Centros Públicos de Emprego, Trabalho e Renda retomam atendimento presencial nesta terça

Alex Régis

Os Centros Públicos de Emprego, Trabalho e Renda da Cidade Alta e do Alecrim retomam os atendimentos presenciais nesta terça-feira (04), das 9h às 16h, de segunda a sexta, com horário agendado por telefone e respeitando todas as regras de segurança sanitária para a retomada. Os Centros Públicos são unidades da Prefeitura do Natal, geridas pela Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas), para o enfrentamento do desemprego no município. 

Nos Centros Públicos de Trabalho, Emprego e Renda, o trabalhador natalense pode dar entrada no seguro-desemprego, fazer cadastro para ser encaminhado para vagas de trabalho, fazer a emissão da Carteira de Trabalho Digital através de aplicativo no próprio aparelho celular, entre outros serviços.

Os agendamentos podem ser feitos pelos telefones 3232.4233, para atendimento no Alecrim (Rua Fonseca e Silva 1112, em frente ao Instituto dos Cegos); e 3232.4922, na Cidade Alta (Rua João Pessoa, em frente a Praça Padre João Maria).

“Em decorrência da situação de calamidade pública, muitas empresas fizeram dispensa em massa dos colaboradores e, sem emprego, muitos deles estão enfrentando dificuldades. Para inúmeros cidadãos, os serviços que oferecemos como dar entrada no seguro-desemprego representam não apenas sua sobrevivência, mas também dos seus familiares. Por isso, o trabalhador deve ter a vida facilitada, especialmente, nesse momento de calamidade”, defende a secretária Andréa Dias.

Segundo a diretora do Departamento de Desenvolvimento e Qualificação Profissional, Priscilla Lobo, boa parte da população ainda não tem acesso à internet e/ou, muitas vezes, tem dificuldade no uso de aplicativos para pesquisar vagas de emprego cadastradas no Sine, por meio do Portal Emprega Brasil ou através do aplicativo Sine Fácil.

“Orientamos desde a elaboração de currículos e como se comportar em entrevistas, bem como quanto a questões de previdência social, assistência social, direitos e deveres do trabalhador. O empresário que precisar contratar mão de obra pode entrar em contato com o Setor de Captação de Vagas dos Centros Públicos e, de acordo com o banco de dados das unidades, os candidatos são enviados com carta de encaminhamento, para seleção e entrevista de emprego”, explica.

Os servidores que atendem à população nos Centros Públicos de Emprego, Trabalho e Renda receberam equipamentos de proteção individual, como máscaras N95, máscaras descartáveis, face shield (protetor facial), toucas, luvas, álcool em gel e papel contato para facilitar a higienização de teclados e telefones. A Semtas também escalou técnico de segurança e saúde do trabalho para orientar os servidores quanto à importância e a utilização correta dos EPIs.

Idema lança Concurso de Boas Práticas de Gestão Socioambiental do RN

Divulgação

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, por meio do Núcleo de Apoio à Gestão Ambiental dos Municípios (Nagam), lança o 1º Concurso de Boas Práticas de Gestão Socioambiental do Rio Grande do Norte. A iniciativa tem como objetivo identificar, reconhecer e divulgar experiências exitosas de gestão ambiental realizadas nos municípios potiguares. As inscrições começam no próximo dia 10 de agosto e seguem até 09 de outubro.

O regulamento está disponível no site do Idema (idema.rn.gov.br) e mostra todo o procedimento para a inscrição dos projetos, categorias, temáticas, critérios para avaliação, entre outros. Podem participar trabalhos desenvolvidos pelo Poder Público Municipal; Organização da Sociedade Civil (Organização não Governamental-ONG), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público–OSCIP, associação, sindicato e parceria público-privada.

Para a supervisora do Nagam/Idema, Hortência Carvalho, lançar o 1º Concurso é uma maneira de fomentar a replicação de boas práticas na área de gestão socioambiental do Estado. “Difundir e dar visibilidade à realização de ações sustentáveis do RN é fundamental no trabalho de integrar a comunidade e sensibilizar os diversos setores para que adotem, ampliem e divulguem boas práticas ambientais. É dessa maneira que podemos fortalecer nossas estruturas de gestão, bem como nossa responsabilidade ambiental coletiva”, disse Hortência.

Para participar, o interessado deve preencher os formulários de inscrição disponibilizados no site do Idema e enviados para o e-mail [email protected], apresentando arquivos digitais que comprovem as atividades desenvolvidas. Os projetos serão analisados e avaliados por uma comissão julgadora e científica, formada por membros do corpo técnico do Idema com ampla experiência nas áreas temáticas do Concurso. Entre as abordagens analisadas temos: educação ambiental, tecnologias sociais, mudanças climáticas, recursos hídricos, cidades sustentáveis, entre outras.

