Fecomércio: Ministros falam da importância da segurança jurídica aliada a democracia em evento do Sistema Fecomércio RN e Sistema Tribuna de Comunicação

Divulgação

Segurança jurídica foi pauta de evento realizado nesta sexta-feira (15) promovido entre o Sistema Fecomércio RN, Sesc e Senac, e o Sistema Tribuna de Comunicação. O encontro, que aconteceu no Centro de Eventos João Dinarte Patriota, no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa, teve as palestras do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Tofolli, ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas, e contou com a presença do presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, e do presidente do Sistema Tribuna de Comunicação, Flávio Azevedo.

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, destacou a necessidade de uma segurança jurídica perene, com clareza e objetividade de regras e propósitos. “Vivemos uma pandemia que mudou o nosso jeito de ser, de trabalhar. E nós tivemos que nos adaptar e com isso, cumprir as novas regras que a todo momento passavam por edições. Por isso, precisamos ter uma segurança jurídica que respalde o empresariado”, afirmou Queiroz.

Divulgação

Dias Tofolli, ministro do STF, comentou que o Brasil supera seus problemas e dificuldades dia após dia, e se diz otimista com uma segurança jurídica mais forte para o país, com uma ação transversal envolvendo outras instituições para dar um retorno à sociedade mais rápido.

“Sem democracia num estado democrático de direito, não há como falar em segurança jurídica e relações que possam levar ao desenvolvimento. A democracia vai ter que responder com mais rapidez à segurança jurídica para evitar o caos”, declarou.

O vice-presidente do TCU, Bruno Dantas, disse que o poder judiciário tem um papel importante na retomada do país, colocando em discussão pautas que facilitem a atuação de gestores e empreendedores na retomada. “Segurança jurídica está diretamente ligada à regras claras e instituições fortes e independentes, capazes de fazer valer as normas. Por isso elas precisam ser claras, não podem ser dúbias”, garantiu.

Em sua fala, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, fez uma retrospectiva do ano de 2020, lembrando que o “Brasil foi pego de surpresa com a pandemia”, e os olhares se voltaram para a saúde e para economia. Ele ressaltou a importância dos auxílios financeiros e jurídicos oferecidos pelo Governo Federal, pelo qual foi possível manter os empregos e as empresas.

“No auge da pandemia buscamos a união de todos, independentemente de ideologias, em prol do Brasil. Registro a importância do ministro Dias Tofolli, que garantiu a estabilidade, a harmonia, fortalecendo os poderes e garantindo a democracia”, elogiou Fábio o ministro do STF.

Divulgação

Faria ainda comentou sobre a iniciativa federal da Lei Geral das Antenas, que facilita a emissão de licenças, eximindo a burocracia que existia. “Em alguns estados para tirar a licença, a empresa tem que ir em várias secretarias. Hoje não, temos um guichê único. São iniciativas como essa, que visam a simplificação da legislação e dos caminhos burocráticos necessários para empreender, que devem ser exemplos buscados pelo Poderes para garantir a segurança jurídica necessária para que o país volte a crescer”.

O presidente do Sistema Tribuna de Comunicação, Flávio Azevedo, afirmou que receber os ministros traz um diferencial para o Rio Grande do Norte e escutar palavras de otimismo dá um fôlego ao empresariado potiguar. “O desenvolvimento econômico depende de investimentos, e os investimentos dependem da segurança jurídica, sem isso deixa de gerar empregos e impostos”.

O evento aconteceu de forma híbrida, com plateia restrita presencial, composta por representantes do setor produtivo, do Governo do Estado, Prefeitura de Natal, do Judiciário, e transmissão via internet nos canais do Sistema Tribuna de Comunicação.

Lrefeitura de Parnamirim: Prefeitura realiza teste de sorologia em moradores e profissionais de diversas áreas

Asscom

A Prefeitura de Parnamirim está realizando, por meio do Centro Clínico Dr. Sadi Mendes (CCPAR), testes de sorologia, com a finalidade de resguardar médicos e pacientes e garantir o retorno das atividades em segurança para aqueles que estavam em quarentena. O exame é realizado através da coleta de sangue e tem por objetivo identificar a imunização de pacientes que testaram positivo para a COVID-19.

