O que é uma moção de repúdio, como a aprovada pela Câmara contra Madonna, Anitta e Pabllo

A Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (22), uma moção de repúdio contra as cantoras Madonna, Anitta e Pabllo Vittar em função do show realizado no Rio de Janeiro no começo do mês de maio.

Além das artistas, o governador Cláudio Castro (PL) e o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes (PSD), também foram alvos da moção. O pedido foi apresentado pelos deputados Dr. Allan Garcês (PP-MA), Chris Tonietto (PL-RJ), Clarissa Tércio (PP-PE), Cristiane Lopes (União-RO) e Julia Zanatta (PL-SC), e aprovado em votação simbólica.

Apesar da aprovação, a moção de repúdio não tem efeitos práticos. Segundo definição do Congresso Nacional, trata-se de uma “espécie de requerimento que visa expressar a manifestação da Casa Legislativa em razão de um fato que enseje repúdio, louvor, apoio, desconfiança, solidariedade, regozijo, entre outros”.

Em anos anteriores já foram emitidas moções de repúdio contra, por exemplo, as mineradoras Samarco, Vale e BHP Billiton, em função de decisão da Justiça que suspendeu uma ação contra seus respectivos dirigentes.

A moção de repúdio também já foi utilizada em contextos políticos. Em 2019, os ex-ministros Paulo Guedes e Abraham Weintraub (PMB) foram alvos de requerimentos do tipo, em função de falas consideradas polêmicas à época.

Na moção aprovada contra as três cantoras, foi destacado o conteúdo “nocivo” e de “forte viés erótico” da apresentação como motivo para o repúdio.

“O nosso repúdio a Madonna, Anitta e Pabllo Vittar, pela apresentação musical no show ‘The Celebration Tour in Rio’, realizado no Rio de Janeiro, no dia 4 de maio de 2024, em razão do vilipêndio à fé da maioria da população brasileira, e do conteúdo nocivo apresentado, de forte viés erótico”, diz o requerimento.

“Justifica-se plenamente a indignação do cidadão brasileiro, que o presente documento expressa e acompanha, manifestando o desejo desta Casa de que semelhantes eventos não voltem a manchar a fé e os valores da maioria de nossa população”, acrescentaram os autores do documento.

O show gratuito de Madonna chegou a um público de 1,6 milhão de pessoas, de acordo com estimativas da Riotur. A apresentação marcou o final da “The Celebration Tour”, turnê que celebrou os 40 anos de carreira da rainha do pop. Anitta e Pabllo Vittar também performaram no palco, como participantes especiais da cantora.

CNN

Ludmilla cancela turnê por problemas com a mesma produtora de Ivete Sangalo


  • Ludmilla surpreendeu seus seguidores na manhã desta quarta-feira (15) ao anunciar o cancelamento de sua turnê, a “Ludmilla in The House Tour”, em celebração aos seus 10 anos de carreira, por problemas com a mesma produtora que motivou Ivete Sangalo a cancelar “A Festa”, que comemoraria seus 30 anos de estrada.

 

“Por motivos qpe fogem do controle de Ludmilla e sua ecipipe, a LUDMILLA IN THE HOUSE TOUR está cancelada. A decisão foi tomada mediante o não cumprimento por parte da produtora responsável pela turnê das condições previstas no pré-contrato para a viabilidade dos shows planejados há meses. Com isso, fica impossibilitada a realização desta tour”, explicou a equipe da funkeira por meio de uma nota publicadas nas suas redes sociais.

 

“Sempre tive uma grande preocupação em levar grandes experiências para o meu público. É o que tenho feito nesses últimos anos. Fico triste com o cancelamento da turnê porque ela nasceu com o propósito de celebrar os 10 anos da minha carreira com uma entrega digna do que meus fãs merecem. Espero conseguir me apresentar o quanto antes nas diversas cidades anunciadas e quero devolver, da melhor forma possível, todo o carinho que vocês me deram durante todo esse tempo”, disse a cantora na publicação.

 

Por fim, a equipe de Ludmilla os fãs que já compraram ingressos a solicitar reembolso junto a 30e, empresa responsável pela venda dos bilhetes.