Serão classificadas, no máximo, três experiências/projetos em cada categoria (município, organização da sociedade civil e parceria público-privada). Os vencedores serão premiados com o “Prêmio Idema de Sustentabilidade”, exclusivamente confeccionado pela equipe do Parque das Dunas com resto de podas das árvores existentes na Unidade de Conservação. Os projetos não classificados, mas considerados meritórios, receberão um certificado e troféu de menção honrosa.

“O concurso, válido para todos os municípios do Estado, é uma forma de promover a consciência socioambiental de cada localidade, premiando as melhores práticas que contribuam para o desenvolvimento sustentável”, afirmou o diretor geral do Idema, Leon Aguiar.

A divulgação do resultado do Concurso acontecerá no dia 19 de novembro, em cerimônia que terá o local e o horário divulgados posteriormente. A data e realização da cerimônia de entrega dependerão do quadro sanitário da pandemia da Covid-19 após o resultado do concurso.

Governo nomeia e convoca 540 profissionais de saúde

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte nomeou, no último sábado (1°), 223 candidatos aprovados no concurso público Edital n° 001/2018 para cargo efetivo da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e convocou 317 profissionais de saúde aprovados provenientes dos editais de Recrutamento para Contratação Temporária, totalizando mais 540 profissionais de saúde.

O objetivo da nomeação e convocação é fortalecer a estrutura da saúde pública do Rio Grande do Norte, especialmente, para combater a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Os profissionais nomeados do concurso público Edital n°001/2018 – SEARH/SESAP para compor o quadro da Sesap são decorrentes de vacâncias (aposentadorias e falecimento de servidores) e substituições de candidatos nomeados anteriormente que não tomaram posse. Foram nomeados os profissionais dos seguintes cargos: Assistente Social (10), Enfermeiro (13), Técnico em Enfermagem (41), Engenheiro Biomédico (1), Engenheiro de Segurança do Trabalho (1), Farmacêutico (3), Farmacêutico Bioquímico (2), Fisioterapeuta (6), Fonoaudiólogo (2), Nutricionista (7), Médico Pediatra (1), Médico Ginecologista e Obstetra (3), Médico Psiquiatra (4), Médico do Trabalho (6), Psicólogo (6), Terapeuta Ocupacional (1), TAS/Administrador (6), TAS/Contador (8) e Assistente Técnico em Saúde (102).

Já os candidatos convocados por meio da Contratação Temporária irão atuar nas oito Regiões de Saúde em todo Rio Grande do Norte em atendimento ao Plano Emergencial Hospitalar para enfrentamento ao Covid-19. Entre os convocados estão enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, farmacêuticos, farmacêuticos bioquímicos ou biomédicos, técnicos em radiologia, técnicos em laboratório, copeiros, maqueiros, cozinheiros, auxiliares de cozinha e higienista hospitalar.

Procedimentos para os nomeados do Concurso Público 2018

Para assumir o cargo, os candidatos nomeados para cargo efetivo devem entrar no link http://portalsei.rn.gov.br/ e na aba de acesso ao SEI, para criar seu USUÁRIO EXTERNO e SENHA, na opção ”CLIQUE AQUI SE VOCÊ AINDA NÃO ESTÁ CADASTRADO” ou usando o link direto de https://sei.rn.gov.br/sei/controlador_externo.php?acao=usuario_externo_enviar_cadastro&acao_origem=usuario_externo_avisar_cadastro&id_orgao_acesso_externo=0. Após a criação do usuário externo, o CANDIDATO deve enviar e-mail para [email protected] informando NOME e CPF com o titulo “LIBERAÇÃO CONCURSO SESAP”, para que seu usuário seja liberado.

Após a criação do usuário externo, o CANDIDATO deve enviar e-mail para [email protected] informando NOME e CPF com o titulo “LIBERAÇÃO CONCURSO SESAP”, para que seu usuário seja liberado.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: o nomeado deve ater-se ao Artigo 13,§ 3º, da Lei Complementar nº 122/1994, o qual estabelece que o “prazo para a posse, prorrogável por igual período, a requerimento do interessado, é de 30 (trinta) dias, contados da publicação do ato de provimento”.

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA NOMEADOS DO CONCURSO PÚBLICO:

O candidato precisa escanear os documentos abaixo, e enviar o arquivo em PDF para o email: [email protected] , com o ASSUNTO “ABERTURA DE PROCESSO DE NOMEAÇÃO” e informar na mensagem o(s) TELEFONE(S) atualizado(s) (QUE ATENDA) para, após o processo ser aberto, SER AVISADO QUANTO À ASSINATURA DA POSSE E RESPECTIVA LOTAÇÃO.

