Dia das Crianças do potiguar terá mais compras on-line e maioria dos consumidores disposta a gastar

Divulgação

Valor médio dos presentes, em Natal e em Mossoró, ultrapassa os R$ 120 e intenção de comprar pela interna chega a triplicar em relação a 2019

Mais de 50% dos natalenses e mossoroenses vão presentear no próximo dia 12 de outubro, quando é comemorado o Dia das Crianças. Na capital potiguar, 57,7% dos entrevistados irão às compras, índice próximo ao registrado em Mossoró, onde 56,2% se dizem dispostos a gastar. Os números foram levantados pelo Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos da Fecomércio Rio Grande do Norte, com entrevistas realizadas, por telefone, nas duas cidades entre os dias 15 e 21 de setembro.

Mesmo com uma porcentagem acima dos 50%, a intenção de compras dos consumidores potiguares teve uma queda quando comparado ao ano passado, quando 65% dos natalenses e 63,1% dos mossoroenses confirmaram a ida às compras. Os que informaram que não vão comprar, apontam como motivos a falta de dinheiro, desemprego e o objetivo de poupar.

Em Natal e em Mossoró, os produtos mais procurados serão os brinquedos, com 64,5% e 63%, respectivamente. Na segunda posição entre os itens mais procurados estão as peças de vestuários, com 29,5% em Natal e 29,9% em Mossoró.

O comércio de rua ainda se apresenta como o local preferido para compra nas duas principais cidades do Rio Grande do Norte, sendo apontado por 40,4% dos compradores natalenses e 51,6% dos mossoroenses. A pesquisa mostrou, também, um crescimento na compra virtual, um novo hábito adquirido ao longo da pandemia do novo Coronavírus. Em Natal, a intenção de compra no comércio eletrônico dobrou, chegando a 12,5%, contra 6,1% apresentado na pesquisa de 2019. Em Mossoró, o número mais que triplicou, com 12,8%, e na mesma pesquisa do ano passado o índice foi de 3,5%.

O valor médio do presente, nas duas cidades, ultrapassa os R$ 120, sendo que em Natal o gasto médio é de 130,80, e em Mossoró de R$ 126,70. Ambos valores se aproximam com o custo apresentado na pesquisa do ano passado, R$ 132,21 (Natal) e R$ 121,53 (Mossoró).

De acordo com o levantamento da DEES/Fecomércio RN, o que irá garantir a compra são os preços (46% Natal, 49,8% Mossoró), variedade de produtos (33,8% Natal, 29,9% Mossoró). Além disso, os consumidores irão fazer pesquisa de preços antes das compras visando economizar, nas duas cidades os percentuais ultrapassam os 70% (74,4% Natal, 71,9% Mossoró).

Com o cenário da pandemia, a forma de comemorar o Dia das Crianças passará por alterações. Os passeios com as crianças dão lugar as comemorações em casa, escolhida por 48,8% dos natalenses e mossoroenses.

Os entrevistados foram questionados sobre o momento da economia para comprar produtos. Em Natal, 44,5% dos consumidores consideram regular e 28,5% como ruim ou péssimo. Já a percepção dos consumidores mossoroenses em relação ao atual momento para compra de produtos, 41,8% afirmam que o momento é apenas regular e 31,8% avaliam a situação como ruim ou péssima para aquisição de itens.

