TRE inocenta João Maia

Por quatro votos a um o deputado federal João Maia (PR) foi inocentado no processo que apurava gastos de campanha no pleito de 2010. A acusação do Ministério Público Eleitoral contra o deputado, de possíveis irregularidades na contratação de veículos para a campanha foi derrubada pelos juízes Nilson Cavalcanti, Verlano Medeiros, Zeneide Bezerra e Carlo Virgilio. Votou a favor apenas o desembargador João Batista Rebouças.

Os demais Artur Cortez e Manuel Maia, integrantes da Corte Eleitoral, não participaram do julgamento. Zeneide Bezerra chegou a justificar seu voto inocentando o deputado das acusações do MPE. “É precário fazer julgamento sem provas cabais, é drástico, principalmente com o que vem depois. Louvo o voto (do juiz relator) e ele me convenceu do veredito (de inocentar João Maia)”.

joao maia - reta tabajara

{module Banner Entre Notas}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.