•        Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos nºs 70.391/1972 e 70.436/1972 e Artigo 12, § 1º da Constituição Federal;

•        RG, CPF;

•        Título de eleitor

•        Certidão de Quitação Eleitoral (site do seu respectivo Tribunal Regional Eleitoral);

•        Comprovante de estado civil (certidão nascimento/casamento) e para aqueles que requeiram o direito ao Salário Família, ainda devem apresentar a Carteira de Vacina dos dependentes de até 06(seis) anos de idade e, ainda comprovação de frequência escolar dos dependentes de 07(sete) aos 14(quatorze) anos de idade;

•        Certificado militar (homem);

•        Comprovante do nº da conta corrente no Banco do Brasil S.A. (não pode ser conta conjunta);

•        Comprovante de residência;

•        Declarações disponíveis no site da SESAP www.saude.rn.gov.br, na guia “SERVIÇOS”, opção “CONCURSOS”:

•        Declaração de autenticidade documental e veracidade das informações prestadas;

•        De não estar cumprindo sanção por inidoneidade;

•        Quanto ao pleno gozo de seus direitos políticos e civis; e

•        Expressando não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público;

•        Declaração de Acumulação de Cargos;

•        Declaração de Bens;

•        Ficha cadastral.

•        Carteira de Trabalho e Previdência Social COMPLETA, caso não compreenda a especificação: da página com foto ATÉ a primeira de “Contrato de Trabalho” em branco e da página ANTERIOR às de “Anotações Gerais”, ATÉ a primeira folha de anotações gerais em branco;

•        Inscrição PIS/PASEP (caso não disponha procurar o setor de Pasep na Secretaria de Administração, no Centro Administrativo-Natal-RN);

•        Declaração a próprio punho, datada e assinada por extenso, informando qual foi a origem do(s) número(s) de PIS/PASEP, em caso de haver mais de um, informar qual está ativo;

•        Diplomas de formação:

•        Cargo administrativo de nível médio: certificado de ESCOLARIDADE com INSPEÇÃO ESCOLAR ou com registro no órgão competente;

•        Cargo de nível médio com formação técnica: além de certificado como acima especificado, apresentar Diploma ou certificado de conclusão de curso técnico específico (devidamente registrado no órgão competente);

•        Cargo de nível superior: Diploma de conclusão do curso superior na área para a qual foi aprovado no concurso, expedido por instituição de ensino superior devidamente reconhecida e autorizada pelo MEC;

•        Cargo de nível superior com título de especialista: Diploma ou certificado de nível superior além do referente à especialidade na área para a qual foi aprovado no concurso, bem como Registro de Qualificação de Especialista-RQE;

•        Carteira de identidade do conselho regional de classe ou categoria profissional emitida no Estado do Rio Grande do Norte e com validade atualizada (EXCETO para cargo administrativo de nível médio);

•        Certidão negativa de antecedentes criminais: Expedida pela Polícia Federal, pela Justiça Federal (https://www.cjf.jus.br/cjf/certidao-negativa) e pela Justiça Estadual (localidade em que o candidato possuir Residência nos últimos 5 anos);

•        Certidão fazendária emitida pela Secretaria de Estado de Tributação do Rio Grande do Norte (www.set.rn.gov.br);

•        Em caso de vínculo empregatício (público ou privado), trazer declaração especificando a CARGAHORÁRIA SEMANAL, bem como a distribuição de hora diária.

EXAMES NECESSÁRIOS

•        Parasitológico de fezes – validade 90 dias

•        Hemograma com contagem de plaquetas – Validade 90 dias

•        Vacinas: Antitetânica/Rubéola/Hepatite B

•        Sumário de urina com sedimentoscopia – Validade 90 dias

•        Raios X do tórax em PA com laudo de radiologista – Validade 6 meses

•        Atestado de sanidade mental emitido por médico psiquiatra – Validade 30 dias

•        Glicemia de jejum- Validade 90 dias

•        Dosagem do PSA para candidatos do sexo masculino com idade igual ou superior a 45 (quarenta e cinco) anos – Validade 6 meses

•        Citologia oncótica (preventivo com validade de 12 meses);

•        Mamografia para candidatas com idade igual ou superior a 45 (quarenta e cinco) anos (com validade de 12 meses);

•        Atestado do ginecologista/obstetra assistente para gestantes, isentas de exames radiológicos, além de qualquer outro exame

•        complementar solicitado por aquele colegiado;

•        Anti-HCV e anti-HBS;

•        Eletrocardiograma com parecer do médico cardiologista – Validade 6 meses

•        Cada exame possui uma validade específica

•        A Comissão Permanente no ato da avaliação poderá solicitar outros exames ou parecer, se julgar necessário.

Orientações para os convocados da Contratação Temporária

Os convocados serão atendidos EXCLUSIVAMENTE POR MEIO VIRTUAL, tendo que enviar a documentação exigida no prazo entre a data de publicação, e deverão ASSINAR O CONTRATO no prazo de 10 (dez) dias úteis contados da data de publicação do ato.

