Governo convoca 930 profissionais para enfrentamento da Covid-19

O Governo do Estado convocou 930 profissionais da área da saúde para atuar no enfrentamento da Covid-19 no Rio Grande do Norte. A convocação temporária foi publicada na edição desta quinta-feira, 2, do Diário Oficial do Estado (DOE).

Os convocados devem ficar atentos aos prazos, pois deverão assinar o contrato no prazo de 10 dias a partir da data da publicação e o atendimento será de forma virtual. Todas as informações estão publicadas no DOE, onde também consta a lista dos profissionais convocados para cada Região de Saúde.

Foram convocados enfermeiros, farmacêuticos, bioquímicos ou biomédicos, fisioterapeutas, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia, técnicos em laboratório, higienistas, copeiros, auxiliares de cozinha, cozinheiros e maqueiros para as oito Regiões de Saúde do estado.

Confira aqui o Diário Oficial 

NOTA DE ESCLARECIMENTO – PLANO DIRETOR DE NATAL

A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), responsável pela condução da Revisão do Plano Diretor, por meio da Coordenação Técnica , vem a público prestar alguns esclarecimentos a respeito do andamento das atividades previstas para esta fase da Revisão. E, sobretudo, convocar e estimular a população a ler e conhecer o conteúdo da proposta, que foi elaborada pela equipe técnica em conjunto com a sociedade e com os seis conselhos municipais, cumprindo todos os trâmites previstos no planejamento e regimento estabelecido para este fim.

Muito se tem ouvido sobre a Minuta proposta para a Revisão, com as mais diferentes opiniões sendo publicizadas nos diferentes meios de comunicação. Em muitos casos não expressa o conteúdo da proposta. Diante da complexidade do tema, para que a população conheça melhor tudo o que está exposto na Minuta, em seus 242 artigos, parágrafos, incisos e/ou alíneas, serão feitas divulgações periódicas e ilustradas.

Assim, o cidadão pode contribuir e refletir sobre a sua cidade como um organismo vivo, dinâmico, pulsante e que necessita atender à população nos seus mais diversos aspectos, seja no ordenamento físico (cenários), seja no aspecto social (moradia) e no aspecto econômico (emprego e renda). 

Dito isso, pontuaremos a partir deste 1º de julho no site e redes sociais do Plano Diretor (@planodiretornatal) alguns temas relevantes sobre a Minuta apresentada em 20 de fevereiro de 2020 pela Semurb e chancelada pelo Concidade, após ser votada pelos conselhos da cidade, nos dias 16 e 17 de março.

Ressaltamos que a Coordenação Técnica sempre esteve aberta às contribuições sobre a cidade, cabendo à equipe sistematizar, analisar e traduzir os anseios da população, inclusive corrigindo dificuldades enfrentadas durante a vigência do Plano Diretor de 2007, dentro dos critérios basilares que orientam o ordenamento urbano atual.

TEMA 1: ÁREA NÃO EDIFICANTE DE PONTA NEGRA – https://bit.ly/areanaoedificantepontanegra

RN é o primeiro destino do Brasil a receber selo de turismo seguro

Empenhada em atender as melhores formas de se adaptar ao novo normal do turismo e dedicada a atingir os mais atuais protocolos de segurança sanitária de destinos turísticos, a Empresa Potiguar de Promoção Turística – EMPROTUR foi em busca do reconhecimento do WTTC – Conselho Mundial de Viagens e Turismo, com a requisição do selo de viagem segura criado pela entidade (Travel Safety Stamp). 

O Rio Grande do Norte passou a ser o primeiro estado brasileiro a receber o selo que tem o respaldo da Organização Mundial do Turismo e de mais de 200 CEOs das principais empresas de turismo do mundo, tais como: Hilton, Radisson Hospitality, Marriott International, Expedia, InterContinental Hotels Group, Grupo Accor, Grupo Trip.com, Hyatt, Booking.com, entre outros.

