Skip to main content

Prefeitura de Natal: CCZ de Natal realiza vacinação antirrábica na região oeste

CCZ de Natal realiza vacinação antirrábica na região oeste
Bairros da Zona Oeste terão vacinação casa a casa realizada por ruas

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde de Natal vem realizando o bloqueio com imunização antirrábica para cães e gatos, a partir de três meses de idade, à domicílio, no período de 26 de janeiro a 08 de fevereiro das 7h às 13h, podendo sofrer alterações, nos bairros de Cidade da Esperança, Felipe Camarão e Nossa Senhora do Nazaré, região pertencente ao Distrito Sanitário Oeste.

De acordo com a chefe do CCZ, Vaneska Gadelha, o motivo é devido ao surgimento de um caso de quiróptero (morcego) positivo para raiva nesta localidade. A medida protetiva é adotada como forma de minimizar os riscos de contaminação de animais domésticos, bem como, preservar a integridade de seus tutores.

Os profissionais do CCZ Natal estão se apresentando devidamente fardados para realizar a vacinação no domicílio, munidos dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) – máscaras, luvas, álcool 70% e aventais, para evitar a propagação da Covid-19 e Síndrome Gripal.

A SMS Natal orienta a população, se possível, levar o animal até o portão ou entrada da residência, e de preferência que  o tutor ou responsável esteja utilizando máscara, para garantir a sua proteção, durante a realizada a vacinação do animal.

Bairros e ruas da vacinação antirrábica

Cidade da Esperança

Rua Cajazeiras

Rua do Lima

Avenida Rio Grande do Sul

Rua Campina Grande

Rua Catolé do Rocha

Rua Santa Rita

Rua Santa Maria

Rua Caxias do Sul

Rua São Gabriel

Rua São Leopoldo

Rua Porto Alegre

Rua Baía Formosa

Rua Encanto

Tv. Santa Maria

Rua do Atum

Rua da Carpa

Rua Ibiara

Rua Princesa

Rua Condado

Rua Soledade

Rua Guarabira

Rua Luiz Gomes

Rua Oeste

Rua Bagé

Rua Cruz Alta

Rua Conceição

Rua Antônio Prado

Felipe Camarão

Rua dos Campos

Rua do Atum

Rua da Carpa

Governo publica critérios para universalização da internet na educação

Medida abrange educação básica pública

O Diário Oficial da União de hoje (28) publica decreto que regulamenta e estabelece critérios de transferência automática de recursos às unidades federativas, com o objetivo de garantir acesso à internet “com fins educacionais” a alunos e professores da educação básica pública.

Ao regulamentar a lei nº14.172, publicada em junho de 2021, o decreto nº 10.952, divulgado nesta sexta-feira, detalha como serão feitas as transferências por meio da Plataforma +Brasil, sistema que integra as bases de gestão de transferências de recursos da União.

A transferência, feita em parcela única de R$ 3,5 bilhões aos estados e ao Distrito Federal, é um apoio financeiro, dado em razão da calamidade pública decorrente da pandemia, de forma a, em colaboração com os municípios, “proporcionar equidade na universalização do ensino”.

Diretrizes

O decreto apresenta algumas diretrizes para a aplicação desses recursos e descreve como serão a operacionalização das transferências e os prazos.

Caso os recursos (e os rendimentos obtidos a partir de sua aplicação) não sejam aplicados, os saldos remanescentes deverão ser restituídos à Conta Única do Tesouro Nacional por meio da emissão e do pagamento de Guia de Recolhimento da União.

O decreto apresenta, também, anexos que servirão de modelo para a apresentação do relatório de gestão final.

Fonte: Agência Brasil

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 70,7%; Região Oeste tem 80,9%  

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 70,7%, registrada no início da tarde desta sexta-feira (28). Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 238.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 67% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 80,9% e a Região Seridó tem 60%.

Até o momento desta publicação são 19 leitos críticos (UTI) disponíveis e 106 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 36 disponíveis e 132 ocupados.

Outros 25 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 59 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

Fonte: Blog do BG

CAPITAIS BRASILEIRAS, INCLUINDO NATAL, ESTÃO PREPARADAS PARA LANÇAR A INTERNET 5

CAPITAIS BRASILEIRAS, INCLUINDO NATAL, ESTÃO PREPARADAS PARA LANÇAR A INTERNET 5

Doze capitais brasileiras estão totalmente aptas a lançar a internet 5G para a população, tanto sob a perspectiva tecnológica quanto jurídica. Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Natal, Palmas, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo, Vitória, Aracaju e Boa Vista já atualizaram suas legislações locais para ofertar a nova internet. As demais capitais ou estão parcialmente adaptadas ou preparam a atualização da legislação municipal. Atualmente, a Lei Geral das Antenas (Lei nº 13.116/2015) e o Decreto nº 10.480/2020 possibilitam que a implantação da nova tecnologia ocorra em todas as capitais e municípios. No entanto, é importante que todos atualizem suas normativas para disponibilizar mais antenas e oferecer um 5G mais rápido e com mais qualidade.