O CANDIDATO precisa ainda entrar no link http://portalsei.rn.gov.br/ e na aba de acesso ao SEI, para criar seu USUÁRIO EXTERNO e SENHA, na opção ”CLIQUE AQUI SE VOCÊ AINDA NÃO ESTÁ CADASTRADO” ou usando o link direto de https://sei.rn.gov.br/sei/controlador_externo.php?acao=usuario_externo_enviar_cadastro&acao_origem=usuario_externo_avisar_cadastro&id_orgao_acesso_externo=0. Após a criação do usuário externo, o CANDIDATO deve enviar e-mail para [email protected] informando NOME e CPF com o titulo “LIBERAÇÃO CONCURSO SESAP”, para que seu usuário seja liberado.

Concluída a abertura do processo, o convocado será comunicado por telefone ou mensagem eletrônica quanto à assinatura da documentação necessária para firmar o contato, através das informações geradas no ato da inscrição no recrutamento, tendo o candidato que informar eventuais mudanças por e-mail ao enviar a documentação.

Após a assinatura do contrato, a Comissão Técnica de Dimensionamento e Monitoramento da Força de Trabalho entrará em contato telefônico com o contratado para realizar a lotação, sendo a data e a hora da assinatura do contrato o principal parâmetro de prioridade no momento da lotação, ficando o candidato retardatário com menor opção de escolha da unidade onde será lotado.

Após a lotação, o contratado terá 24 horas (um dia útil) para se apresentar à unidade e iniciar as suas atividades.

Os convocados ficam dispensados temporariamente da inspeção médica oficial, nos termos da Portaria n° 508/2020-GS/SEAD, publicada no DOE de 24 de março de 2020, que estabelece a apresentação de convocados à Junta Médica do Estado, no prazo de até 60 (sessenta dias), para a emissão do respectivo Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), a contar do decretado fim do estado de calamidade, quando o contratado deverá providenciar e apresentar os Exames listados.

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

(conforme Orientação Circular nº 010/2019 – GCG/CONTROL e Edital 001/2020)

O CANDIDATO precisa escanear os documentos abaixo, e enviar o arquivo em PDF para o link: https://selecao.saude.rn.gov.br/selecao/, e informar o(s) TELEFONE(S) atualizado(s) (QUE ATENDA) para, após o processo ser aberto, SER AVISADO QUANTO À ASSINATURA DE DOCUMENTOS e consecutiva LOTAÇÃO (Telefones informação 3232-2739):

•        RG, CPF;

•        Título de eleitor

•        Certidão de Quitação Eleitoral (site do seu respectivo Tribunal Regional Eleitoral);

•        Comprovante de estado civil (certidão nascimento/casamento) e de nascimento dos filhos menores de 13 anos, se houver;

•        Certificado militar (homem);

•        Comprovante do nº da conta corrente no Banco do Brasil S.A. (não pode ser conta conjunta);

•        Comprovante de residência;

•        Documentos disponíveis no site da SESAP www.saude.rn.gov.br, na guia “SERVIÇOS”, opção “CONCUSOS”:

•        Declaração de autenticidade documental e veracidade das informações prestadas;

•        De não estar cumprindo sanção por inidoneidade;

•        Quanto ao pleno gozo de seus direitos políticos e civis; e

•        Expressando não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público;

•        Declaração de Acumulação de Cargos;

•        Declaração de Bens;

•        Ficha cadastral.

•        Carteira de Trabalho e Previdência Social COMPLETA, caso tenha dúvida na especificação abaixo:

•        Desde a foto ATÉ a primeira designada “Contrato de Trabalho” sem nenhum vínculo empregatício;

•        Desde a página ANTERIOR às de “Anotações Gerais”, ATÉ a primeira folha de anotações gerais em branco;

•        Inscrição PIS/PASEP (se houver);

•        Diplomas de formação:

•        Cargo de nível fundamental e médio: certificado de ESCOLARIDADE com INSPEÇÃO ESCOLAR ou com registro no órgão competente;

•        Cargo de nível médio com formação técnica: além de certificado como acima especificado, apresentar Diploma ou certificado de conclusão de curso técnico específico (devidamente registrado no órgão competente);

•        Cargo de nível superior: Diploma de conclusão do curso superior na área para a qual foi aprovado no concurso, expedido por instituição de ensino superior devidamente reconhecida e autorizada pelo MEC;

•        Cargo de nível superior com título de especialista: Diploma ou certificado de nível superior além do referente à especialidade na área para a qual foi aprovado no concurso, bem como Registro de Qualificação de Especialista-RQE;

•        Carteira de identidade do conselho regional de classe ou categoria profissional emitida no Estado do Rio Grande do Norte e com validade atualizada (EXCETO para cargo administrativo de nível médio);

•        Em caso de vínculo empregatício (público ou privado), trazer declaração especificando a CARGA HORÁRIA SEMANAL, bem como a distribuição de hora diária.

