Protocolo de Retorno das Atividades Escolares é apresentado aos gestores da Rede Municipal de Ensino

A Secretaria Municipal de Educação apresentou na última sexta-feira (16) os “Protocolos para retorno das atividades escolares da Rede Municipal de Ensino”. A reunião virtual contou com a participação de 661 pessoas inscritas na plataforma online, entre professores, gestores, servidores e representantes da Secretaria Municipal de Educação. O protocolo, construído com a participação de vários segmentos da sociedade e discutido em 13 reuniões, apresenta as ações essenciais ao retorno da comunidade escolar no espaço educativo através de planejamento, organização e o retorno das aulas por etapas. O texto foi elaborado através de uma comissão formada por representantes do Conselho Municipal de Educação, do Conselho Escolar, dos gestores da Rede Municipal de Ensino, da Secretaria Municipal de Educação e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN.

A secretária municipal de Educação, professora Cristina Diniz, fez a abertura do encontro parabenizando os professores pela passagem da data e citou que o protocolo com 45 páginas foi criado coletivamente por vários representantes da comunidade escolar. “É com muita alegria, satisfação e a sensação de dever cumprido, e acredito que de todo o comitê também, que entregamos aos gestores da Rede Municipal de Educação os planos e protocolos de retomada das atividades escolares. Quero salientar a importância da participação da SME, equipe do Fórum de Gestores das Escolas de Natal, do Sinte, dos pais, comitê científico da Prefeitura Municipal de Natal, Conselho Municipal da Educação, enfim, de todos que juntos, elaboraram este documento. Foi um trabalho difícil e foi muito pensado, discutido, rediscutido e avaliado muitas vezes por todos nós. Assim, apresentamos agora o nosso protocolo de retorno às atividades escolares da Rede”, destacou a professora Cristina Diniz.

De acordo com os protocolos, as atividades no espaço educativo vão tratar de ações pedagógicas, ações administrativas, biossegurança e de ações normativas. Na etapa de planejamento haverá criação de comissão central, levantamento dos profissionais, professores e funcionários que fazem parte do grupo do risco, aquisição de material de limpeza e higiene elaboração do plano de ação, do ensino organizando, procedimentos de rotina e parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

A apresentação foi conduzida pela diretora do Departamento de Gestão Escolar professora Wanessa Cristina Rodrigues, que explicou sobre medidas de biossegurança, como a higienização dos aparelhos de ar condicionado e ventiladores de modo adequado e contínua, medidas protetivas durante o percurso dos estudantes com ou sem deficiência, que utilizam transporte escolar, limitar entrada de visitantes dentro das unidades de ensino e garantir a merenda escolar aos estudantes, considerando aqueles que apresentam restrições alimentares e que estiverem na condição de aula não presencial. “Dentro das unidades de ensino, haverá uma rotina diária como verificar a temperatura de todos os estudantes e profissionais, higienizar as mãos e calçados de todos os estudantes e profissionais antes da entrada, remanejar em caráter excepcional profissionais entre as unidades de ensino, interna ou externamente, orientar e verificar o distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas, garantir o uso de máscara por toda a comunidade escolar. O retorno das aulas vai ser executado em três etapas: na primeira etapa teremos retorno dos Anos Finais que acontecerá em duas fases, a segunda etapa, será o retorno dos Anos Iniciais, também acontecendo em duas fases e a terceira etapa com a Educação Infantil”, destacou Wanessa Rodrigues.

Nos próximos dias os gestores das 146 unidades de ensino irão receber os protocolos para colocar em prática o planejamento que vai ser adequado de com as dimensões de cada unidade escolar.

A Rede Municipal de Ensino de Natal atualmente conta com 146 unidades de ensino, 58.490 alunos, 3.365 professores (efetivos e temporários), 1.024 educadores infantis (efetivos e temporários), 2.741 funcionários (efetivos e terceirizados) e 1.375 estagiários.

? Mutirão da Prefeitura do Natal recolhe 500 toneladas de podas e entulhos na zona Norte

Neste domingo (18), a Companhia de Serviços Urbanos de Natal – Urbana realizou um grande mutirão na zona Norte retirando 500 toneladas de podas e entulhos dos bairros Potengi, Jardim Progresso, Gramoré, Pajuçara, Nossa Senhora Apresentação, Redinha, Avenida Moema Tinoco e toda a extensão da Avenida João Medeiros Filho.