O teste sorológico é capaz de detectar os níveis de anticorpos total em cada pessoa, o que possibilita identificar, também, os casos assintomáticos. Os exames foram adquiridos com recursos do próprio município e o CCPAR informou que já recebeu, desde a semana passada, a quantidade de 11.600. O horário de funcionamento do centro é das 6h às 22h. 

A diretora Aparecida Feliciano informou que a sorologia é um exame 100% seguro e recomendado para quem apresentou sintomas nos últimos 15 dias. “Essa ferramenta é de extrema importância para que o médico possa liberar os pacientes ao retorno de suas atividades laborais, sem risco ou receio de qualquer contágio”, disse. 

O CCPAR funciona na Av. Comandante Petiti, Centro.

Texto: Andrezza Barros

Governo do RN: Covid-19: Governadora reforça necessidade de vacinação de educadores

A governadora Fátima Bezerra reforçou, nesta quinta-feira (14), a necessidade de incluir-se os profissionais da educação nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19. A medida foi discutida em uma transmissão ao vivo promovida pelos deputados federais Idilvan Alencar (PDT-CE), professora Dorinha (DEM-TO) e Rosa Neide (PT-MS), no lançamento da campanha “Profissionais da educação: vacina já!”.

“Quero destacar o quanto essa ação é importante. Precisamos entrar em campo. Vacina não se trata de privilégio, vacina é um direito”, disse a chefe do executivo estadual. “Não queremos desconsiderar nenhum grupo. O que queremos é dizer claramente que a comunidade educacional tem de ir para as fases iniciais”, esclareceu a governadora.

Ela ainda lembrou que a pauta já vem sendo motivo de sua atenção desde o fim de 2020. Em dezembro passado, a governadora do Rio Grande do Norte levou o assunto por três vezes às instâncias do Governo Federal em Brasília-DF. Dentre as medidas, encaminhou um ofício à Presidência da República formalizando a solicitação da inclusão dos profissionais da educação nos grupos prioritários de imunização.

A governadora também destacou que somente no RN “cerca de 30% da população é composta por estudantes e profissionais da educação pública, faculdades e ensino privado”. No país, são mais de 4,5 milhões de profissionais da educação e dois milhões de professores.

Com o objetivo de reforçar o movimento, a governadora contou que estará em Brasília, na próxima terça-feira (19), e mobilizará o Fórum de Governadores para debater a vacinação prioritária dos profissionais de ensino em todo o Brasil. 

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT-CE) pontuou que a pandemia aprofundou a desigualdade social no país. “Atravessamos um momento desafiador. Precisamos repensar novas caminhos no país, através da educação”, colocou o gestor. Camilo justificou também a necessidade de inclusão dos profissionais entre os grupos prioritários da imunização nacional contra o novo coronavírus, alertando para o contato direto que os profissionais tem com crianças e jovens. “Estes são os grupos mais assintomáticos”, alertou. 

Pelo atual calendário vacinal, os profissionais da educação estão listados no quarto grupo a ser imunizado. “Isso seria em abril. As aulas do RN estão previstas para iniciar em fevereiro. Não dá para esperar”, enfatizou Fátima Bezerra.

“De todas as marcas que essa pandemia deixará, além das perdas das famílias, uma das mais profundas será na educação. O desafio do retorno as aulas presencias não tem carimbo e é de todos nós”, pontuou a deputada federal Rosa Neide (PT-MS).

Também participaram do encontro virtual os deputados federais  Alice Portugal (PCdoB-BA),  Pedro Uczai (PT-SC), o deputado João Bacelar (PL-BA), o secretário de Educação do RN, Getúlio Marques, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, a secretária do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, Cecília Mota, o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Garcia,  e a presidente-executiva do movimento Todos Pela Educação, Priscila Cruz.