EXAMES NECESSÁRIOS

•        Parasitológico de fezes – validade 90 dias

•        Hemograma com contagem de plaquetas – Validade 90 dias

•        Vacinas: Antitetânica/Rubéola/Hepatite B

•        Sumário de urina com sedimentoscopia – Validade 90 dias

•        Raios X do tórax em PA com laudo de radiologista – Validade 6 meses

•        Atestado de sanidade mental emitido por médico psiquiatra – Validade 30 dias

•        Glicemia de jejum- Validade 90 dias

•        Dosagem do PSA para candidatos do sexo masculino com idade igual ou superior a 45 (quarenta e cinco) anos – Validade 6  meses

•        Citologia oncótica (preventivo com validade de 12 meses);

•        Mamografia para candidatas com idade igual ou superior a 45 (quarenta e cinco) anos (com validade de 12 meses);

•        Atestado do ginecologista/obstetra assistente para gestantes, isentas de exames radiológicos, além de qualquer outro exame

•        complementar solicitado por aquele colegiado;

•        Anti-HCV e anti-HBS;

•        Eletrocardiograma com parecer do médico cardiologista – Validade 6 meses

•        Cada exame possui uma validade específica

•        A Comissão Permanente no ato da avaliação poderá solicitar outros exames ou parecer, se julgar necessário.

Confira aqui a lista dos profissionais de saúde nomeados e convocados pelo Governo do RN.

Fecomércio: Endividamento dos brasileiros já apresentava tendência de alta antes mesmo da pandemia

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) produziu um estudo especial sobre o comportamento do endividamento dos brasileiros durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Utilizando os resultados mensais da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), a CNC analisou informações sobre o nível de comprometimento da renda do consumidor com dívidas no período, assim como contas em atraso, além da sua percepção em relação à capacidade de pagamento.

Existem hoje no Brasil quase 11 milhões de famílias (10.952.420) que possuem algum tipo de dívida. Há um ano, esse número era 5,8% menor (10.356.426, em julho de 2019). O percentual de endividamento dos brasileiros cresceu durante a pandemia: saiu de 66,2% em março para 67,4% em julho, alcançando o maior nível desde o início da realização da Peic, em janeiro de 2010. Porém, de acordo com a pesquisa, a trajetória crescente do endividamento já era observada antes da crise, com tendência ascendente desde o fim de 2018, acentuando-se no ano passado – coincidindo com o ciclo de redução dos juros. “Com condições de crédito mais favoráveis desde o início de 2019, as famílias vinham aumentando a aquisição de produtos mais dependentes do crédito, sustentando o consumo através do maior endividamento”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

O surto de covid-19 impactou de maneira bem diferente os dois grupos de renda estudados pela pesquisa da CNC. Enquanto a necessidade de crédito cresceu entre as famílias que recebem até 10 salários mínimos, com o percentual de endividamento saltando de 67,1%, em março, para o recorde de 69%, em julho, as consideradas mais ricas aumentaram a propensão a poupar, com este mesmo indicador caindo de 62,1% (março) para 59,1% (julho). “Em função da renda mais achatada, este primeiro grupo tem contraído mais dívidas durante a pandemia, pois precisa de recursos para financiar despesas correntes e manter algum nível de consumo”, explica Izis Ferreira, economista da CNC responsável pelo trabalho. “Já entre as famílias com rendimento mensal superior a 10 salários mínimos, o temor em relação à crise de saúde injetou cautela quanto aos gastos, e elas estão poupando mais.”

O tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias endividadas aumentou durante a pandemia, passando de 7 meses em março para 7,4 meses em julho. A proporção de endividados com vencimentos de compromissos em até três meses apresentou redução a partir de abril. Por outro lado, aumentou a proporção de famílias com dívidas a vencer no prazo de 6 meses a 1 ano, assim como aquelas acima de 1 ano. “Esse movimento de alongamento das dívidas, ou seja, a procura por compromissos vincendos em prazos mais longos, melhora a capacidade das famílias de quitarem seus débitos. À medida que os prazos aumentam, as prestações tendem a ser menores, encaixando-se melhor nos orçamentos domésticos, que, naturalmente, foram encurtados com a crise”, destaca a economista da Confederação.

