Sesap orienta cuidados com a saúde no verão

O verão potiguar é marcado por altas temperaturas que levam naturalmente as pessoas a descuidar da alimentação, consumo de água e à perda de vitaminas e sais minerais no organismo. Para se manter saudável durante todo o verão é bom ficar atento às dicas do setor de Alimentação e Nutrição (ATAN) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

A dica principal é beber água mesmo em sentir sede, pois a sede já é um reflexo da desidratação, e também consumir alimentos leves, como frutas e verduras, que são de fácil digestão.  De acordo com a nutricionista Erika Melo, da Área Técnica de Alimentação e Nutrição da Sesap, é importante manter o consumo de frutas nas refeições (café da manhã, almoço, jantar e lanches) porque são uma excelente opção para se manter hidratado tendo em vista que possuem mais líquido em sua composição. Ela cita os exemplos da melancia, melão, abacaxi e laranja que auxiliam na refrescância. “Caso a pessoa não aceite bem a fruta, pode ser feito suco (diluindo com água), mas o ideal é o consumo da fruta in natura”, recomenda.

Xô, fritura!

A má-alimentação em períodos quentes pode ocasionar problemas de saúde com a desnutrição, como dores de cabeça, cansaço, sonolência, aumento da pressão arterial e aumento da frequência cardíaca. Mas, independente, desses sinais clínicos, deve-se evitar alimentos ricos em gordura como é o caso de alimentos fritos (peixe frito, batata frita, hambúrguer). Esses últimos, explica Erika Melo, possuem pouca quantidade de líquido em seu interior e ainda podem provocar doenças como distensão abdominal, gases e azia. Outra preocupação é com a conservação dos alimentos que são comercializados na praia, pois o calor do ambiente pode provocar o aquecimento indesejável do produto, caso não esteja bem-acondicionado, e aumentar a produção de bactérias patógenas, causando dores abdominais, diarreia, vômitos e a desidratação.

Para quem está na praia, a nutricionista recomenda uma série de cuidados. Deve-se evitar as bebidas adoçadas artificialmente e também os refrigerantes por não possuírem nenhum valor nutritivo. Nesse período é muito comum, a combinação churrasco + bebida alcoólica, o que a profissional desaconselha, pois a carne do churrasco é naturalmente rica em gordura o que provoca uma lentidão no processo de digestão, podendo provocar desconforto e sudorese. Já a bebida alcoólica, provoca desidratação. Então não é aconselhado o consumo dessa opção no verão.

Já crianças e idosos merecem cuidados especiais. Os mais velhos não sentem tanta sede, mas precisam manter um bom consumo de líquidos para evitar a desidratação. E os pequenos normalmente ficam distraídos brincando e esquecem de beber água. “Uma opção interessante é oferecer alimentos que possam ser nutritivos e que contenham líquidos para manter a hidratação e a refrescância no corpo como é o caso de um picolé de frutas natural ou suco de fruta com hortaliças/verduras (abacaxi com hortelã, suco de laranja com tomate e cenoura – que protege a pele dos raios UVA)”, aconselha Érika Melo.