EDIVALDO FAGUNDES, ACUSADO DE SONEGAÇÃO, CONSEGUE DESBLOQUEAR PARTE DOS BENS*

O empresário Edivaldo Fagundes conseguiu liberar parte dos seus bens que estavam bloqueados pela Justiça Federal. O desembargador Marcelo Navarro entendeu que era exagerada a decisão de bloquear todas as empresas do empresário mossoroense. O magistrado lembrou que essa atitude poderia comprometer o funcionamento das empresas e consequentemente os empregos de centenas de trabalhadores locais e de cidades vizinhas.

Edvaldo-Fagundes

 

Edivaldo Fagundes teve o pedido de bloqueio dos seus bens decretado por suposta sonegação de impostos, da ordem de R$ 212 milhões. A decisão em primeira instância havia bloqueado 22 empresas, bem como as suas contas e patrimônio. A decisão de Marcelo Navarro foi concedida em liminar e ainda será vista em seu mérito.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.