Inadimplência também cresce na pandemia

Com mais consumidores endividados, a inadimplência também aumentou durante a pandemia. Cresceu a proporção de famílias com contas ou dívidas em atraso (de 25,3%, em março, para 26,3%, em julho). “Em termos absolutos, pode-se dizer que, em cada dez famílias endividadas, quatro atrasaram alguma das dívidas em julho. Em março, essa razão indicava resultado um pouco menor, a cada dez famílias com dívidas, 3,7 precisaram atrasar o pagamento de algum compromisso”, ressalta Izis Ferreira. Assim como no indicador referente ao endividamento, o grupo de famílias de menor renda apresentou tendência de crescimento no percentual, nos últimos meses (de 28,4%, em março, para 29,7%, em julho). Já entre a parcela com rendimentos mensais acima de 10 salários, o índice se manteve praticamente estável desde o início do surto de covid-19: variou de 11,4% (março) para 11,2% (julho).

Neste período, acelerou também o percentual das famílias que declararam não ter condições de quitar os débitos no mês seguinte e que, portanto, vão permanecer inadimplentes. A proporção cresceu de 10,2%, em março, para 12%, em julho, atingindo o percentual mais elevado da série. No caso deste item, nota-se tendência positiva a partir de abril, nas duas faixas de renda pesquisadas. “Os consumidores estão se esforçando para evitar a inadimplência, mas, uma vez inadimplentes, encontram dificuldades para quitar seus compromissos financeiros em aberto”, diz a economista da CNC, ressaltando que o tempo de atraso das quitações diminuiu durante a pandemia. “Os atrasos acima de 90 dias, que vinham caindo desde fevereiro, continuam mantendo a trajetória declinante durante a crise.”

Cartão de crédito perde espaço com a crise

O cartão de crédito, que historicamente lidera o ranking de principal tipo de dívida entre os brasileiros, acabou por perder espaço durante os meses de pandemia. A modalidade, que chegou a representar 78,4% do total de dívidas em março, passou a 76,2% em julho. Izis Ferreira chama a atenção para o fato de que, assim como o cartão de crédito, o cheque especial também recuou no período, “ambos por serem modalidades consideradas mais caras atualmente”. Por outro lado, as dívidas cresceram no crédito consignado (6,3% para 8,2%), no crédito pessoal (8,2% para 9,2%), nos carnês de loja (16,2% para 17,6%) e nos tipos de financiamento – carro (10,3% para 11,3%) e casa (9,0% para 10,1%).

Acesse a íntegra da análise da Divisão Econômica da CNC.

Escola Duque de Caixas, em Macau, deve ficar pronta até o fim do ano

Até o final do ano, os quase 400 estudantes da Escola Estadual Duque de Caxias, em Macau, poderão conhecer a nova escola onde irão estudar. O prédio é um dos 40 que estão sendo reformados pelo Governo do Estado, por meio do projeto Governo Cidadão e Secretaria de Educação. Com quase 30% das obras executadas até agora, a escola está recebendo R$ 1,3 milhão em investimentos, entre obras e equipamentos. Os recursos são do Banco Mundial.

“A comunidade escolar ficou muito feliz pela reforma da escola, que é uma das mais antigas do município e já foi local de estudos de pessoas importantes da cidade. Teremos mais condições de desenvolver várias situações de ensino aprendizagem que não podíamos antes”, comenta o professor e diretor da escola, Manuel Thiago.

A reforma inclui ampliação das salas com instalação de ar condicionado, construção de banheiros, nova copa e cozinha, refeitório, ampliação da biblioteca, além dos novos laboratórios de ciências e informática. Para Thiago, o investimento vai proporcionar melhoria no ensino e melhores condições de trabalho para toda a equipe da escola.

As obras continuaram mesmo com a pandemia do novo coronavírus. As empresas de construção civil contratadas pelo projeto Governo Cidadão decidiram manter a execução das construções após assinarem um termo de compromisso garantindo normas de higiene e combate à doença dentro do canteiro de obras.

Atualmente a Duque de Caxias tem 390 alunos no Ensino Fundamental. A reforma faz parte do projeto de ampliar, recuperar e equipar 40 escolas em 32 municípios potiguares, beneficiando mais de 20 mil alunos. 

RN Chega Junto será lançado hoje pelo Governo para a proteção socioassistencial

O Programa “RN Chega Junto” será lançado nesta terça-feira (4) na plataforma digital Zoom Meetings, às 15h. São seis ações de proteção socioassistencial direcionadas aos povos e comunidades tradicionais, à população em situação de rua, aos refugiados, apátridas e migrantes, às Instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), às mulheres vítimas da violência doméstica/familiar e aos pescadores artesanais do RN no contexto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Com investimentos de R$ 9 milhões do Governo do Estado, o Programa vai destinar R$ 4 milhões para aquisição de 60 mil cestas básicas para a população mais vulnerável que vivência as adversidades da fome e insegurança alimentar provocadas pela pandemia.   

O assessoramento e formação para trabalhadores do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) nos 10 territórios de cidadania do Rio Grande do Norte para identificação da população de povos tradicionais é objetivo do RN Chega Junto para que esta tenha acesso à  proteção socioassistencial e aos serviços de prevenção da Covid-19.