“Fizemos um ótimo trabalho neste domingo, coletando podas e entulhos jogados nas vias, nas áreas verdes da cidade. Mas, queremos lembrar ao cidadão que ele faz parte do processo de limpeza. A taxa de limpeza paga junto com o IPTU é para a coleta porta a porta e esta é regular em toda Natal, porém os entulhos e podas são de responsabilidade de quem produz. Nos próximos anos vamos implantar mais 32 ecopontos no município para receber entulhos e podas”, disse Glauber Nóbrega, diretor de Planejamento e Gestão Ambiental da Urbana.

Além do mutirão na zona Norte, as equipes da Urbana mantiveram os serviços varrição, limpeza, coleta de resíduos nas praias e demais regiões administrativas da cidade.

?‍? STTU retomará atendimento presencial mediante agendamento online

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) vai retomar os atendimentos de todos os serviços de forma presencial mediante agendamento online, que já está disponível no site da instituição. O cidadão que desejar realizar seus serviços de forma presencial já pode acessar o site www.natal.rn.gov.br/sttu e clicar em “agende seu atendimento presencial clicando aqui” ou por meio do aplicativo Natal Digital – disponível para Android e IOS – onde será direcionado ao formulário de agendamento.

Para agendar o atendimento, o cidadão deve informar obrigatoriamente o nome completo, CPF e telefone para contato, podendo informar de forma facultativa o e-mail. Após isso, o cidadão deve clicar em avançar e selecionar o setor de atendimento, o serviço, a data e horário do atendimento.

O agendamento de atendimento na STTU será por dia e horário marcado. O cidadão escolherá uma hora específica para seu atendimento. Desse modo, não é necessário de chegar cedo para formar fila para atendimento. A orientação é que o usuário chegue cerca de 10 minutos antes da hora marcada.

Em caso de dúvidas o cidadão pode ligar para o Alô STTU, no telefone 156.

? Semurb apreende paredões de som e resgata animais por maus tratos

Um final de semana de intenso trabalho para os fiscais da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e para os Guardas Municipais, Polícia Militar e Civil. Por perturbação do sossego e desordem foram apreendidos dois paredões de som e várias caixas de som, na avenida Ayrton Senna, no bairro de Neópolis, zona Sul, de Natal. Já no sábado (17), foi realizado o resgate de 138 animais por maus tratos, que seriam comercializados em feiras livres de Natal.

A ação para apreensão de paredões atendeu ao pedido do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que pediu apoio técnico para combater os casos de perturbação do sossego naquele local. Os militares já monitorava os jovens, que se reuniam nos finais de semana, na Rua Divinópolis com a avenida Ayrton Senna, no entorno de lojas, tipo conveniência 24 horas, para consumir bebidas, geravam muita aglomeração e acionavam paredões de som e caixas de som, perturbando o sossego dos moradores da localidade.

Segundo o fiscal ambiental, Gustavo Szilagyi, que esteve no local, fazendo o monitoramento, eram grupos que circulavam sem máscaras e não cumpriam as regras do distanciamento social, determinadas pelo Decreto Estadual n° 29.583/2020 e suas alterações, cometendo crime contra a saúde pública, disse ele. As conveniências já foram alertadas pela Semurb, que não deve comercializar bebidas após as 23h.

Segundo Szilagyi houve um monitoramento e em seguida a abordagem para apreensão dos equipamentos. Foi explicado aos infratores que é proibido o acionamento de som automotivo, popularmente conhecidos por paredões de som e assemelhados em vias, praças praias e demais logradouros públicos no município de Natal. Todos os equipamentos foram apreendidos e os jovens que estavam com os equipamentos serão autuados por perturbação do sossego.

Ainda no final da semana, na tarde do sábado, os fiscais atenderam a uma denúncia de maus tratos de animais praticada por feirantes, na Cidade da Esperança. No local, havia cerca de 138 animais de diversas espécies, engaiolados dispostos no chão, algumas delas superlotadas. Eram galinhas, caprinos, gansos, guinés, patos, pombos, galos e até um filhote de cachorro, todos amontoados em gaiolas.