 

Nos stories, Ludmilla lamentou o cancelamento de sua turnê, mas avisou que não deixará de realizá-la.

 

 

“Parei toda a minha agenda pra fazer isso, porque era um momento que eu Lava separando pra celebrar junto com vocês. Mas, que infelizmente, por coisas que fogem da minha mão, que fogem do meu controle, a gente não vai conseguir viabilizar a turné Ludmilla in the House. Porém, isso não quer dizer que a Ludmilla in the House nunca vai acontecer. Que vocês sabem que quando eu coloco uma coisa na cabeça, é mais fácil tirar a minha cabeça do que a coisa. E a gente vai fazer isso acontecer da melhor maneira possível, no melhor momento possível. Então eu quero que vocês guardem esse nome, o de Miley in the House, no cantinho do coração de vocês, porque isso vai acontecer em algum momento. E da maneira que eu sonhei, e da maneira que vocês merecem”, falou a funkeira.

 

Ludmilla explicou ainda que a decisão de cancelar a turnê foi tomada em conjunto com seus advogados e sua equipe pensando nos seus fãs.

Cantora Leila Pinheiro se apresenta no projeto Seis & Meia dia 05 de Outubro

No dia 05 de outubro a cantora Leila Pinheiro volta aos palcos do Projeto Seis e Meia. Intérprete de repertório vasto, a cantora, pianista e compositora, Leila Pinheiro, vem tocando e cantando, em seus 41 anos de carreira, o riquíssimo e infinito cancioneiro brasileiro através de seus incontáveis e geniais compositores e poetas. Para abrir a noite, o cantor, compositor e violonista Erick von Sohsten se apresenta no projeto. Durante os dois anos afastada dos palcos pela pandemia, Leila realizou inúmeras lives transmitidas do seu estúdio em casa, de diferentes repertórios preparados especialmente para cada encontro.

Pérolas como Vitrines, Um dia, um Adeus, O que é o que é e Cavalgada, todas cabem nesse encontro vigoroso e íntimo da voz e piano de Leila Pinheiro com a musicalidade e talento do músico petropolitano, João Felippe, em participação especial no cavaco de 5 cordas e na guitarra baiana.

Duração: 180 minutos.
Classificação: 12 anos.

Quando: 05 de Outubro de 2022, às 19:00

Ingressos a partir de R$ 30,00

Local: Teatro Riachuelo

Vendas: AQUI

Diogo Nogueira se apresenta em Natal amanhã no projeto “Segura o Samba”

Os apaixonados por samba e pagode tem encontro marcado neste sábado (1), no Aeroclube de Natal, para um dos encontros mais esperados do ano. O bloco Segura que Deu Onda apresenta a partir das 16h, o “Segura o Samba”, com shows de Diogo Nogueira, Pagode do Coxa e roda de samba com Ribeira Boêmia & Debinha Ramos.

“Pé na areia”, “Coragem”, “Clareou”, “Tô fazendo a minha parte”, entre outros, são alguns dos hits mais esperados pelo público no show de Diogo Nogueira que volta a Natal para estrelar essa grande festa do samba. Outra música que promete ser um dos pontos altos do show será “Além do Espelho”, canção em homenagem ao pai João Nogueira, que foi um dos sambistas mais respeitados pelos entendedores do gênero.

As outras atrações que prometem muito samba no pé e alegria nesse final de tarde especial serão o grupo natalense Pagode do Coxa, que em seu show apresenta músicas autorais além das releituras de sambas consagrados; e o Ribeira Boêmia que traz Debinha Ramos como convidado especial para fazer todo mundo sambar com os maiores sucessos desse genuíno ritmo brasileiro.

O evento tem o patrocínio da Prefeitura de Natal através da Lei Djalma Maranhão, Ponta Negra Fiat, Arena das Dunas e Hospital São Lucas. Os ingressos do último lote estão a venda no Studio Power Plate, na Av Afonso Pena, 1048, ou de forma online no outgo.com.br.