Apoiar, fortalecer e intensificar as ações de prevenção e proteção aos idosos em Instituições de longa permanência também é uma das ações do RN Chega Junto. A secretária do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Iris Oliveira, explica que o Programa também vai ofertar serviços de acolhimento e de apoio nutricional para refugiados e população em situação de rua e serviços de acolhimento para mulheres vítimas de violência doméstica/familiar, além de atender filho(a)s destas com atendimento de apoio psicossocial e jurídico, alimentação e respaldo à sua reinserção familiar e comunitária.

ALIMENTAÇÃO

O RN Chega Junto também contemplará ações no campo da sobrevivência a riscos circunstanciais como a situação de fome e insegurança alimentar que muitas famílias em vulnerabilidade enfrentam nesse contexto da Covid-19, acentua Iris Oliveira.   Na atual situação de fome e insegurança alimentar o Estado vai adquirir 60 mil cestas básicas, um investimento de R$ 4 milhões para aquisição de alimentos. 

Vinte mil cestas vão complementar o Programa RN+ Unido encerrado dia 29 de julho e serão doadas a instituições que ainda não foram contempladas com a ação. Outras 40 mil cestas serão distribuídas ao longo de quatro meses sendo 10 mil por mês para famílias que se enquadram no perfil de vulnerabilidade social de acordo com o Cadastro Único para Programas Sociais e vulnerabilidade temporária causada pela pandemia.

O RN Chega Junto vai distribuir também 180 mil máscaras de pano, sendo que em cada cesta básica serão incluídas oito máscaras para as famílias carentes atendidas por 270 instituições em 71 municípios do RN.  

A Sethas vai selecionar a população entre os grupos, famílias e coletivos sociais que já apresentaram demandas no Programa RN+ Unido assim como segmentos de trabalhadores e famílias em situação de vulnerabilidade social identificados a partir de estudos diagnósticos e diálogos com outras pastas do Governo e com a gestão da assistência social nos municípios.

Pescadores artesanais também serão beneficiados com o RN Chega Junto que vai adquirir 45 mil quilos de pescados frescos para distribuição com   famílias em situação de vulnerabilidade social, ressalta Iris Oliveira. Com isso, o Estado investirá R$ 300 mil na economia local e na pesca artesanal.

O Programa vai garantir que 35% dos recursos sejam destinados à compra de produtos da agricultura familiar do RN por meio da Lei do Pecafes (Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Rio Grande do Norte) para estimular a economia local.

A maioria das ações a serem implementadas contam com recursos extraordinários oriundos da Lei Complementar 173, de 27 de maio de 2020, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (Covid-19) com repasse de recursos da União na forma de auxílio financeiro aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios para compensar a queda de arrecadação provocada pela pandemia.

Para o Estado do Rio Grande do Norte foram destinados R$ 442,2 milhões, destes, R$ 9 milhões serão destinados a ações da política de assistência social. “Em diálogo com a Seplan (Secretaria de Planejamento) e com a Sesap (Secretaria de Saúde Pública) estamos trabalhando com esse montante  através do qual o Governo do RN está assegurando direitos e seguranças sociais à população vulnerável.

Ministério da Educação divulga resultado do Fies

Marcello casal Jr

A partir desta terça-feira (4), o Ministério da Educação (MEC) divulga o resultado dos candidatos pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A complementação da inscrição desses estudantes começa hoje mesmo e segue até as 23h59 de quinta-feira (6). Nesta edição, 107.875 mil inscritos disputam 30 mil vagas, ofertadas em mais de 1,3 mil instituições de ensino superior.

Lista de Espera

Quem não foi selecionado na chamada única do Fies ainda pode disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera, em que a inclusão é automática. Nesse caso, o prazo de convocação segue até as 23h59 de 31 de agosto.

Programa

O Fies é um programa do MEC que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, em instituições particulares de educação superior. O fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, divido em diferentes modalidades, podendo conceder juro zero a quem mais precisa. A escala varia conforme a renda familiar do candidato.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: Agência Brasil

Senac RN abre quase 2 mil vagas em cursos gratuitos a distância

Por meio da sua plataforma EAD, o Senac RN está com matrículas abertas em diversos cursos livres gratuitos, nas áreas de Gastronomia; Beleza, Informática; Turismo; Meio Ambiente; Comércio e Biossegurança. Com carga horária que variam de 20h até 240h, alguns cursos terão início imediato, a partir da finalização da matrícula.

São 1.980 vagas disponibilizadas por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG), que estabelece critérios para seleção. Entre eles, o interessado deverá ter uma renda familiar mensal per capita que não ultrapasse dois salários mínimos federais.