LÍDERES DEBATEM SOBRE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS

Divulgação

O Marco Regulatório do Desenvolvimento Territorial do RN, que está em discussão, a situação dos vigilantes que prestam serviço para o poder público, a lei de proteção aos animais e a situação das escolas do RN foram os principais temas abordados durante o horário dos líderes na sessão plenária desta quarta-feira (30). Os pronunciamentos foram dos deputados Francisco do PT, Sandro Pimentel (PSOL) e Cristiane Dantas.  Primeiro orador, Francisco citou o Seminário Marco Regulatório do Desenvolvimento Territorial do RN, do qual participou, de forma virtual. O seminário, coordenado pela Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças (Seplan-RN), teve a participação da governadora Fátima Bezerra e reúne contribuições para a elaboração do projeto de Lei que Cria a Política Estadual de Desenvolvimento Territorial do RN. “O debate continua, com mais de 100 pessoas participando, sobre a política de desenvolvimento. O governo, em parceria com o nosso mandato, com instituições e com representantes dos dez territórios potiguares, vem dialogando no sentido de construir e enviar a esta Casa uma proposta de marco regulatório para  a política de desenvolvimento territorial, inclusive é importante destacar que este é um compromisso que a governadora assumiu com o povo potiguar e que mais uma vez busca colocar em prática este compromisso”, afirmou Francisco.  O parlamentar afirmou que a política de desenvolvimento territorial é um caminho para a promoção da redução das desigualdades. “Ela é indutora do desenvolvimento econômico e é muito importante que toda política pública possa ser formulada ouvindo a quem de  fato e de direito ela pode contemplar e aqui me refiro à população”, afirmou Francisco, cujo mandato foi quem elaborou a primeira minuta do marco territorial que está sendo dialogado e que será a base da discussão.  O deputado finalizou seu pronunciamento enaltecendo os 52 anos de fundação da UERN, no dia 28 de setembro. “É uma universidade extremamente importante para o desenvolvimento do nosso Estado, por oportunizar a educação para o nosso povo. A UERN é atacada muitas vezes, mas ela é sim a solução para parte dos problemas do povo potiguar”, disse.  VigilantesEm seu horário o deputado Sandro Pimentel voltou a questionar as condições de trabalho para a categoria dos vigilantes. O deputado disse que recebeu, do próprio sindicato da categoria, denúncias de que os profissionais que atuam nos Hospitais Regionais do RN estão de aviso prévio. “Recebi inclusive em forma de ofício, o comunicado por parte do Sindicato de que eles estão prestes a serem demitidos. E fica ainda mais complicado para eles e para a população, porque se não tem eles, os hospitais não funcionam, porque além de guardar o patrimônio físico, guardam o bem maior que são as nossas vidas”, lamentou o deputado, que pretende se reunir com o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, para tratar do problema e tentar reverter a situação.  Sandro Pimentel também citou a falta de medicamentos essenciais no Hospital João Machado. “Espero que busquem resolver o mais rapidamente, para que aquelas pessoas que não têm condições de comprar, não degradem a sua saúde”, disse.  O parlamentar comemorou a sanção ontem, da lei federal 1.095/2019, que aumenta a punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais. Conforme a nova legislação, a pena agora vai de dois a cinco anos de prisão, além de multa e a proibição de guarda de novos bichos.  “O animal não é como um objeto que quando não presta mais e se joga fora, ali é uma vida tão importante quanto a minha. Com a aprovação dessa lei, podemos respirar um pouco mais aliviados e infelizmente eles morrem todos os dias e não temos a devida atenção com nossa fauna, flora e meio ambiente”, finalizou.  EscolaEm seu horário a deputada Cristiane Dantas (SDD) chamou a atenção para a situação precária da Escola Estadual Wilton Gurgel de Castro, em São José de Mipibu. A parlamentar fez recentemente uma visita ao local e disse que constatou “as péssimas condições”. “Na verdade, não tem nenhuma condição de receber os seus mais de 640 alunos e lá funciona com ensino fundamental, ensino médio e EJA, de manhã, tarde e noite e está completamente deteriorada”, criticou a deputada, que citou o mau estado de conservação da estrutura de ferro. “Temos ali dois problemas, porque precisa investimento por parte do governo e a escola funciona num terreno que pertence à união, então estamos pedindo para a Secretaria de Educação olhar para essa escola, que atende um bairro, tem professores comprometidos, mas lhe falta a infraestrutura necessária”, afirmou.  A parlamentar também chamou a atenção para a distribuição de cestas básicas para os alunos que estão sem a merenda escolar devido à suspensão de aulas na pandemia. “A merenda vem  com recursos garantidos pelo Governo Federal e na pandemia seria utilizado em cestas básicas, mas as  família durante todo esse tempo só receberam duas cestas e isso não contempla a permuta nem condiz com suas necessidades”, alertou Cristiane.  A parlamentar também registrou sua visita durante a inauguração das novas instalações da Central do Cidadão do mesmo município, que irão atender ainda 17 cidades e terá cooperação da prefeitura com a cessão de servidores para auxiliar na prestação de serviços e melhorar o atendimento.

Fecomércio: Coordenador de Tecnologias Educacionais do Senac RN participa de Congresso da Big Brain Education

Divulgação

coordenador do eixo de Tecnologias Educacionais do Senac RN, Renato Rodrigues, é um dos especialistas convidados para participar do Congresso Latino-Americano de Educação Inovadora da Big Brain Education, evento gratuito, que será realizado online, nos dias 30/09 a 02/10, via Youtube.

Com o mote “2020, o ano que antecipou o futuro tecnológico educacional”, o Congresso irá reunir influenciadores renomados discutindo sobre assuntos relacionados a expertise em tecnologias desenvolvidas na educação.

Renato participa da programação no dia 01 de outubro, a partir das 19h45, em uma mesa redonda com o tema Educação 4.0 x Indústria 4.0 – O que espera a nova geração?

Serão disponibilizados certificados de participação. Clique aqui para se inscrever.

