Balanço da Copa da Pontes Hotéis & Resorts

A rede Pontes Hotéis & Resorts fechou o mês de junho com uma média de 82% de ocupação em Recife (PE). Tanto o Mar Hotel quanto o Atlante Plaza receberam, em sua maioria, turistas estrangeiros no período em que a capital pernambucana participou do Mundial. O primeiro, que atualmente opera com 380 acomodações, teve 78% das unidades habitacionais ocupadas por estrangeiros e 22%, por brasileiros, enquanto o Atlante registrou uma porcentagem 70% de público internacional e 30% nacional. Dentre os hóspedes Vips registrados estiveram a ex-presidente da Costa Rica Laura Chinchilla e a primeira dama do México, Angélica Rivero.

O Mar Hotel recebeu as delegações dos jogadores do Japão, Costa Rica, México, Alemanha e Grécia, que jogaram na Arena Pernambuco e se acomodaram na nova ala, que tem políticas sustentáveis. Três das cinco seleções saíram vitoriosas das disputas, confirmando a fama de “pé quente” do estabelecimento. Muitos torcedores também optaram pelo empreendimento. Dentre as nacionalidades, destacaram-se, em número de hospedagens, os mexicanos, norte-americanos, alemães, costa riquenhos e japoneses, respectivamente. O Atlante Plaza recebeu profissionais de Imprensa, patrocinadores da Copa do Mundo e seus convidados, além de comitivas dos países que estiveram no campeonato.

Durante a estada das seleções algumas curiosidades chamaram a atenção: o atacante japonês Honda, que também atua no Milan, da Itália, celebrou o aniversário no Mar Hotel. O jogador comemorou a data (13/06) na companhia de colegas de time e com o staff do hotel pernambucano, que entoou os parabéns após o jantar no primeiro dia da delegação em terras pernambucanas. Regrada, a comitiva solicitou antecipadamente a elaboração de um bolo de chocolate sem muitas calorias, a iguaria não poderia ter recheio ou cobertura.

Exceto Costa Rica e México, as outras seleções optaram por trazer um chef para acompanhamento da confecção dos pratos. A Alemanha trouxe um profissional de gabarito, Holger Stromberg, que é detentor de estrela do famoso guia internacional Michelin. O time alemão, por sinal, foi o mais exigente no quesito alimentação. Impuseram itens orgânicos como ingredientes. Uma mesa com frutas e hortaliças frescas ficava disposta para a elaboração personalizada de sucos que eram feitos na hora pelos próprios jogadores, a pedido da seleção. Leite, apenas sem lactose, a bebida servida era de arroz ou de soja.

A delegação grega é a última a deixar o Mar Hotel. A seleção foi a mais tranquila durante a estada.  Não fez grandes exigências e nem atraiu grande número de torcedores, no entanto, mesmo sem muitos holofotes, teve um ótimo resultado no jogo realizado na Arena Pernambuco para a Copa do Mundo, levando a partida para os pênaltis. Para poderem mostrar o seu talento, os gregos solicitaram uma alimentação reforçada. Massas, servidas “al dente” foram destaques nos pratos dos atletas. Pós-jogo, os jogadores puderam repor as energias com cheeseburgers, pizza margarita e contrafilé de costela.

Jogadores da Costa Rica acenam para torcedores no Mar Hotel
Jogadores da Costa Rica acenam para torcedores no Mar Hotel
Ex-presidente da Costa Rica é recebida com carinho no Mar Hotel
Ex-presidente da Costa Rica é recebida com carinho no Mar Hotel

Fonte: Assessoria de Imprensa