Com isso em vista, o MCom e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) têm feito um trabalho estreito junto aos municípios, sugerindo adequações às legislações locais e elucidando dúvidas, no intuito de eliminar eventuais obstáculos à redução do déficit de conectividade. “Nossa missão é garantir a tecnologia 5G conectando o Brasil e levando a internet para todos os brasileiros”, pontua o ministro das Comunicações, Fábio Faria. “Ao longo dos anos, faremos com o que o país tenha assegurado a cada um o direito de acesso à internet; todos nós sabemos a importância que isso tem”, enfatiza.

O cálculo é simples: com as leis atuais, a nova geração da tecnologia de telefonia móvel chegará em todos os 5.570 municípios brasileiros — primeiro nas capitais e depois, gradativamente, nos demais municípios. Contudo, o sinal 5G, para cobrir toda a cidade, precisa de muito mais antenas. Por isso, quanto mais moderna for a legislação municipal, mais rápido a cidade terá ampla cobertura do 5G. Os municípios com legislações adaptadas à Lei Geral das Antenas serão os primeiros a contar com todos os benefícios da tecnologia. Devido à complexidade para receber e disponibilizar a tecnologia, o edital possui metas fixadas ano a ano para levar gradualmente a cobertura a todo o país. No caso de 100% dos municípios, o prazo vai até 2029.

Grande parte das questões relacionadas à instalação de infraestruturas de telecomunicações foi superada com a edição do Decreto nº 10.480/2020. Seu artigo 11º, por exemplo, aborda o “silêncio positivo”, detalhando que o órgão ou entidade competente tem até 60 dias como prazo para a expedição de licenças. Se não houver decisão até o encerramento do prazo, a entidade interessada fica autorizada a realizar a instalação da infraestrutura de telecomunicações. O dispositivo confere muita agilidade aos processos de licenciamento e, desse modo, contribui para a implantação das redes 5G no Brasil.

INFRAESTRUTURA — Na geração anterior da telefonia, antenas eram tratadas como “edifícios”: sua instalação exigia regras condicionadas a parâmetros urbanísticos, com imposições de distanciamento ou largura mínima de ruas. “Muitas legislações municipais não são aplicáveis à realidade atual”, pontua o secretário de Telecomunicações do MCom, Artur Coimbra. O Decreto, por exemplo, traz regras objetivas para a dispensa de licenciamento às infraestruturas de pequeno porte em área urbana. “Este é mais um dispositivo que contribui para a expansão das redes 5G, que, em comparação a tecnologias anteriores, requerem maior densidade de antenas (mas de menor tamanho)”, explica o secretário.

Quanto às competências municipais, a Lei Geral das Antenas já estabeleceu diretrizes e regras a serem observadas pelos municípios para o tratamento das infraestruturas de suporte – daí a importância das atualizações legislativas, a fim de absorvê-las e adotá-las. Em outra linha, a Lei nº 11.934/2009, no tema da exposição dos habitantes aos campos eletromagnéticos, também já estabeleceu quais são os limites e incumbiu à Anatel a competência de regulamentar e fiscalizar nesse campo.

Ainda cabe reforçar a importância das regras estabelecidas no edital do leilão das faixas do 5G. O documento definiu que as operadoras podem iniciar a execução de seus compromissos de atendimento por serviço 5G a partir de municípios cujas legislações e procedimentos administrativos estejam aderentes à Lei Geral das Antenas. Na prática, isso significa que os municípios têm um estímulo adicional para melhorarem seus processos de licenciamento de infraestrutura de telecomunicações.

CRONOGRAMA DE CHEGADA DO 5G — Todas as capitais brasileiras já estão preparadas para lançar a internet 5G para a população até 31 de julho deste ano, conforme previsto no edital da Anatel. Dentro desse prazo, de acordo com o cronograma definido no leilão das faixas de radiofrequência, as sedes estaduais precisam oferecer, no mínimo, uma antena para cada 100 mil habitantes.