Natal conta com Central de Armazenamento e Distribuição de Vacinas

Rennê Carvalho

Natal está entre as capitais mais bem preparadas para receber as vacinas que serão distribuídas pelo Governo Federal contra a Covid-19. Uma das estruturas com que a Prefeitura conta para o enfrentamento à pandemia é a Central Municipal de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (CEMADI), uma das únicas do Nordeste com equipamentos específicos para o armazenamento de vacinas e soros.

“O Governo Federal já antecipou que pretende começar a vacinação contra a Covid-19 pelas capitais dos Estados. A decisão leva em conta a estrutura das maiores cidades, evitando atrasos no processo. No nosso caso, Natal atende a todas as exigências e vai prestar uma assistência de excelente padrão para a população. Estamos oferecendo 70 pontos fixos de vacinação, mais seis no sistema drive-thru e contamos também com a CEMADI para estocagem”, ressalta o prefeito Álvaro Dias.

A CEMADI possui nove câmaras frias, três freezers horizontais e 100 novas geladeiras, de uso específico para armazenamento de todos os tipos de vacina, seja qual for a escolhida pelo Governo Federal para a imunização da população. Além disso, esses equipamentos asseguram a preservação das características originais das vacinas.

As geladeiras da CEMADI imprimem relatórios de temperatura e conservação e estão vinculadas a um gerador próprio com capacidade para 48h de manutenção ininterrupta de estabilidade de temperatura. O sistema garante que as vacinas, muitas com vírus vivos, cepas virais ou pedaços de microorganismos, fiquem armazenadas conforme todas as normas e sejam distribuídas de forma correta, para que cheguem até o usuário de forma efetiva e não perigosa.
 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a CEMADI é peça fundamental na engrenagem do processo de vacinação, uma vez que que essa “Rede de Frio” se integra às 70 salas fixas de vacinas distribuídas em cinco distritos sanitários (Leste, Oeste, Sul, Norte I e Norte II). As salas de vacina recebem assessoramento técnico do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI), vinculado ao Setor de Vigilância Epidemiológica (SVE) da SMS.

Além disso, a Prefeitura do Natal assumiu a dianteira no enfrentamento à pandemia. “Apesar de todas as dificuldades com a crise econômica, investimos na montagem do Hospital de Campanha, na compra de respiradores, na ampliação dos leitos na rede pública municipal de saúde, contratação e gratificação de profissionais da área da saúde e na instalação dos Centros de Enfrentamento”, elenca o prefeito Álvaro Dias.

As ações coordenadas da Prefeitura se somam ao plano vacinal, dentro do Programa Nacional de Imunização que vai ser disponibilizado pelo governo federal, e asseguram a imunização dos natalenses.

De acordo com o Plano de Vacinação da própria Prefeitura do Natal, considerando a transmissibilidade da Covid-19, seria necessária a vacinação de 70% ou mais da população (a depender da efetividade da vacina em prevenir a transmissibilidade) para interromper a circulação da doença. Contudo, a reduzida disponibilidade da vacina no mercado mundial exige a definição de grupos prioritários com o objetivo de contribuir para a redução da morbimortalidade.

Presidente em exercício da CMN participa de seminário com ministros

divulgação

O presidente em exercício da Câmara Municipal de Natal, vereador Klaus Araújo (SDD), participou nesta sexta-feira (15) do seminário que debateu a “Segurança Jurídica na Retomada do Desenvolvimento Econômico” com o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, o vice-presidente e corregedor do Tribunal de Contas da União (TCU) Bruno Dantas e o Ministro das Comunicações, Fábio Faria.

“Os ministros falaram sobre segurança jurídica e que o desenvolvimento está diretamente ligado à qualidade de vida do cidadão, juntamente com investimentos para a cidade. Isso tem a ver com a Câmara, que vai tratar sobre isso dentro do Plano Diretor que vai ser votado neste ano pelos vereadores, buscando garantir esta segurança e, por consequência, os investimentos.”, destacou Klaus Araújo.

O evento foi realizado no auditório do Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira, em Natal pelo Sistema Tribuna de Comunicação, em parceria com a Fecomércio/RN. Nas palestras os ministros discorreram sobre como a garantia jurídica pode ajudar  o país neste momento de retomada econômica. “Juntos temos que sentar e pensar, respeitando as competências de poderes que tenham capacidade de retorno mais rápido para a população para garantir o desenvolvimento e a paz social. Precisamos institucionalizar este diálogo”, pontuou o Ministro do STF, Dias Toffoli.