”Neste novo tempo que vivemos, a metodologia de ensino a distância se tornou uma excelente opção de aprendizado e continuidade dos estudos. Com essa oportunidade oferecida pelo Senac, milhares de pessoas poderão aproveitar a quarentena de forma produtiva e aprimorando conhecimentos em cursos de atualização profissional, gratuitamente”, pontua o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

Os cursos livres a distância se dividem em títulos para formação inicial, aperfeiçoamento ou atualização. Para o Rio Grande do Norte são cerca 30 cursos disponíveis. Todos os participantes receberão certificados com validade em todo território nacional.

Interessados podem se inscrever acessando o site https://www.ead.senac.br/gratuito/ e na aba Cursos Livres escolher o título de sua preferência. As inscrições são limitadas ao número de vagas disponíveis para cada curso.

ESCOLA DA ASSEMBLEIA OFERECE CAPACITAÇÃO EM NOVAS ESTRATÉGIAS DE LIDERANÇA

Divulgação

Reinventar-se para se adaptar ao “novo normal”. Por conta da pandemia do coronavírus, grande parte dos órgãos e empresas adotaram o teletrabalho e outras alternativas para que pudessem continuar suas atividades. Na Assembleia Legislativa, cuja gestão preza sempre pela inovação, criatividade e boas práticas no serviço público, a semana começa com um curso de capacitação, exclusivo para os gestores e líderes da Casa: Novas Estratégias de Liderança no período pós pandêmico, que começou hoje (3) e segue até a próxima quarta-feira (5).

O curso é oferecido pela Escola da Assembleia através da plataforma zoom e os servidores fizeram suas inscrições pelo aplicativo da Escola. “Pensamos na oficina com o intuito de capacitarmos os gestores do Legislativo, e que eles possam refletir sobre a mudança de comportamento que está por vir. Neste novo cenário os gestores devem estimular a participação e autonomia de sua equipe, além de incentivar e apoiar o desenvolvimento individual”, destaca o coordenador de Gestão de Pessoas do Legislativo, Thyago Cortez.          

O curso está sendo ministrado pelo consultor organizacional Flávio Emílio, mestre em administração de RH, mentor de carreiras e uma referência na área de gestão. Para o diretor da Escola da Assembleia, professor João Maria de Lima, a capacitação vem ao encontro do cenário diferenciado: “Iremos retomar os trabalhos e a volta será num cenário mudado, vamos estrear no ano praticamente, porque em março as atividades presenciais foram suspensas. É importante nesse momento rever alguns conceitos e o cenário social hoje exige mais do que nunca de nós líderes um papel atuante, de envolvimento, para fazermos a Casa andar de forma ainda mais célere”, afirma.

Prefeitura de Natal reforça distribuição de máscaras de prevenção

Divulgação

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), em parceria com as pastas de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) e de Mobilidade Urbana (STTU), reforça a partir desta segunda-feira (03) a campanha de conscientização e prevenção ao Coronavírus com a distribuição de milhares de máscaras de proteção.

Além da entrega de máscaras reutilizáveis, dezenas de servidores das três secretarias estarão nas ruas passando informações e orientações acerca das medidas de prevenção pessoais no combate à Covid-19. Hoje, as equipes estiveram em Ponta Negra e no Alecrim. 

“Sabemos da necessidade da reabertura do nosso comércio, por isso mesmo reforçamos essa importante ação para não regredimos.  Cada cidadão abordado receberá máscaras laváveis e reutilizáveis, além de poder tirar dúvidas com servidores preparados para orientações”, explica a titular da Semtas, Andréa Dias.

Em decreto, publicado na edição do Diário Oficial do Município do dia 30 de junho, a Prefeitura normatizou o funcionamento do comércio durante a pandemia de Covid-19. Dentre as novas normas, está a obrigatoriedade do uso de máscaras em estabelecimentos comerciais, repartições públicas e no transporte coletivo que opera na cidade. 

“Estamos distribuindo máscaras e orientando acerca da importância de usá-la, para que não haja um novo crescimento da doença em nossa cidade e seja preciso fechar novamente nosso comércio. Hoje, iremos distribuir cerca de 2.000 mil máscaras” enfatiza Vanda Laylla, diretora do Departamento de Informação, Monitoramento e Avaliação das Políticas Sociais (Dimaps), da Semtas.

Para o comércio, o decreto prevê ainda uma série de determinações específicas. As lojas e prestadores de serviços em atividade precisarão, por exemplo, higienizar seus ambientes e fazer o controle de entrada de funcionários e clientes. Além disso, devem observar o necessário distanciamento de pessoas em circulação em suas unidades, com o limite mínimo de 1.5 metro entre elas, bem como o controle de acesso às suas dependências. Da mesma forma, precisarão fixar placas informativas com orientações para a prevenção de contágio e exigir o uso de máscaras.