Para que a tecnologia 5G esteja ativa no país, um número de antenas até 10 vezes maior do que temos hoje será necessário, devido ao aumento exponencial do volume de dados que será transmitido. Para municípios com população igual ou superior a 30 mil habitantes (1.174), existe um compromisso crescente, a cada ano: até julho/2025, por exemplo, a meta é ampliar a quantidade de antenas nas capitais e no Distrito Federal e atender os municípios com população igual ou superior a 500 mil habitantes (no mínimo 1 antena para cada 10 mil habitantes). Até julho/2028, o compromisso é atender 50% dos municípios com população igual ou superior a 30 mil habitantes. Para cidades com menos de 30 mil habitantes (4.396), a meta é atender todos até dezembro/2029.

Fonte: Hilneth Correia.

Explosão do vulcão em Tonga afeta atmosfera de SP e colore céu

Coloração diferenciada no céu acontece devido aos aerossóis produzidos após a erupção, que ocorreu no último dia 15 de janeiro

Efeitos da explosão do vulcão de Tonga podem ser notados no céu em São Paulo

Efeitos da explosão do vulcão de Tonga podem ser notados no céu em São Paulo

Os efeitos da nuvem de dejetos que foi expelida na atmosfera após a erupção do vulcão submarino Hunga-Tonga, no último dia 15 de janeiro, podem ser sentidos em algumas regiões do estado de São Paulo, de acordo com o Climatempo.

Esses efeitos foram notados na coloração diferenciada do céu no amanhecer desta quarta (26) e quinta-feira (27).

 

A professora e pesquisadora do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP (Universidade de São Paulo), Marcia Yamasoe, explica que os aerossóis produzidos pela explosão do vulcão de Tonga já estão presentes na alta atmosfera e podem ser notados tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro e Minas Gerais.

O colorido do céu poderá ser visto ainda por várias semanas ao amanhecer e ao entardecer.

A explosão do vulcão gerou um grande tsunâmi no Pacífico Sul, que devastou a região de Tonga e teve grande impacto em outras ilhas da Oceania, como a Samoa Americana e Ilhas Fiji.

Dias depois da erupção do vulcão, a nuvem causada pela explosão ainda era tão espessa que dificultava a chegada de ajuda humanitária. A onda de choque gerada pela explosão desse vulcão atravessou o oceano e causou o derramamento de óleo na costa do Peru, o que está sendo considerado um dos mais graves acidentes ecológicos na costa peruana.

Fonte: R7

  Anvisa libera venda de autotestes de Covid-19; empresas terão que pedir registro dos produtos

 

 

 


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu, nesta sexta-feira (28), que vai liberar a venda de autotestes de Covid-19 no Brasil.

A decisão não tem efeito imediato: cada empresa interessada em comercializar sua versão do produto precisa pedir o registro junto à agência, que vai analisar cada solicitação. A Anvisa informou que espera ter os primeiros produtos aprovados em fevereiro.

Resumo da decisão em 5 pontos:

  1. Anvisa liberou a venda de autotestes, mas empresas precisam pedir registro antes da comercialização em farmácias ou estabelecimentos da área de saúde;
  2. Resultado positivo não será considerado como caso confirmado de Covid-19;
  3. Empresas podem – voluntariamente – criar sistemas com QRCode para registro dos resultados;
  4. Autoteste servirá como triagem: Ministério disse à Anvisa que vai orientar busca por atendimento médico para quem testou positivo;
  5. Resultado do autoteste não servirá para apresentação para viagens ou atestado médico.

 

A medida vale apenas para os testes de antígenos (feito a partir do swab que coleta o material no fundo da boca e do nariz e busca sinais de anticorpos gerados após a infecção), e não se aplica ao teste RT-PCR (mais preciso, mais demorado e que detecta a presença do material genético do coronavírus)

De acordo com os diretores da Anvisa, ficou definido que o Ministério da Saúde vai incluir orientações sobre o uso dos autotestes em uma atualização do “Plano Nacional de Expansão de Testagem para Covid-19” (PNE Teste).

Além disso, sem impor como condição, a Anvisa espera que as empresas desenvolvam estratégias para que – voluntariamente – os compradores dos autotestes informem os resultados por meio de sistema na internet.

Anvisa aceitou a argumentação do Ministério da Saúde de que é preciso diferenciar o “registro do resultado de um autoteste” e a “notificação de um caso de Covid”.

“A partir do resultado positivo, procure uma unidade de atendimento de saúde (ou teleatendimento) para que um profissional de saúde realize a confirmação do diagnóstico, notificação e orientações pertinentes”, afirmou a relatora Cristiane Rose Jourdan Gomes, citando o ministério da Saúde.

Política pública

 

A diretora Cristiane Jourdan destacou que os autotestes já são usados em países como Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos, e apontou que o produto tem potencial para ser uma “estratégia de triagem” e medida adicional no combate à pandemia.