Já o Corregedor do TCU defendeu leis claras que possam ser aplicadas por Poderes bem estruturados. “Quando falamos em segurança jurídica, estamos falando em regras claras e instituições fortes e independentes, capazes de fazer valer o que as normas transmitiram à população”, pontuou Bruno Dantas.

O ministro Fábio Faria, por sua vez, destacou que o ministério que comanda criou a Lei Geral das Antenas, que beneficiará as operadoras de telecomunicações, a fim de se prepararem para a chegada da tecnologia 5G. “Nos adiantamos e desburocratizamos, colocando na lei tudo o que pode ser questionado. São iniciativas assim que devem ser buscadas para garantir segurança jurídica e o país cresça”, disse o Ministro das Comunicações.

Texto: Cláudio Oliveira
Fotos: Verônica Macedo

Professora potiguar dá dicas para redação do Enem

Divulgação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), prova que funciona como uma espécie de ‘porta de entrada’ dos jovens brasileiros ao Ensino Superior, se aproxima. Depois de adiamentos causados pela pandemia da covid-19, as provas serão aplicadas em 17 e 24 de janeiro de 2021, dois domingos consecutivos. Pela primeira vez, haverá a alternativa da aplicação de forma digital. Para quem optou pelo novo formato, as provas serão em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Mailana Dantas, professora de português do Mundial Colégio e Curso, usou as redes sociais da escola para passar as últimas dicas para os estudantes.

“Sugiro que vocês façam primeiramente o seu rascunho, deixe ele organizado e reserve – ao terminas as questões – 30 minutos para passar a redação a limpo. Não é interessante deixar a redação por último. Uma dica para a proposta de intervenção é que ela não precisa ser necessariamente uma solução para a problemática apresentada, mas ela pode vir como medidas. Podemos, também, ir para o agente (quem poderia ajudar), por exemplo: governo, ONG´s, mídia, sociedade, escola. Elementos genéricos não funcionam. Não podemos esquecer como será a ação. Condições fora da realidade não devem ser apresentadas”, explica.

Em relação aos prováveis temas do Enem, não há como prever isso de forma concreta e específica, nem essa deve ser a preocupação de alunos e professores, já que um mesmo tema pode oferecer diferentes recortes de abordagem. O que se pode afirmar, com base nos últimos anos, é que a prova de redação trouxe situações-problema da realidade brasileira, pertencentes aos mais variados eixos temáticos, para que fosse possível avaliar a capacidade do aluno de argumentar e propor ações/intervenções nesse sentido.

“Trabalhamos com interdisciplinaridade e diversos assuntos se entrelaçam, conversam entre eles. Se conseguirmos perceber a ligação do tema com diversas disciplinas e conteúdos estudados, o tema está no nosso bolso”, afirma. A professora destaca ainda que, em termos de se produzir uma redação para o Enem, a palavra de ordem não é dom para escrever, mas sim utilizar a técnica. “Nos últimos anos, as expectativas da banca corretora tornaram-se públicas e coube ao professor repassar tais expectativas aos alunos, para que estes ‘moldassem’ o texto de acordo com as exigências cobradas”, pontua Mailana.

Para que o aluno não se perca durante a produção do texto, Mailana enfatiza que é imprescindível fazer uma leitura bem atenta da proposta e da coletânea, no sentido de identificar com muita precisão o recorte temático e os ‘problemas’ que devem ser mencionados no desenvolvimento do texto. “Depois disso, o rascunho e a versão definitiva do texto devem ser feitos”, explica.

Sobre sentir-se nervoso e inseguro, a professora afirma que é algo normal, porém é preciso controlar esses sentimentos, nos minutos seguintes ao início da prova. “Normalmente o aluno que produziu textos ao longo do ano, participou de simulados de redação, fez reescritas de redações e acionou o professor para receber orientações pessoais de como aprimorar a escrita, que é o que fazemos durante o ano no Mundial, consegue driblar esse momento e concentrar-se na tarefa que deve cumprir”, conclui.