Enfermagem: Arte de cuidar

Divulgação

Não importa a idade da pessoa, a situação ou lugar; o profissional da enfermagem é o principal responsável pelo cuidado aos pacientes.

“Se você sonha em ser um bom profissional de enfermagem, tem que gostar de pessoas e principalmente de cuidar delas, tem que ter amor”. Foi com essa frase que a coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade UNINASSAU Natal, Jessica Alves, resumiu essa profissão das mulheres e homens que se dedicam assistir aqueles que precisam. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há 4,5 milhões de trabalhadores na área da saúde no país e 50% atuam na área da enfermagem.

Sabemos que a responsabilidade que se carrega não é pouca, consequentemente, uma formação de qualidade é ponto primordial para a Faculdade UNINASSAU Natal. Por isso, o curso na instituição se preocupa em oferecer o melhor que o aluno precisa. “Isso se deve à qualidade do ensino que nos preocupamos em oferecer, à equipe de docentes e à estrutura dos nossos laboratórios, que habilitam com excelência nossos alunos para a profissão”, aponta Jéssica.

A professora explica que, na UNINASSAU Natal, esses futuros profissionais podem contar com disciplinas de saúde geral e pública que incluem alimentação e nutrição, conhecimento e os métodos do cuidar, psicologia, cuidado ao adolescente, cuidado à saúde de mulher, entre outras. “Atender em função da prevenção, proteção e da reabilitação da saúde de seus pacientes é uma das principais tarefas deste profissional, oferecendo sempre um cuidado de forma mais próxima e pessoal”, pontua.

O curso tem duração em 5 anos (10 semestres) e conta com dois semestres de estágio obrigatório supervisionado, somando 800 horas. Todos os profissionais de enfermagem são preparados e se formam com a capacidade de cuidar e prestar atendimento à maioria dos casos de enfermidade, além de estarem aptos para cargos administrativos e gerenciais na área de saúde, sempre respeitando o código de ética da profissão.

*

Não importa a idade da pessoa, a situação ou lugar; o profissional da enfermagem é o principal responsável pelo cuidado aos pacientes.

“Se você sonha em ser um bom profissional de enfermagem, tem que gostar de pessoas e principalmente de cuidar delas, tem que ter amor”. Foi com essa frase que a coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade UNINASSAU Natal, Jessica Alves, resumiu essa profissão das mulheres e homens que se dedicam assistir aqueles que precisam. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há 4,5 milhões de trabalhadores na área da saúde no país e 50% atuam na área da enfermagem.

Sabemos que a responsabilidade que se carrega não é pouca, consequentemente, uma formação de qualidade é ponto primordial para a Faculdade UNINASSAU Natal. Por isso, o curso na instituição se preocupa em oferecer o melhor que o aluno precisa. “Isso se deve à qualidade do ensino que nos preocupamos em oferecer, à equipe de docentes e à estrutura dos nossos laboratórios, que habilitam com excelência nossos alunos para a profissão”, aponta Jéssica.

A professora explica que, na UNINASSAU Natal, esses futuros profissionais podem contar com disciplinas de saúde geral e pública que incluem alimentação e nutrição, conhecimento e os métodos do cuidar, psicologia, cuidado ao adolescente, cuidado à saúde de mulher, entre outras. “Atender em função da prevenção, proteção e da reabilitação da saúde de seus pacientes é uma das principais tarefas deste profissional, oferecendo sempre um cuidado de forma mais próxima e pessoal”, pontua.

O curso tem duração em 5 anos (10 semestres) e conta com dois semestres de estágio obrigatório supervisionado, somando 800 horas. Todos os profissionais de enfermagem são preparados e se formam com a capacidade de cuidar e prestar atendimento à maioria dos casos de enfermidade, além de estarem aptos para cargos administrativos e gerenciais na área de saúde, sempre respeitando o código de ética da profissão.

SEMARH busca melhorias para o estado investindo nas Políticas Públicas Ambiental

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) vem conduzindo a elaboração de políticas ambientais como forma de inserir a realidade do estado do Rio Grande do Norte no contexto das transformações globais que afetam o meio ambiente. Por meio da Coordenadoria de Meio Ambiente e Saneamento – COMEAS vêm sendo tratadas desde políticas públicas que afetam o dia a dia das pessoas, até temas ambientais que proporcionam a construção de caminhos sustentáveis estruturantes para o estado, parte deles já muito discutido mundialmente. 

Dentro de uma agenda que foi criada para as políticas ambientais, além de conduzir o processo de implementação da Política Estadual de Combate à Desertificação, a SEMARH vem trabalhando temas como Reuso de Água, Resíduos Sólidos, Mudanças Climáticas, Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN) e Educação Ambiental. 