MAIS SOBRE DIOGO NOGUEIRA

Diogo Nogueira é um dos mais festejados sambistas da nova geração. Este ano, o artista completa 15 anos de carreira. Durante a trajetória, lançou nove CDs e quatro DVDs, que venderam 1 milhão de cópias. Diogo teve todos os seus álbuns indicados ao Grammy Latino e venceu por duas vezes. Em 2021, lançou o single ‘Flor de Caña’, uma parceira com Rodrigo Leite e Cauique, também autores de um dos seus maiores hits: ‘Pé na Areia’. A nova canção é dedicada à namorada e musa inspiradora, a atriz Paola Oliveira.

Orquestra Sinfônica do RN e Quinteto Violado realizam concerto no feriado dos Mártires

Um concerto especial marca a celebração dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu na próxima segunda-feira (3/10). A Orquestra Sinfônica do RN e o Quinteto Violado, um dos grandes grupos musicais da história da MPB, apresentam o espetáculo “Quinteto Sinfônico “a partir das 16h na Capela dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu em São Gonçalo do Amarante. A entrada é franca.

O concerto, promovido pela Fundação José Augusto, será uma homenagem especial ao ex-deputado federal e ex-secretário de Educação do RN João Faustino Ferreira Neto, criador da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, através do Decreto nº 6874 de março de 1976, assinado pelo então Governador Tarcísio Maia.

O concerto “Quinteto Violado Sinfônico” mistura reportório popular ao erudito, retratando histórias e músicas marcantes ao longo da sua trajetória, transpondo para a partitura os arranjos musicais do grupo. Reúne o clássico ao cancioneiro popular com elementos do Teatro e da Literatura de Cordel com frevos, cirandas, maracatus, folguedos e baiões.               

Sob a regência do maestro Linus Lerner, a Orquestra Sinfônica do RN acompanhará o grupo pernambucano Quinteto Violado que  conta em sua discografia com mais de 56 obras gravadas entre LPs, CDs, DVDs, além de três livros e turnês internacionais pela Europa, EUA, Ásia e América Latina. O grupo recebeu o Prêmio da Música Brasileira, a Ordem do Mérito Cultural e a indicação ao Latin Grammy. 

Repertório

O repertório do concerto apresenta peças como “Tempo”, “Forró de Dominguinhos”, “Sete Meninas”, “Cavalo Marinho”, “Quero Mais”, “Noticias do Brasil”, “Disparada”, “Pra não dizer que não falei de flores”, “Festa de Sant’Ana”, “Relógio”, “Caixinha”, “Pião”, “Asa Branca” e “Algodão”.

Após o concerto, a partir das 18h, será celebrada a Missa dos Santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha e pelo padre Antônio Murilo de Paiva.

 

“Quinteto Violado Sinfônico”

Orquestra Sinfônica do RN e Quinteto Violado

Data: 3/10

Horário:16h

Local: na Capela dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu – São Gonçalo do Amarante

Entrada franca

Com produção do Grupo Carmin, Projeto Palco Natal “A Invenção do Nordeste” acontece no dia 23 de outubro

Vencedor do Prêmio Shell de Melhor Dramaturgia e do Cesgranrio de Melhor Espetáculo, entre outros, o espetáculo “A Invenção do Nordeste” aborda o surgimento e a trajetória histórica da região nordeste, propondo a desconstrução da imagem estereotipada do nordestino. Com produção da Jorge Elali Produções, a consagrada produção potiguar, do Grupo Carmin, chega ao palco do Teatro Riachuelo no dia 23 de outubro.

Motivada por reações xenófobas, manifestadas na internet durante as eleições de 2014, a atriz e diretora Quitéria Kelly encontra, na obra de Durval Muniz de Albuquerque Júnior – “A Invenção do Nordeste e Outras Artes” – um ponto de partida para refletir as divisões sociais brasileiras. Durante a pesquisa, o Carmin mergulhou nos mecanismos estéticos, históricos e culturais que contribuíram para a formação de uma visão reducionista do Nordeste brasileiro. A partir daí, Pablo Capistrano e Henrique Fontes escreveram uma auto ficção onde um diretor é contratado por uma grande produtora de fora do Nordeste para preparar dois atores norte-rio-grandenses na disputa pelo papel de um personagem nordestino. Durante a preparação, a identidade nordestina entra em cheque, os atores refletem sobre sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples. Afinal, existiria apenas uma identidade nordestina?

