fecomércio RN.

Marcelo Miranda é destaque da playlist ‘Melhores Sertanejos 2021’ no Spotify

O músico, cantor e compositor Marcelo Miranda segue fazendo sucesso na internet. O paulista, que adotou Natal como a sua cidade do coração, entrou como um dos destaques da Playlist “Melhores Sertanejos 2021”, no Spotify, com o hit “Vou Cair na Bebedeira”, um dos seus grandes sucessos, e Pequi, sua atual música de trabalho.

No último mês, Marcelo lançou o seu novo CD autoral. Intitulado “Do Modão ao Piseiro”. O novo álbum é formado por uma mistura do sertanejo com o piseiro, ritmo que vem fazendo muito sucesso no Nordeste. Músicas como ‘De tanto beber’, ‘Dois fardos’ e muito mais estão no repertório. São 14 faixas misturando Forró e Sertanejo em músicas autorais. O trabalho está agradando muito os fãs e baladeiros de todo o Brasil.

Em 2020, ano desafiador para todos com a pandemia da Covid-19, o cantor se aproximou ainda mais dos seus fãs na internet, com a realização de Lives e produção de novas músicas. Acompanhe o trabalho de Marcelo Miranda nas redes sociais. Siga o cantor no instagram @marcelomirandaf e se inscreva no canal do Youtube @marcelomiranda.

Informações à imprensa:
Mosaique Comunicação
http://mosaiquecomunicacao.com.br
Ulysses Freire – DRT 1716/RN – (84) 98829-4375

Prefeitura de Parnamirim: Semur fiscaliza descarte irregular de materiais

Divulgação

A Prefeitura de Parnamirim atua essa semana nas ruas da cidade para notificar situações denunciadas pela população de crimes ambientais, poluição sonora, visual, e descarte indevido de materiais. Diversos estabelecimentos e residências foram notificados a prestar esclarecimentos à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, quanto às situações denunciadas. Os agentes da Semur estão nas ruas dando vazão às demandas que chegam presencialmente na secretaria ou pelo telefone 3644-8249.

Fecomercio: Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea

Os trabalhadores com idade entre 18 e 24 anos foram os mais prejudicados pela pandemia de covid-29. A taxa de desocupação subiu de 23,8% no quarto trimestre de 2019 para 29,8% no mesmo período de 2020, o que corresponde a quase 4,1 milhões de jovens à procura de emprego.

No recorte por escolaridade, o desemprego foi maior para os trabalhadores com ensino médio incompleto: alta de 18,5% para 23,7%, na mesma base de comparação. Em contrapartida, a ocupação dos que têm ensino superior continuou crescendo e houve alta de 4,7%, na comparação entre os números de trabalhadores nesta condição, nos respectivos trimestres de 2019 e 2020.

Os dados constam da Carta de Conjuntura divulgada hoje (14) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

De acordo com a Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), embora a ocupação tenha voltado a crescer após ter atingido, em julho do ano passado, o menor valor da série (80,3 milhões), em janeiro deste ano, havia 86,1 milhões de trabalhadores ocupados no país, bem abaixo do observado antes da pandemia (94 milhões em janeiro de 2020).

Para a economista Maria Andréia Lameiras, autora do estudo, a crise sanitária potencializou as diferenças existentes no mercado de trabalho. “À medida que os dados das PNADs contínuas foram disponibilizados, o cenário de forte deterioração, que conjuga desemprego elevado e aumento da subocupação e do desalento, foi se tornando cada vez mais evidente, principalmente nos segmentos mais vulneráveis, os jovens e os menos escolarizados, cuja probabilidade de transitar da desocupação e da inatividade para a ocupação, que já era baixa, se tornou ainda menor”.

Recortes analisados

O documento da Carta de Conjuntura do Ipea mostra que, no quarto trimestre de 2020, a taxa de desemprego para o sexo feminino (16,4%) foi superior à do sexo masculino (11,9%). No recorte regional, ainda no último trimestre do ano, as regiões Nordeste e Sudeste tiverem maior incremento na taxa de desemprego: de 13,6% para 17,2% e 11,4% para 14,8%, respectivamente.

Na análise do emprego setorial, o segmento de serviços foi o maior prejudicado, com queda de 28% da ocupação no quarto trimestre de 2020, fortemente impactado pela paralisação do setor em razão do distanciamento social imposto pela pandemia.

A perspectiva para 2021 é de que, apesar da expectativa de aceleração da atividade econômica, as vagas geradas não devem ser suficientes para suprir o desemprego. Segundo o Ipea, a taxa de desocupação deve continuar elevada.

A análise tem como base o cruzamento de diversos dados da Pnad Contínua e do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia.

G1: Governadora do RN anuncia chegada de mais 89,4 mil doses de vacinas contra Covid-19

Gestora confirmou informação recebida do Ministério da Saúde. São 36.400 mil imunizantes da CoronaVac e 53 mil de Oxford/AstraZeneca

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou nesta quarta (14), através de uma rede social, que o estado vai receber um novo lote com mais 89.400 doses da vacina contra Covid-19. Segundo a gestora, a confirmação foi dada pelo Ministério da Saúde.

A expectativa é que as vacinas cheguem ao estado nesta quinta (15).

Ao todo, serão 36.400 imunizantes da CoronaVac e 53 mil de Oxford/AstraZeneca. Fátima Bezerra afirmou que “deste lote, são 54.752 vacinas para primeira dose e 26.470 para segunda dose, entre doses de CoronaVac e AstraZeneca”.

O lote mais recente recebido no estado foi no dia 8 de abril com 69 mil doses.

O Rio Grande do Norte já recebeu 604.040 doses de CoronaVac e 150.650 da Oxford/Asrazeneca desde o início da vacinação.

Natal sem segunda dose

Em Natal a aplicação da segunda dose da CoronaVac foi suspensa na última segunda-feira (12) porque as vacinas acabaram. Na ocasião, a SMS informou que assim que chegarem novas doses a vacinação será retomada.

Vacina CoronaVac doses frascos Natal RN Covid-19  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Câmara discute PL que cria frota suplementar no transporte público de Natal

Divulgação

Durante a tarde desta terça-feira (13), a Câmara Municipal de Natal se reuniu em Sessão Ordinária remota para apreciar, em regime de urgência, uma matéria de autoria do vereador Milklei Leite (PV), que instituía a frota suplementar de emergência no transporte coletivo, com o objetivo de conter as aglomerações pelo período de duração do estado de calamidade causado pela pandemia da Covid-19. 

Durante as discussões, os parlamentares justificaram os seus posicionamentos, e ao final, a urgência da matéria foi rejeitada pela maioria. Uma das justificativas apresentadas é que o projeto precisa tramitar pelas comissões, para que possa ser aprimorado e ter também a inclusão de emendas para melhorá-lo. “Quero parabenizar o autor pela iniciativa em trazer esse projeto de lei muito importante, diante da necessidade de realmente tomarmos um posicionamento para minimizar essa questão da aglomeração, mas vejo também que podemos ampliar a discussão”, citou o vereador Geovane Peixoto (PTB). 

“Apresentei esse projeto no intuito de que transporte escolar, transporte alternativo que estão parados possam fazer o transporte durante o horário de pico, assim como o transporte de fretamento e de turismo. O que nós observamos durante todo esse tempo é que os ônibus superlotados estão todos os dias e as empresas não estão cumprindo as ordens expedidas”, explicou o vereador Milklei Leite (PV).