 A construção dessas políticas inclui representantes de instituições e órgãos do estado, bem como da sociedade civil, através de comissões que foram criadas por Portarias. Fazem parte das comissões o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), o Instituto de Gestão das Águas (IGARN), a Companhia de Águas e Esgoto do Rio Grande do Norte (CAERN), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, entidades acadêmicas, como a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federam Rural do Semiárido (UFERSA), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), além da sociedade civil organizada, como a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) e a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES). Com as medidas de enfrentamento à pandemia, os trabalhos vêm sendo conduzidos nos moldes virtuais.  

“Deveremos ter o olhar dos profissionais e especialistas que fazem parte das comissões, num primeiro momento de construção, e posteriormente as minutas serão disponibilizadas para a devida consulta pública, o que deveremos fazer também nos moldes virtuais”, explicou o Coordenador da Comeas, Robson Henrique. 

Políticas Públicas Ambientais são medidas estruturantes

Políticas públicas estruturantes são as que geram benefícios para populações atuais e gerações futuras, independentemente de quem é o gestor no momento. Pensando nessa perspectiva, as Políticas Públicas Ambientais (PAPs) que estão sob a responsabilidade da SEMARH estão sendo desenvolvidas para gerar benefícios duráveis para a comunidade do Rio Grande do Norte como um todo.

Para facilitar o entendimento da sociedade em geral a respeito dessas políticas, a partir desta semana a SEMARH irá começar uma série de postagens em suas mídias digitais explicando o que são essas políticas, quais estão em andamento e em que ponto se encontram no processo de construção. A primeira da série a ser abordada será a Política de Combate à Desertificação.  

Para ter acesso ao conteúdo da série de postagens (textos e vídeos), basta o interessado acompanhar as redes sociais onde a SEMARH está presente (Instagram, Facebook, Youtube e Twitter) ou acessar o site www.semarh.rn.gov.br. O primeiro vídeo da série está disponível em: https://bit.ly/2S7AKt0.

AUDIÊNCIA NA ALRN FAZ BALANÇO E COMEMORA RESULTADOS DO SETEMBRO DOURADOAUDIÊNCIA NA ALRN FAZ BALANÇO E COMEMORA RESULTADOS DO SETEMBRO DOURADO

Divulgação

A Frenter Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, promoveu audiência pública nesta terça-feira (29) para fazer avaliação das ações voltadas à 7ª edição do Setembro Dourado, campanha que faz alusão ao Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil e alerta sobre necessidade de diagnístico precoce da doença. No entendimento dos participantes do debate, o saldo da campanha foi positivo, mesmo com as limitações impostas durante a pandemia do novo coronavírus.

Contando com a participação de representantes do Poder Público e de instituições que têm destacados serviços prestados no combate ao câncer infantil, a audiência foi comandada pelo deputado Hermano Morais (PSB), que enalteceu o trabalho realizado. Para o deputado, que também é presidente a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, a campanha tem conseguido atingir seus objetivos e o trabalho desenvolvido pelas entidades merece ser exaltado pela população.

“É uma campanha que cresce a cada ano, ganhando mais volume e respeito da sociedade. Graças a esse trabalho que estamos observando que mais pessoas estão se conscientizando sobre a necessidade do diagnóstico precoce. E é por esse motivo, para ter um balanço sobre essas ações, que realizamos esse encontro no fim do mês”, explicou Hermano Morais.

Médico do Hospital Varela Santiago, o oncopediatra Wilson Cleto afirma que o diagnóstico precoce contribui para que ocorra a cura de até 80% dos pacientes. Porém, segundo ele, a subnotificação ainda é um problema a ser enfrentado no Rio Grande do Norte. O especialista afirma que pelo menos um terço das crianças e adolescentes com câncer sequer são diagnosticados e, por isso, acabam morrendo sem o tratamento adequado.

“Apesar da melhoria que vem por conta da ciência, a gente ainda tem uma batalha grande, principalmente no nosso estado. Nossa realidade é desconhecida e pelo menos um terço está sem diagnóstico. Temos a possibilidade de atender, há leitos osciosos”, explicou o médico. “Por isso a importância da campanha, para a conscientização. Precisamos divulgar qual o caminho a seguir para que o atendimento seja mais rápido, e é o que temos feito”, disse.

Representando a Liga Contra o Câncer, a médica avaliou que os pacientes oncológicos não sofreram muito com a Covid-19 durante a pandemia. Segundo ela, as crianças infectadas evoluíram bem, mesmo sendo pacientes oncológicas. Apesar de observar uma redução nos atendimentos, a médica explicou que houve a chegada de vários casos de câncer infanto-juvenil.