Informações à imprensa:
Mosaique Comunicação
http://mosaiquecomunicacao.com.br
Ulysses Freire – DRT 1716/RN – (84) 98829-4375

Prazo para recorrer de auxílio-doença negado acaba amanhã

Pedido por ser feito por aplicativo Meu INSS ou por telefone

Divulgação

O segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que teve o auxílio-doença negado em 2020 pode agendar uma nova perícia médica até amanhã (16). O pedido deve ser feito pelo aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Pode recorrer da decisão quem pediu o adiantamento do auxílio e teve o benefício negado e quem requereu o auxílio-doença a partir de 1º de fevereiro de 2020, mas não conseguiu passar pela perícia médica.

Desde setembro, as perícias voltaram a ser presenciais nas 491 agências do INSS em todo o país, após meses de atendimento virtual por causa da pandemia da covid-19. Apenas os médicos peritos pertencentes a grupos de risco – como pessoas com mais de 60 anos, grávidas, lactantes e pessoas com doenças graves – continuam trabalhando remotamente.

Ao ir para a perícia, o segurado deverá levar todos os documentos que comprovem o motivo do afastamento do trabalho, como laudos, exames, atestados e receitas médicas. O auxílio-doença é pago a empregados que não podem ir ao trabalho por mais de 15 dias em decorrência de enfermidade ou de acidente.

Para evitar a aglomeração de pessoas nas agências, o INSS antecipou, entre março e novembro, parte do auxílio doença. O segurado recebeu um adiantamento de até R$ 1.045 – valor do salário mínimo no ano passado – sem a necessidade de perícia. Após a confirmação do benefício pelo médico perito, a quantia recebida antecipadamente seria descontada dos futuros pagamentos.

De acordo com o INSS, a diferença entre o salário mínimo e o valor do auxílio doença, caso este seja superior ao mínimo, foi paga em dezembro. Eventuais ajustes estão sendo feitos neste início de 2021.

Fonte: agência Brasil

Transporte e trânsito em Natal terão reforço para o ENEM

Josenilson Rodrigues/Busão de Natal

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), vai reforçar o sistema de transporte público neste domingo (17/01) e no próximo (21/01), quando ocorrem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Agentes de mobilidade urbana estarão nos principais corredores para dar suporte a possíveis ocorrências.
 

Segundo a STTU, as linhas N-07 (Alvorada IV/Cidade Jardim) e N-29 (Nova Natal/Nova Descoberta, via Campus) terão seus itinerários estendidos até o Praia Shopping, de modo a dar acesso as instituições de ensino localizadas ao longo da Av. Engenheiro Roberto Freire. 

 
A linha L-51 (Rocas/Pirangi, via Praça) circulará a partir das 8h30 nos domingos do ENEM, de modo a atender a demanda oriunda do bairro de Neópolis. Pelo bairro ainda circularam as linhas S-50 (Serrambi/Santa Catarina) e O-83 (Felipe Camarão/Ponta Negra, via Cidade Satélite). 

Já as linhas N-60 (Pajuçara/Mirassol) e N-77 (Parque dos Coqueiros/Mirassol) vão circular pelo Campus Universitário para permitir o acesso dos estudantes as salas que serão locais de prova na UFRN a partir das 9h. A linha 588 (Circular UFRN) também irá circular, com três veículos. Cabe ressaltar que, além dessas linhas, circularão pelo Campus as linhas N-29, O-63 (Felipe Camarão/Campus), 304 (Parque dos Coqueiros/Mirassol) e 503 (Planalto/Nova Descoberta). 

A linha N-75 (Parque das Dunas/Alecrim, via Petrópolis) também irá circular neste domingo, de modo a atender a demanda do Parque das Dunas com destino as escolas localizadas na Ribeira, Cidade Alta, Alecrim e Petrópolis. 