Entenda como funciona o autoteste para detectar Covid

Ela votou pela liberação, considerando que a aprovação vai estar vinculada ao uso dos autotestes dentro de uma política pública que ira constar no PNE Teste.

O diretor Rômison Rodrigues Mota explicou que recebeu do Ministério da Saúde a confirmação de que um novo capítulo dedicado aos autotestes será incluído no PNE Teste. A expectativa é que o texto seja divulgado ainda nesta sexta-feira.

Rômison Mota ressaltou que o resultado do autoteste não servirá para apresentação para viagens ou atestado médico.

Decisão após debate adiado

 

Na semana passada, a maioria dos diretores da Anvisa decidiu pelo adiamento da decisão para cobrar mais dados do Ministério da Saúde. A liberação dos autotestes foi pedida pela pasta do ministro Marcelo Queiroga diante da explosão do número de casos com a chegada da variante ômicron.

Em seus posicionamentos, os diretores criticaram a falta de uma política pública do Ministério da Saúde para testagem ampla da população. Os diretores também apontaram a falta de regulamentação sobre o uso do autoteste, apesar de ela ter sido cobrada durante o processo.

Um dos principais pontos levantados pela Anvisa era a falta de orientação sobre como se dará a notificação, ou seja, se os casos positivos serão incluídos no balanço oficial. Os testes realizados dentro das farmácias são contabilizados regularmente.

Especialistas fora da agência também fizeram críticas ao ministério e cobraram, entre outros pontos, que os testes sejam distribuídos gratuitamente, que os resultados sejam incorporados aos balanços oficiais e que testagem seja ampliada no país.

Empresas são favoráveis à notificação de resultados

 

Autoteste de Covid: veja como exame poderá ser usado no Brasil caso Anvisa autorize

 

Autoteste de Covid: veja como exame poderá ser usado no Brasil caso Anvisa autorize

Em entrevista à GloboNews, Carlos Eduardo Gouvêa, presidente da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial, defendeu a criação de uma plataforma comum onde todos os compradores dos testes informem voluntariamente seus resultados.

“Em relação ao aplicativo, essa informação vai ser dada para um aplicativo que vai ter que se hospedar em uma plataforma pública. O importante é você consolidar os dados e deixar à disposição do Ministério. O Ministério pode receber a migração desses dados a qualquer momento. Ainda não está claro onde vai ser encaminhado. Vai para o ConecteSus? Isso é um detalhe que vai ser obviamente esclarecido nas próximas semanas”, disse Gouvêa ainda antes de a divulgação do resultado da votação na Anvisa.

O que é o autoteste?

 

O autoteste é parecido com o teste rápido, mas pode ser feito por leigos, em casa. O kit vem com um dispositivo de teste, tampão de extração, filtro e o swab – uma espécie de cotonete usado para a coleta nasal, a mais comum.

O chamado “teste de antígeno” é capaz de identificar o antígeno viral, que é uma estrutura do vírus que faz com que o corpo produza uma resposta imunológica contra ele – os anticorpos.

Os testes de antígeno detectam essas estruturas. Se ele dá positivo, significa que a pessoa está infectada no momento do teste – e pode infectar outras.

Fonte: Globo

 

 

 

Drive-thru com testagem para Covid-19 é aberto na Arena das Dunas e registra alta demanda nesta sexta (28)


Ponto de testagem para Covid-19 em formato drive-thru na Arena das Dunas, em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Ponto de testagem para Covid-19 em formato drive-thru na Arena das Dunas, em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

A Prefeitura de Natal abriu na manhã desta sexta-feira (28) um ponto de testagem para Covid-19 em formato drive-thru na Arena das Dunas, em Natal. No horário de abertura, às 8h, já havia carros na fila. Porém diferentemente da vacinação, as pessoas precisaram descer dos veículos para realizar o teste.

A demanda foi intensa, mas a fila andava de forma lenta, inclusive porque em alguns veículos havia mais de uma pessoa para ser testada.

Drive-thru de testagem para a Covid-19 em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Drive-thru de testagem para a Covid-19 em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

A prefeitura pediu que a população leve impresso e preenchido o formulário com dados da pessoa a ser testada, disponível no site https://vacina.natal.rn.gov.br/ – o que agiliza o processo. Mas em alguns casos, no primeiro dia, o formulário teve que ser preenchido pelos servidores, o que também atrasou o andamento.

Segundo a prefeitura, não é preciso prescrição médica para realizar o teste.