“Não sei se foi somente o Setembro Dourado que contribuiu, mas houve um aumento da informação, os pais se voltaram mais à atenção aos seus filhos e achei mais informados. Tivemos um aumento dos casos novos nos últimos dois meses e acho que é reflexo de uma mais informação dos pais”, avaliou a médica.

Sobre a atuação das entidades de apoio à causa, os representantes do Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GACC) e da Casa Durval Paiva expuseram as formas encontradas para dar andamento à campanha do Setembro Dourado. Segundo a coordenadora de Desenvolvimento Institucional do GACC, Nathy Passos, o grupo focou na produção de conteúdo para as redes, com conteúdo informativo e lúdico acerca do tema, que colocou à disposição das demais entidades. Por outro lado, o presidente da Casa DUrval Paiva, Rilder Campos, comemorou a parceria da imprensa na divulgação da campanha.

“Foi um ano desafiador para manter a campanha ativa e muito produtiva. Pandemia nos colocou em desconforto, mas em desafio. Precisamos sempre comunicar melhor para que todas as pessoas saibam dos sinais, sintomas e, a partir daí, seguir para os procedimentos. A gente está fechando de uma forma muito bacana (o Setembro Dourado) e conseguimos superar esse momento”, disse Nathy Passos. “O câncer é uma doença democrática, que não destingue ninguém. O que queremos é viabilizar o acesso e a imprensa é grande parceira. A campanha cresce, mas a gente precisa crescer mais. Precisamos trazer sempre mais cedo as pessoas para o diagnóstico e chegar a cada vez mais lugares no estado. A campanha de diagnóstico precoce é diuturna. Temos que fortalecer isso em todos os nossos canais sempre”, finalizou Rilder Campos.

Setembro Dourado

No Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte (8% do total) por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, segundo o Instituto Nacional de Câncer – INCA. Diante dessa realidade, a Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer – CONIACC promoveu neste ano a sétima edição da Campanha Setembro Dourado que, além de alertar para os sinais da doença, visa diminuir a taxa de mortalidade, ressaltando a relevância do diagnóstico precoce e o tratamento prévio como fatores essenciais para a cura.

No Rio Grande do Norte, o número de novos casos estimados chega a 130 por ano, nessa faixa etária, sendo que muitos pacientes ainda são encaminhados aos hospitais de referência com a doença em estágio avançado, ou são subnotificados.

O Setembro Dourado é amparado em âmbito estadual pela Lei nº 10.519, que instituiu a campanha estadual sobre o câncer infantojuvenil

Governo e federação discutem medidas para agricultura familiar do RN

Divulgação

Seguindo a política de gestão por meio do diálogo, o Governo do Estado reuniu-se, no fim da tarde desta terça-feira (29), com o corpo diretivo da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Rio Grande do Norte (Fetarn).

Contando com a presença da governadora Fátima Bezerra, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) e do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater-RN) apresentaram as ações já desenvolvidas desde o início de 2019 e parte do planejamento para as próximas ações, atendendo em grande parte as demandas dos homens e mulheres do campo potiguar.

“A nossa gestão valoriza o diálogo, ainda mais com a representação do campo. Temos a sensibilidade no sentido de compreender o lugar que deve ocupar a agricultura familiar no nosso estado”, comentou a chefe do Executivo.

Na pauta do encontro virtual discutiram-se ainda diversos temas para o desenvolvimento rural, indo desde o crédito para os produtores até a educação no campo, passando por segurança, perfuração de poços e programas de compra da produção da agricultura familiar. “Temos que elogiar o Governo pelas ações que já estão funcionando, como o Programa da Compra Direta, o aumento do preço do leite, entre outros, além da parceria Emater-Emparn, que vem funcionando muito bem”, afirmou o presidente da Fetarn, Manoel Cândido.

A governadora agradeceu o reconhecimento dos avanços e garantiu que as demandas dos trabalhadores, apresentadas através da Plataforma da Agricultura Familiar, seguirão sendo atendidas. “Vamos avançar em várias áreas, como o Programa de Compras Governamentais, que a pandemia provou que política é sustentável e eficiente”, comentou ela, ao citar o programa que adquiriu mais de 300 toneladas de alimentos produzidos pela agricultura familiar para cestas básicas destinadas a estudantes durante o período de pandemia.

Fátima ainda aproveitou a ocasião para antecipar o lançamento do programa de perfuração de poços, viabilizado com recursos próprios do Governo e emendas parlamentares. “O programa será lançado em breve e será o maior programa de garantia do acesso à água de qualidade para o nosso povo”, resumiu a governadora.

Os auxiliares também pontuaram ações importantes que estão por vir. O titular da Sedraf, Alexandre Lima, destacou o edital que será lançado para reforçar a assistência rural. “Mais de 3000 famílias serão atendidas pela assistência técnica a partir do ano que vem. Não fazer nenhuma política pública sem dialogar com trabalhadores e trabalhadoras do campo é um compromisso nosso”, pontuou o secretário.