Segundo a fiscal ambiental, Conceição Américo que esteve no local e registrou a ocorrência, as condições a que os animais estavam submetidos era muito precária e inadequada. Alguns recipientes que deveriam ter alimentos estavam sujos e vazios ou até com fezes, disse ela. Todos eles foram recolhidos a sede da secretaria, onde foi providenciado uma melhor acomodação para os animais.

A feirante foi notificada e autuada por promover maus tratos a animais por confinamento, alimentação e condições sanitárias impróprias, bem como comercialização irregular, com previsão de multa. De acordo com o supervisor Geral de Fiscalização da Semurb, Leonardo Almeida, como a feirante não apresentou nenhum documento que comprovasse a autorização para comercialização dos animais, eles ficarão a partir de hoje, sob a guarda de um fiel depositário, até que o processo seja julgado.

As denúncias podem ser feitas pelo telefone da ouvidoria 3616-9829, por e-mail: ouvidoria.semurb@natal.rn.gov.br ou até mesmo pelo 190.

Arboviroses: projeto da Fiocruz do Amazonas e SMS tem bons resultados

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Natal da Secretaria Municipal de Saúde encerrou em setembro sua participação no “Armadilhas Disseminadores”, desenvolvido pela Fiocruz do Amazonas no Projeto Inovações na Vigilância e Controle das Arboviroses do Ministério da Saúde. Desde 2018, Natal participa junto com outras capitais, tendo resultados positivos.

O Projeto das Armadilhas Disseminadores consiste em trabalho artesanal com utilização de baldes de cerca de 50 centímetros fixados com tecido impregnado de larvicida, que foram colocados em pontos estratégicos em residências como teste, nos bairros de Nossa Senhora da Apresentação e Felipe Camarão. Essas armadilhas disseminam larvicidas para eliminar a larva do Aedes aegypti. O mosquito pousa na armadilha e leva larvicida para outro depósito, aumentando a dispersão do larvicida, contribuindo para a diminuição do número de vetores.

O objetivo do projeto é testar a implantação da armadilha em serviço e verificar o impacto dela sobre a população de vetores de arboviroses, o Aedes aegypti, que provoca dengue, zika e chikungunya. De acordo com o chefe do CCZ, Alessandra Medeiros, os resultados estão sendo avaliados. “Preliminarmente, os resultados estão sendo positivos. Estamos aguardando ajustes entre a Fiocruz e o Ministério da Saúde para a expansão e implantação em áreas de alta transmissão do Aedes aegypti em Natal”, adianta.

A chefe do Núcleo de Vigilância Entomológica, Márcia Cristina Moura, afirmou que o projeto resultou numa sensível diminuição gradativa de produção de ovos do mosquito Aedes aegypti. “Tivemos uma redução de mais de 20% na eclosão de ovos do mosquito Aedes aegypti nos dois bairros aplicados. Isso reflete em redução significativa na produção de ovos”.

?️ Morro Branco e Ponta Negra recebem manutenção com paralelepípedos

Nesta segunda-feira (19), os bairros de Morro Branco e Ponta Negra, na zona Sul, recebem os serviços da Operação tapa buracos, da Semov. O destaque é a manutenção de vias pavimentadas com paralelepípedos. De acordo com o secretário Carlson Gomes, titular da Semov, as equipes do setor de Conservação estão com o serviço na rua Pinto Martins, em Areia Preta, Av. Xavier da Silveira, em Morro Branco, e rua João Bosco, em Ponta Negra. “Vias de grande fluxo, principalmente a Xavier da Silveira. Por isso, a manutenção é imprescindível”, ressaltou o secretário de Obras.

Os trabalhos continuam com a manutenção da rede de drenagem em diversas ruas do Parque das Dunas e do loteamento Alcimar e Parque das Dunas. Os serviços serão finalizados com a manutenção da lagoa de captação do Santarém. “Amanhã, novas ruas, travessas e avenidas receberão os serviços da Operação tapa buracos”, finalizou o secretário.