Felipe Maia critica os 25 vetos de Dilma à Lei de Diretrizes Orçamentárias

 

A presidente Dilma Rousseff vetou 25 itens da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2013. Entre os vetos, estava o anexo de metas e prioridades, um documento que aponta as obras que têm preferência na execução orçamentária. Com o veto e a falta de direcionamento, não há transparência dos gastos do governo federal.
 
De acordo com o deputado Felipe Maia (DEM), o anexo foi elaborado com base em 920 emendas apresentadas por deputados e senadores na Comissão Mista de Orçamento (CMO). Foram listadas 221 ações em setores como mobilidade urbana, agricultura familiar, educação profissional e política espacial.“Com o veto, as prioridades do Orçamento resumem-se ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e ao Plano Brasil Sem Miséria, mas não listam os investimentos dentro dos programas. Tanto o Congresso deve auxiliar na definição dos gastos quanto o contribuinte tem o direito de saber onde serão aplicados os recursos públicos”, explicou Felipe Maia.
felipe maia_discurso_2308_roberto_tenorio

Deputado federal potiguar não gostou da atitude da presidente – Foto: Divulgação

Fonte: Marcos Dantas

{module Banner Entre Notas}

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.