O diretor geral da Emater-RN, César Oliveira, explicou sobre o programa de formação complementar para os núcleos de agricultura familiar, que será lançado no próximo mês. “Em parceria com a UERN, vamos proporcionar a formação de jovens e adultos do campo em cursos de graduação em agroecologia ou especialização em desenvolvimento rural. Em pouco tempo conseguimos colocar de pé uma política vigorosa e estratégica”, afirmou César.

Os participantes da reunião ainda acertaram para a próxima semana reuniões setoriais da Fetarn com as pastas da segurança pública, educação e tributação para encaminhar as outras demandas apresentadas no encontro virtual.

Fecomércio: que as aéreas confiam tanto na biossegurança a bordo

O nome do principal painel da segunda-feira (28) do Abav Collab, que reuniu os líderes das principais companhias aéreas do Brasil: Voar é Seguro – Panorama através do olhar de seus principais dirigentes, não poderia ser mais direto.

Segundo os presidentes de Azul, Gol, Latam e VoePass, já há evidências o suficiente para garantir que estar a bordo de um avião é o local mais seguro em relação à proteção contra o vírus da covid-19. Eles pedem ajuda ao trade, principalmente ao agente de viagens, para que combatam o receio do consumidor e as fake news.

Veja os principais argumentos:

1 – FILTRAGEM DE AR E PROTOCOLOS
A forma como o ar circula dentro de um avião não favorece o deslocamento de partículas e contaminantes, incluindo a covid-19, entre fileiras de passageiros. O ar interior da aeronave é renovado a cada três minutos, é filtrado e devolvido para a cabine (pelo sistema de filtros HEPA). Não há movimento dessas partículas, da frente para trás e vice-versa. Tanto que a principal autoridade global da aviação civil, a Iata, aponta que não há qualquer evidência de que o distanciamento entre social a bordo seja efetivo. Isto é, a confiança na filtragem de ar, somada aos protocolos básicos a bordo, como uso de máscara durante todo voo, e disponibilização de álcool em gel, garante a proteção.

2 – INDÚSTRIA EXPERIENTE
Não é de hoje que o setor sabe o que é lidar com biossegurança. “Os procedimentos adotados pela indústria são muito parecidos no mundo inteiro, justamente pela cultura que a aviação tem em implementar as boas práticas de limpeza nas cabines no intervalo dos voos. “É um setor que já era organizado, que já dispunha de um alto nível de segurança sanitária. São processos elevados”, apontou o presidente da Gol, Paulo Kakinoff.

3 – AEROPORTOS ENGAJADOS
Se as companhias já tinham níveis elevados de higienização e processos sanitários, a maioria dos aeroportos também se viu obrigada a se engajar e adotaram medidas importantes, na visão das companhias aéreas.

4 – TRIPULANTES SÃO PROVAS VIVAS
“Temos milhares de funcionários e tripulantes que voam todos os dias e uma parcela ínfima deles pega covid-19. Isso é uma prova mais do que concreta. Temos muito menos casos dentro de nossas empresas do que a média da população. Tenho certeza disso”, afirmou John Rodgerson, da Azul.

Kakinoff pegou carona: “Nos primeiros seis meses de pandemia, o tripulante Gol que está voando até 30 horas por mês tem índice de teste positivo para a covid-19 a cada 1.156 decolagens. Ele tem um contato com duas mil pessoas neste montante de voos, e não dá para dizer que ele foi contaminado a bordo. Isto chega a ser comprovação factual de que todos os elementos e a filtragem fazem do avião o lugar mais seguro contra o vírus.”

5 – TECNOLOGIA
CEO da Latam Brasil, Jerome Cadier concordou com os líderes das concorrentes, mas ele reforça outra etapa do processo que mudou: a pré-embarque. “O uso de ferramentas para celular e computador cresceu muito em proporção na comparação com o pré-pandemia. Do check-in a outros procedimentos, essa limitação do contato humano vem ajudando na prevenção.”

6 – CONSCIENTIZAÇÃO GERAL
O passageiro é o monitor do próprio passageiro. O brasileiro está consciente sobre as ações de prevenção da pandemia, e se alguém da poltrona ao lado tira a máscara, é o próprio “vizinho” que vai tomar atitude.

“Hoje, quando a aeronave toca o solo e se dirige ao portão de desembarque, todos permanecem sentado, para evitar aglomerações. No mundo todo esse era um costume, um hábito que está sendo deixado de lado graças à conscientização geral”, afirma Rodgerson.