Quando: 23/10/22

Onde: Teatro Riachuelo Natal

Compra de ingressos: AQUI

Luan Estilizado, Raí Saia Rodada e Zezo Potiguar gravam DVD nesta sexta em Natal

O projeto surgiu em meio a pandemia, como uma forma de se conectar com os fãs e preencher mais a saudade dos palcos, o artista: Luan Estilizado resolveu se unir aos seus amigos Raí Saia Rodada e o Zezo Potiguar, para realizar uma live com um repertório de mais de cem músicas, escolhidas pelos próprios. E foi muito bem abraçada pelos fãs, que em meio a pandemia via uma forma de se conectar com eles e preencher um pouco a saudade dos palcos. A live durou mais de 5 horas e fez história entre os expectadores.

O “À Vontade” foi a primeira live a juntar três artistas (solos) nacionais simultaneamente. Com a repercussão e satisfação do público, o projeto foi ganhando forma e teve o seu primeiro show na cidade de Monteiro-PB que foi muito bem abraçado. Horas no palco, a interação e conexão dos três artistas ganhou os corações do público que então, deram sequência no projeto por outras Cidades e Estados.

O que era apenas uma live, se tornou show e agora a gravação do DVD “À Vontade” que acontece no Teatro Riachuelo em Natal-RN no dia 30 de setembro.

Quando: 30/09/22

Onde: Teatro Riachuelo

Vendas de ingressos:  AQUI

 

Hoje tem Orquestra Sinfônica do RN no Teatro Alberto Maranhão

Nesta quarta-feira (28), a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN realiza concerto no Teatro Alberto Maranhão (TAM), às 19h30. Na regência, o maestro Luiz Fernando Malheiro (BRA), diretor do Festival de Ópera de Manaus e da Orquestra Sinfônica de Manaus. O encontro, acontece sob direção artística de Linus Lerner e conta com participação do solista Joel Gisiger (oboé). Entrada gratuita.

No repertório, Abertura “Ópera Fosca”, de Carlos Gomes (1873). Considerada a melhor obra do compositor, a ópera possui libreto em italiano, escrito por Antonio Ghislanzoni, com base no romance “La festa della Maria”, de Luigi Capranica. A noite ainda conta com a presença do solista, Joel Gisiger, primeiro oboé da Orquestra Sinfônica de São Paulo, em Concerto para Oboé, de Richard Strauss; e, para o encerramento, a OSRN interpreta a Sinfonia Nº 2 de Aleksandr Borodin.

O maestro e diretor artístico da OSRN, Linus Lerner, comenta que sua tese de doutorado é voltada para a Ópera Fosca e, o convite para o maestro Malheiro reger o concerto do mês de setembro, não é à toa. “Malheiro é um dos maiores regentes do Brasil e tem um trabalho bastante considerável com a obra de Carlos Gomes, esse, um dos compositores mais importantes do país, citado pelo compositor Giuseppe Verdi: ‘Esse jovem começa onde eu termino’.” Para a segunda obra, Linus destaca a participação do solista, “Gisiger já tocou em outros momentos com a OSRN e é um grande oboísta. É uma honra ter o Joel Gisiger para interpretar, junto a OSRN, esse lindo Concerto para Oboé, de Strauss.”, enfatiza o diretor artístico.

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte realiza a temporada 2022 através do projeto Movimento Sinfônico, mediante iniciativa do Instituto Neoenergia, com patrocínio da Neoenergia Cosern e Lei Câmara Cascudo; conta com o patrocínio da Unimed Natal. O projeto Movimento Sinfônico é uma produção da MAPA Realizações Culturais e conta com o apoio dos restaurantes: La Cachette e Tábua de Carne; da G7 Comunicação e da Lado A Design.

Ingressos Gratuitos

Os ingressos são distribuídos gratuitamente ao público através de inscrição antecipada. As vagas são limitadas conforme a capacidade do Teatro Alberto Maranhão. E os interessados precisam realizar cadastro através da plataforma oficial do Sympla, a partir das 9h, do dia 26 (segunda-feira). O voucher tem valor de ingresso para assistir ao concerto no TAM, e deve ser validado entre 18h e 19h (no dia 28 de setembro), na bilheteria do teatro. É importante que o público se atente ao horário de validade do voucher, pois, a partir das 19h – do dia do espetáculo – os ingressos remanescentes serão distribuídos na bilheteria do TAM, por ordem de chegada do público que apostar na ausência daqueles que não utilizarem seus vouchers. Em caso de ingressos remanescentes, a distribuição se dará por ordem de chegada (das 19h10 às 19h30), na bilheteria do Teatro Alberto Maranhão.