Além das linhas citadas, também terão reforço na frota as linhas N-08 (Redinha/Mirassol, via Rodoviária), N-15 (Pajuçara/Petrópolis), O-21 (Felipe Camarão/Areia Preta), O-22 (Felipe Camarão/Rocas, via Bom Pastor), O-30 (Felipe Camarão/Mirassol, via Candelária), N-35 (Soledade/Candelária), L-37 (Rocas/Cidade Satélite, via Praça), O-39 (Cidade Nova/Tirol), S-46 (Ponta Negra/Ribeira, via Praça), L-54 (Rocas/Ponta Negra, via Alecrim), N-70 (Parque dos Coqueiros/Ribeira) e N-84 (Soledade/Petrópolis). 

A STTU orienta que os estudantes não deixem para sair de casa em cima da hora da realização da prova, de modo a evitar aglomeração no sistema de transporte público, além de possíveis incidentes que gerem atrasos no deslocamento. Em caso de dúvidas os passageiros podem ligar para STTU, no telefone 156. 

TRÂNSITO 

De acordo com a STTU, agentes de mobilidade urbana estarão nos principais corredores – como Av. Hermes da Fonseca/Sen. Salgado Filho, Av. Bernardo Vieira e Av. Prudente de Morais – e no entorno do Campus Universitário, além de dar suporte em outros locais em caso de necessidade. 

Ao todo, serão 29 agentes de mobilidade urbana e 16 viaturas trabalhando na operação ENEM. Em caso de ocorrências no dia da prova, o cidadão pode ligar para o 156. 

INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL 

A Web Rádio 156Natal vai realizar uma cobertura especial do trânsito nos dois domingos de realização do ENEM. Das 09h30 às 13h00 você vai acompanhar boletins de tráfego especiais com as condições do trânsito nas principais vias e nos acessos aos principais locais de prova. Acompanhe pelo APP rádio na Google Play (http://bit.ly/2nK3Vn9) ou ouça no RadiosNET (http://l.radios.com.br/r/64793) ou TuneIn Radio (http://tun.in/sfAui). 

No Twitter, o @156Natal também vai monitorar em tempo real as condições de trânsito, informando locais de congestionamento e incidentes. Acompanhe em www.twitter.com/156Natal. 

Fecomércio: Intenção de consumo das famílias cresce pela quinta vez consecutiva

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cresceu pela quinta vez seguida em janeiro de 2021 (+0,7%) e subiu a 73,6 pontos. Contudo, mesmo com as recentes altas, o indicador registrou o pior desempenho para um mês de janeiro desde o início da série histórica, em 2010. Além disso, no comparativo anual, houve recuo de 24,2% – a décima retração consecutiva nesta base comparativa. A ICF está abaixo do nível de satisfação (100 pontos) desde abril de 2015.

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, a sequência de taxas mensais positivas do índice reforça a confiança dos brasileiros na recuperação econômica, sobretudo com a proximidade do início da vacinação contra o novo coronavírus no País. “É importante a validação e a agilização da compra e distribuição da vacina, ou das vacinas, para efetivar esse processo de retomada”, afirma Tadros, ressaltando que o Sistema Comércio segue à disposição para contribuir para o que for possível, inclusive com o apoio das unidades do Sesc na campanha de vacinação.

Indicadores de emprego avançam

Os indicadores relacionados ao momento atual alcançaram em janeiro os melhores níveis dos últimos meses. O item que mede a satisfação dos brasileiros com o emprego cresceu 0,2% e chegou a 88,9 pontos – o maior nível desde maio de 2020. O índice relacionado à renda, apesar da retração após o ajuste sazonal (-0,6%), aumentou sua pontuação, passando de 78,8 pontos para 79,5 pontos – patamar mais alto desde junho do ano passado.

O subíndice que avalia a perspectiva profissional dos brasileiros também se destacou positivamente, impulsionado pelo aumento do indicador referente ao emprego atual. O item acumulou o sexto avanço consecutivo (+0,7%) e atingiu o maior patamar desde abril de 2020 (88,6 pontos). “A recuperação gradual da percepção do mercado de trabalho no curto prazo já se reflete positivamente, e de forma mais intensa, nas perspectivas para os próximos seis meses em relação ao futuro profissional”, destaca Catarina Carneiro da Silva, economista da CNC responsável pelo estudo. A perspectiva de consumo também cresceu (+0,2%). Foi a terceira alta seguida do item, que chegou a 67,9 pontos e subiu ao maior nível desde maio de 2020.