7 – OS 4 CONCORRENTES JUNTOS
As quatro principais aéreas brasileiras estão juntas para mostrar a todos que voar é seguro. Em segurança não são competidoras. “Quando estão todos em conjunto, deixando as diferenças de lado, garantindo que entrar em um avião é seguro, é porque realmente acreditam no que estão falando”, pondera Jerome Cadier. “É porque o avião é o meio de transporte mais seguro de todos.”

Semtas abre novos Albergue Municipal 24h e Centro POP

Começaram a funcionar em Natal o Albergue Municipal 24h (rua Princesa Isabel, 834, Cidade Alta), com capacidade para 50 usuários adultos, e o novo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro POP – (no Albergue Noturno de Natal, localizado na Rua Gen. Gustavo Cordeiro de Faria, 377 – Petrópolis) com capacidade ampliada para 100 usuários. As estruturas são destinadas ao atendimento da população em situação de rua da capital potiguar.

A titular da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas), Andréa Dias, apresentou as instalações do Albergue 24h e do Centro POP ao promotor de justiça, Giovanni Rosado, para explicar como os serviços serão prestados em consonância com as políticas socioassistenciais que o órgão municipal segue. O representante do Ministério Público Estadual avaliou positivamente as novas instalações dos serviços, afirmando ser um grande avanço em favor da população em situação de rua da cidade.

“Nossa prioridade sempre foi planejar medidas de acolhida e proteção social, buscando conhecer e identificar as famílias e indivíduos com direitos violados, bem como as condições em que vivem e informar aos usuários como usufruir dos serviços socioassistenciais e da rede intersetorial disponíveis para a população em situação de rua. Neste Albergue 24h, procuramos valorizar o ser humano, dando toda assistência da qual necessitam, como alimentação, banho e moradia, até o atendimento socioassistencial propriamente dito, que visa enquadrá-los na rede de benefícios. A ideia é que, supridas essas demandas, projetos de vida sejam refeitos, possibilitando as saídas das ruas”, explica a Secretária.

O Centro POP funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. Lá, são disponibilizados serviços como guarda de pertences, lavanderia e banho, refeições completas e pronto-atendimento médico, em parceria com o Consultório de Rua. O acesso dá-se por meio de demanda espontânea ou encaminhamento de outras políticas públicas. Durante a pandemia, quatro abrigos provisórios 24h foram implantados em escolas municipais. Agora, com a flexibilização do isolamento social, foram reestruturados os serviços, ampliando o atendimento à população em situação de rua.

Semsur convoca permissionários de boxes do Mercado das Rocas

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira (29), a portaria de convocação dos permissionários do Mercado Modelo das Rocas para ocupar, a partir do dia 05 de outubro, os respectivos boxes. Na ocasião, os 49 permissionários convocados irão formalizar o processo legal de permissão de uso a título precário.

De acordo com os termos da Portaria, os permissionários deverão, impreterivelmente, ocupar e colocar em pleno funcionamento os boxes até o prazo limite de 30 de outubro de 2020. Aqueles que eventualmente não forem ocupados no prazo estabelecido serão declarados vagos, ficando sua destinação e ocupação condicionada à nova licitação.

Segundo o secretário da Semsur, Irapoã Nóbrega, a abertura do Mercado Modelo das Rocas estava previsto para março deste ano. Entretanto, em decorrência da pandemia da Covid-19, foi adiada. “Concluímos todos os ajustes necessários para o funcionamento pleno do mercado ainda no primeiro trimestre deste ano, mas com a situação da pandemia decidimos adiar o início do funcionamento. Após analisarmos a situação endêmica da cidade e o contexto sócio-econômico, vimos que já é possível convocar os permissionários e iniciar a operação do Mercado das Rocas”, explicou.

Ainda de acordo com o titular do órgão municipal, a abertura do equipamento para o público externo se dará assim que o primeiro boxe iniciar sua operação. “O mercado já está pronto. Falta apenas a ocupação dos permissionários. Estipulamos um prazo de ocupação que começa a partir do dia 5 de outubro. Se um comerciante ocupar seu boxe dia 5 e já quiser atender ao público, ele poderá fazer isso sem problemas”, destacou.

Prefeitura do Natal distribui Laboratório de Matemática em 36 escolas da Rede Municipal

A Prefeitura do Natal investiu R$ 864.625,50 na aquisição de materiais para execução do Projeto Pedagógico Laboratório de Matemática. O equipamento em formato de um kit composto de livros didáticos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, jogos lúdicos e interativos, quadros numéricos e armário beneficia 36 unidades escolares do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino, com os maiores quantitativos de alunos.

