FAPERN e UERN firmam convênio para popularização da ciência

Divulgação

Com o objetivo de divulgar as pesquisas desenvolvidas nos mestrados e doutorados das universidades potiguares, a FAPERN firmou convênio com a Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (FUERN). A proposta é que ao longo de dois anos sejam publicados até 200 e-books, bem como também sejam traduzidos para inglês e espanhol as páginas dos programas de pós-graduação, cujo conteúdo esteja apenas em português. Nesta terça-feira (22), o extrato do convênio foi publicado no Diário Oficial do Estado.

As duas ações devem contribuir para o aumento da nota dos programas de pós-graduação (PPGs), por ocasião da avaliação quadrienal feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Atualmente, as instituições públicas do Rio Grande do Norte oferecem 107 cursos de mestrado e 44 de doutorado, distribuídos entre UFRN, UERN, UFERSA e IFRN.

Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNDET), e resultam da decisão da governadora Fátima Bezerra, quanto a destinar recursos à FAPERN, com a proposta da Lei do PROEDI, aprovada pela Assembleia Legislativa há alguns meses. A FAPERN vai financiar 10 bolsas de estágio, possibilitando que alunos(as) da UERN dos cursos de Letras-Português, Letras-Inglês e Letras-Espanhol façam as traduções dos conteúdos dos sites, bem como revisão de obras. Noutra frente, alunos(as) de Comunicação Social poderão se candidatar a bolsas para realizar a diagramação dos e-books. Ainda haverá a seleção de um estagiário de Computação para tratar da interface em língua estrangeira dos sites dos PPGs.

A seleção desses estagiários será realizada pela FUERN, que também coordenará toda a fase editorial do convênio, de responsabilidade da Editora Universitária da UERN. Com a publicação da assinatura do convênio, as duas instituições agora devem tratar da publicação dos editais, que deve ocorrer nos próximos dias. A FAPERN vai publicar o edital para inscrição das obras a serem publicadas, bem como o edital para inscrição de PPGs que tenham interesse em ter conteúdos de suas páginas traduzidos. A FUERN vai lançar o edital de seleção dos estagiários.

Essas ações são viabilizadas, considerando a necessidade de fortalecimento dos cursos de Mestrado e Doutorado, que é parte da temática “Educação Científica”, aprovada em reunião de 30 de abril de 2020 do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia (CONECIT), como uma das áreas prioritárias de CT&I do Rio Grande do Norte para o biênio 2020-2021.

O Convênio contempla ações previstas no “Programa Ciência RN de fortalecimento de mestrados e doutorados”, que é um dos quatro programas-eixos da FAPERN, detalhado no documento Planejamento Estratégico da fundação, em atendimento ao Plano Plurianual 2020-2023 do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. “Essa é uma das contribuições da FAPERN para o desenvolvimento da pesquisa e para a popularização da ciência no Rio Grande do Norte. Queremos apoiar os nossos mestrados e doutorados em tudo que estiver ao nosso alcance. Queremos replicar esta parceria com a UERN com as demais instituições públicas de ciência, tecnologia e inovação do RN”, comemora o diretor-presidente da FAPERN, Gilton Sampaio.

Para que o convênio fosse firmado, enquanto tramitava em várias instâncias, durante alguns meses a equipe técnica da FAPERN dialogou com as equipes de vários setores da UERN, como a Pró-Reitoria de Asssuntos Estudantis (PRAE), responsável pela seleção de estagiários; com a Editora Universitária e Sistema de Bibliotecas, que cuida do programa editorial; com a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação(PROPEG), que congrega todos os PPGs da instituição, bem como a Diretoria de Assuntos Internacionais (DAINT), que tem em um dos seus focos a internacionalização da UERN.