Momento para Duráveis volta a crescer

Entre os itens que compõem as condições de consumo, o Momento para Duráveis foi o destaque. O item apresentou o maior crescimento mensal da pesquisa (+4,4%), voltou a crescer após duas retrações consecutivas e atingiu o melhor resultado desde maio último. O item, contudo, permanece como o de menor pontuação na ICF (46,6 pontos). O indicador Acesso ao Crédito teve o segundo aumento em sequência (+0,4%) e fechou o mês com 86,6 pontos – o maior resultado desde junho de 2020. O Nível de Consumo cresceu 1,3% – o quinto aumento consecutivo –, chegando à sua melhor pontuação desde maio do ano passado (56,9 pontos).

G1: Covid-19: Prefeitura prepara 70 postos e 6 locais de drive thru para vacinação em Natal

Fases de vacinação também foram divulgadas e terá idosos acima de 75 anos, profissionais da saúde e grupos indígenas como prioritários.

Prefeito Álvaro Dias anunciou fases em coletiva — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Sérgio Henrique Santos

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (14) que as primeiras doses da vacina contra Covid-19 estão previstas para chegar em Natal até o próximo dia 20 de janeiro e que 70 postos estarão preparados para o início da vacinação, além de seis locais que vão funcionar como drive thru (veja abaixo).

  • Arena das Dunas
  • Via Direta
  • Cemure
  • Palácio dos Esportes
  • Nélio Dias
  • E um ponto da Via Costeira

“Nós temos 70 postos preparados para atuar vacinando a população na periferia e em todos os setores em que existem postos de saúde da prefeitura, que vão estar aptos e preparados para promover a vacinação em massa da população. E temos seis locais para funcionar em esquema drive thru”, disse Álvaro Dias.

As medidas foram divulgadas durante a coletiva para apresentação do Plano de Vacinação da capital potiguar contra a doença. A previsão foi repassada pelo Ministério da Saúde ao prefeito. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda precisa liberar o uso emergencial das vacinas Coronovac e Astrazeneca. A decisão da Anvisa sai no domingo (17).

“A nossa equipe já está estruturando, todos esses locais vão estar devidamente preparados, organizados para receber a população logo que a vacina chegue em nossa cidade”, disse.

As três primeiras fases da vacinação foram definidas pela prefeitura:

  • Primeira fase: trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais, pessoas com mais de 60 anos que são institucionalizadas (vivem em abrigos de idosos, por exemplo), e população indígena;
  • Segunda fase: pessoas de 60 a 74 anos
  • Terceira fase: pessoas com comorbidades (diabetes melittus, hipertensão, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave).

Na primeira fase, a previsão é vacinar cerca de 30 mil idosos e 35 mil profissionais da saúde, que representam os maiores grupos, segundo explicou Juliana Araújo, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal.

O prefeito pediu que a população, mesmo com a previsão da chegada da vacina, não relaxe nas medidas de prevenção à doença. “Continuem utilizando a máscara, que é um meio que comprovadamente protege as pessoas porque evita a ingestão do vírus, continuem respeitando o distanciamento social, fazendo a higienização com álcool em gel e evitando aglomerações”, disse.

Quanto a questão das seringas, Álvaro Dias disse que a cessão desse material será feito pelo governo estadual, seguindo critério adotado pelo Ministério da Saúde. “Se o governo de alguma forma relaxar, nós estamos prontos para suprir essa carência”.

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal, a logística para o armazenamento da vacina também já está definido. Ela explicou que há uma Central de Imunobiológico com capacidade para 15 mil litros.

“É onde toda nossa vacina da rede é armazenada, seja de rotina ou de campanha. Então, a gente montou um espaço exclusivo para o recebimento da vacina contra a Covid-19”, explicou Juliana Araújo.