A distribuição do material está sendo coordenada pelo Departamento de Ensino Fundamental (DEF). De acordo com a diretora do DEF, professora Jeane Lopes, o material foi adquirido para que seja utilizado por alunos e professores, objetivando melhorar a aprendizagem, contribuindo também para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e desenvolvimento do pensamento lógico dos alunos.

Uma das unidades beneficiadas é a Escola Municipal Professora Josefa Botelho, localizada no bairro de Ponta Negra, e que atende 826 alunos do 1º ao 9º do Ensino Fundamental, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA). “Esse material que está chegando na nossa escola será bastante utilizado. Temos uma equipe de professores bastante preparada, e com esse laboratório vai ser um recurso a mais para nossos alunos no cotidiano de sala de aula”, destaca a gestora administrativa, professora Janka Chaplinksa Barbosa da Costa.

Na Escola Municipal Professor Ulisses de Góis, localizada no bairro de Nova Descoberta, a entrega do material foi recebida com alegria por parte da gestão escolar. “Ficamos muito felizes em receber esse kit. Só temos a agradecer por sermos uma das escolas contempladas. Todo o material que vem para a nossa escola, procuramos utilizar de uma forma bem enriquecedora com nossos alunos. Esse material de Matemática vai favorecer a aprendizagem, e acredito que os professores irão utilizar dinamicamente. É um material muito rico”, comemorou a gestora administrativa, professora Norma Suyle Chacon.

A Escola Municipal Professor Ulisses de Góis atende 487 alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), além de turmas da Educação Infantil.

De acordo com a titular da Educação, professora Cristina Diniz, o trabalho executado em sala de aula na disciplina de Matemática requer uso não só do livro didático e da metodologia do professor. “É importante que os professores e alunos possam contar com recursos didáticos, como jogos pedagógicos e materiais manipuláveis, estruturados e que dinamizem o processo de construção do conhecimento”.

Centro de Cidadania LGBT de Natal será entregue nesta quarta (30)

A Prefeitura do Natal, por intermédio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), entrega nesta quarta-feira (30), às 10h, o Centro Municipal de Cidadania LGBT de Natal (Cemcid) e o Ambulatório para Travestis e Transexuais (TT), que vão funcionar num prédio situado na Avenida Nascimento de Castro, 1982, no bairro de Lagoa Nova, na capital.

A iniciativa é mais um avanço das políticas públicas municipais em prol de proteção dos direitos e garantias legais das minorias. O Centro Municipal de Cidadania LGBT de Natal vai atuar na composição de uma rede de apoio, atendimento e promoção dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros. A missão maior é articular ações sistemáticas garantindo direitos e possibilitando o acesso da população LGBT a atendimentos psicossocial, sociojurídico, saúde, informação, e qualificação profissional.

De acordo com a secretária da Semdes e presidente do Conselho LGBT de Natal, Mônica Santos, com o Centro Municipal de Cidadania LGBT, a capital passa a contar com um órgão que funciona como articulador de uma rede de proteção e garantia de direitos, minimizando as vulnerabilidades às quais o público LGBT está submetido, além de poder reunir informações mais precisas sobre os casos de violação de direitos, homofobia e outros crimes ligados ao segmento, o que permite estabelecer indicadores dos atos discriminatórios na capital e formular políticas públicas de combate.

“É um avanço significativo na promoção dos direitos do público LGBT. Natal sai na frente no estado do Rio Grande do Norte apontando que é possível preservar direitos, combater a intolerância e acolher legalmente as minorias. O Centro de Cidadania LGBT vai abranger ações conjuntas de várias secretarias, como as de Segurança, Assistência Social, Saúde, Educação, Habitação e outras instituições. A Semdes vai articular essa rede e promover amparo e cidadania”, concluiu Mônica Santos.

Prefeitura de Natal paga folha de setembro nesta terça (29)

A Prefeitura de Natal efetua nesta terça-feira (29) o pagamento integral da folha do funcionalismo municipal referente ao mês de setembro. Assim como aconteceu nos meses anteriores, a Prefeitura cumpre o compromisso salarial com os servidores do Município dentro do próprio mês trabalhado. A quitação integral da folha vai colocar mais de R$ 67 milhões em circulação na economia da cidade.

A Secretaria Municipal de Administração (Semad) informa que está fazendo o repasse dos créditos à instituição financeira responsável pelo pagamento ao longo do dia e os servidores das categorias dos órgãos da administração direta e indireta, entre ativos, inativos e pensionistas, poderão movimentar o dinheiro em suas contas bancárias a partir desta quarta-feira (30).

“Mesmo com todos os problemas financeiros que já existiam e que foram agravados nos últimos meses com a pandemia da Covid-19, a Prefeitura vem mantendo a folha em dia, como total prioridade”, afirma a secretária municipal de Administração, Adamires França.