 

Testagem para a Covid-19 em ponto de drive-thru aberto pela prefeitura de Natal na Arena das Dunas  — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Testagem para a Covid-19 em ponto de drive-thru aberto pela prefeitura de Natal na Arena das Dunas — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

É o caso dos irmãos Marcele e Michel Portela, que procuraram o local porque tiveram contato com pessoas com diagnóstico positivo para a doença.

Após o teste, os usuários recebem uma folha com um QR Code impresso. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, em 24 horas, cada pessoa pode consultar seu resultado pela internet, por meio do código.

De acordo com o município, o objetivo do centro de testagem é desafogar os centros de atendimento a pessoas com síndromes gripais abertos na Zona Oeste e Norte de Natal.

Testagem para Covid-19 em formato drive-thru na Arena das Dunas, em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Testagem para Covid-19 em formato drive-thru na Arena das Dunas, em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

O drive-thru deve ficar aberto por 10 dias, até 6 de fevereiro e de forma ininterrupta, das 8h às 15h, com entrada pela avenida Prudente de Morais.

 

Os dois Centros de Enfrentamento às Síndromes Gripais, montados no ginásio Nélio Dias e no Cemure, seguirão abertos à população para atendimento de pessoas com sintomas leves, com o objetivo de desafogar o atendimento das UPAs da cidade.

Nos dois locais, há consulta médica, dispensação de medicação e testagem para Covid.

Fonte:G1

Fecomércio: Justiça mantém eventos de massa no RN

A Justiça negou, em liminar, o pedido de cancelamento dos eventos de massa, objeto de Ação Civil Pública, movida contra o Governo do Estado pelo Ministério Público e a Defensoria Pública. Como representante legítima do Comércio, Serviços e Turismo no RN, a Fecomércio RN ingressou com pedido para participar do processo como parte interessada, dando seu posicionamento em defesa dos empresários.

O presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, destaca que esta decisão é uma vitória para o setor de eventos. Segundo ele, esse segmento engloba cerca de 8,2 mil empreendimentos no RN que, juntos, empregam 20 mil pessoas de forma direta e formal, sem contar com as contratações pontuais.

“Foi mais de um ano com as atividades paralisadas desde o início da pandemia. Para retornar, as empresas fizeram investimentos, capacitaram seus colaboradores e têm atuado com responsabilidade, seguindo todos os protocolos sanitários vigentes”, destacou.

Prefeitura de Parnamirim: Notícias  Prefeitura convoca enfermeiros e técnicos aprovados em processo seletivo – 28/01/2022

A Prefeitura de Parnamirim publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (28) o edital de convocação dos candidatos classificados no processo seletivo para contratação temporária de profissionais da saúde.

O objetivo é ampliar a prestação de serviços de saúde à população e o enfrentamento à pandeia da Covid-19, neste período crítico de pandemia. Os profissionais convocados são enfermeiros e técnicos de enfermagem e devem comparecer na Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim, localizada na Rua Altino Vicente de Paiva, 210, Monte Castelo, Edifício Cartier, na sexta-feira (28) e segunda-feira (31), nos horários 8h30 às 14h30.

Confira a lista de profissionais convocados:

 

Enfermeiros:

Crislany Pereira Da Silva

Layana Raquel Mota Da Fonseca

Wanille De Melo Tavares

 

Técnicos de enfermagem:

Rita Janaina Mascena de Freitas

Alexandre da Silva Lopes

Elisângela Emiliano da Silva Gomes

Clesiane Silva de Souza

Paulo Jackson Batista da Trindade

Alyson Kleber da Silva Teteu

Prefeitura de Natal: Prefeitura de Natal quita folha de janeiro nesta sexta-feira (28)


Prefeitura de Natal quita folha de janeiro nesta sexta-feira (28)
Com a quitação de 100% da folha de janeiro, a Prefeitura coloca em circulação R$ 70 milhões

Os salários de todo o funcionalismo público municipal (ativos, inativos e pensionistas) referentes ao mês de janeiro serão pagos, antecipadamente, nesta sexta-feira (28). Ao longo do dia, a Secretaria Municipal de Administração (Semad) repassará as informações à instituição financeira responsável por creditar o dinheiro nas contas e os servidores podem movimentar o dinheiro neste sábado (29).

Com a quitação de 100% da folha de janeiro, a Prefeitura de Natal coloca em circulação na economia da cidade mais de R$ 70 milhões.

“Seguimos rigorosamente em dia com nossas obrigações perante o funcionalismo público municipal. Vamos seguir firmes e trabalhando muito para continuar cumprindo o calendário de pagamento dos servidores, como também executando obras e realizando programas que estão contribuindo para Natal avançar cada dia mais”, disse o prefeito Álvaro Dias.

Versátil News