Serviço:

Movimento Sinfônico 2022 – Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte

Quando: 28 de setembro (quarta-feira)

Onde: Teatro Alberto Maranhão – TAM

Horário: 19h30

A entrada só será permitida mediante apresentação do voucher/ingresso válido. É sugerido o uso de máscara.

OS CHICOS celebram obra musical de Gilberto Gil em novo show sábado

Os Chicos retornam aos palcos investigando a poesia do baiano Gilberto Gil. Em única apresentação, GRÃO acontece em primeiro de outubro, sábado, às 20h no teatro Alberto Maranhão, palco onde aconteceu a 1ª apresentação do projeto. Na ocasião o público irá desfrutar da já notável interpretação da dupla para clássicos e indispensáveis canções do compositor. Os ingressos antecipados custam R$30 na plataforma Sympla. https://www.sympla.com.br/evento/os-chicos-grao-gilberto-gil/1728066
GRÃO é um show com canções clássicas e representativas de Gilberto Gil, feito para celebrar a trajetória consistente do artista no cenário brasileiro. Grão representa a semeadura musical que Gil promove e que influencia a tantos no cenário musical e cultural. Neste show sua crítica social, reflexões pessoais, crenças e sentimentos são revelados, junto a outras canções consagradas no repertório d’Os Chicos. O show GRÃO tem direção geral de Tiago Landeira, direção musical de Toni Gregório, cenografia de Jô Bonfim, Rafel Barros e Rita Machado, Produção de Rafael Barros e iluminação e artes de Rita Machado. No palco, Tiago Landeira e Rafael Barros contam com os músicos Toni Gregório no violão e Jubileu Filho na guitarra, Bruno Cirino no acordeon, Ramon Gabriel na bateria, Ninho Brasil na percussão e Ianne Maria nos vocais.
Este é o 9° ano do projeto Os Chicos que começou no teatro Alberto Maranhão em 2013 e que quase ininterruptamente apresentou shows diferenciados a cada ano, Sempre contemplando a obra de algum grande artista brasileiro. A dupla que começou a subir nos palcos interpretando Chico Buarque, hoje já incluem em sua trajetória shows em homenagem a Caetano Veloso, Dorival Caymmi e Morais Moreira.
Serviço:
 Os Chicos apresentam o show GRÃO
Sábado, 1⁰de outubro às 20h
Teatro Alberto Maranhão
Contato: Rafael Barros 99622-9884
Ianne Maria 98805-6686

Projeto Seis & Meia apresenta Leila Pinheiro dia 05 de Outubro

No dia 05 de outubro a cantora Leila Pinheiro volta aos palcos do Projeto Seis e Meia. Intérprete de repertório vasto, a cantora, pianista e compositora, Leila Pinheiro, vem tocando e cantando, em seus 41 anos de carreira, o riquíssimo e infinito cancioneiro brasileiro através de seus incontáveis e geniais compositores e poetas. Para abrir a noite, o cantor, compositor e violonista Erick von Sohsten se apresenta no projeto. Durante os dois anos afastada dos palcos pela pandemia, Leila realizou inúmeras lives transmitidas do seu estúdio em casa, de diferentes repertórios preparados especialmente para cada encontro.

Pérolas como Vitrines, Um dia, um Adeus, O que é o que é e Cavalgada, todas cabem nesse encontro vigoroso e íntimo da voz e piano de Leila Pinheiro com a musicalidade e talento do músico petropolitano, João Felippe, em participação especial no cavaco de 5 cordas e na guitarra baiana.

Duração: 180 minutos.
Classificação: 12 anos.

Quando: 05 de Outubro de 2022, às 19:00

Ingressos a partir de R$ 30,00

Local: Teatro Riachuelo

Vendas: AQUI