O presidente da EMPROTUR, Bruno Reis, contou que o objetivo da ação é posicionar o Rio Grande do Norte como a melhor e mais segura opção de viagem. “É importante que o trade tenha confiança e credibilidade na venda do nosso destino para os turistas terem a melhor experiência de viagem por aqui”. 

Para a secretária de turismo do RN, Aninha Costa, a referência do selo internacional traduz o trabalho que vem sendo realizado de forma profissional e participativa. “Para obtenção deste importante reconhecimento, contamos com a participação ativa do Sistema Fecomercio por meio do SENAC, Sebrae, Secretaria Estadual de Saúde do RN, todas as entidades do trade turístico potiguar e o conselho dos cinco polos turísticos do estado. Um trabalho realizado de forma conjunta buscando gerar os benefícios reais aos turistas e transformar o RN em um destino que planeja a atividade com seriedade e profissionalismo para colaborar com a retomada da economia em nosso estado“.

Importante destacar que para o selo ser validado, os protocolos precisam atender a requisitos que equilibrem segurança e viabilidade. Nesse sentido, são aceitos somente aqueles que propõem as devidas regras sanitárias, de saúde, desinfecção, distanciamento e segurança em equilíbrio com a viabilidade dos negócios de todos os tamanhos, de forma que possam ser realisticamente executadas. 

SELO DO RN

Essa iniciativa se soma à criação do selo local, chamado Turismo + Protegido, que tem como objetivo capacitar os profissionais do setor e promover os serviços turísticos do Rio Grande do Norte. Lançaremos uma plataforma para que os viajantes tenham acesso às empresas do estado que fizerem adesão voluntária ao selo.

Distanciamento e medidas de proteção devem ser mantidas na flexibilização

ASSECOM/RN

O início da primeira etapa do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica nesta quarta-feira, 01, foi calculado pelo Comitê Científico de especialistas que assessora o Governo do RN na pandemia da Covid-19. Os estabelecimentos autorizados a funcionar e toda a população devem continuar cumprindo rigorosamente as regras de proteção, uso de máscaras, distanciamento e isolamento social para evitar o aumento das taxas de transmissibilidade e de ocupação de leitos.

Na entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (1º) na Escola de Governo, em Natal, o secretário adjunto de saúde do Estado, Petrônio Spinelli, destacou durante a apresentação dos dados da Covid-19, que “é uma ilusão as pessoas acharem que vão tomar um remédio que previne a doença e poderão sair às ruas”.

Spinelli, que é médico infectologista, afirmou: “Não há outras medidas para evitar contrair o vírus, internamento em UTI e sofrer risco de morte a não ser o isolamento social e obedecer as medidas sanitárias e de higiene”.

Ele também reforçou a importância da sociedade como um todo assumir a responsabilidade pela contenção da pandemia. “Quem está autorizado a funcionar deve puxar para si a responsabilidade. As próximas fases da flexibilização dependem da sociedade cumprir as orientações científicas que foram dadas e estão espelhadas no decreto do Governo.  O decreto é para ser cumprido. Se houver incompreensão da sociedade e descompromisso dos prefeitos e empresários, a flexibilização poderá ter retrocesso e não vai evoluir para as fases 2 e 3. O Governo pode muito, mas não pode tudo, e precisa das pessoas, dos empresários, dos prefeitos para que não ocorra aumento da transmissibilidade e demanda por UTIs”.

DADOS COVID E NOVOS LEITOS

A taxa geral de ocupação de leitos nesta quarta-feira é de 93,3%. Na região Oeste a ocupação é de 100%; 93,9% em Natal e região metropolitana; 90% em Pau dos Ferros; 82,7% no Seridó e 66,6% em Guamaré. 730 pessoas internadas, 383 em leitos críticos. Os casos confirmados 31.740, suspeitos 43.500, descartados 50.700, 1.067 óbitos (6 nas últimas 24 horas), 156 óbitos em investigação.

A fila de regulação tem 47 pessoas precisando de leitos críticos e 24 aguardando transporte sanitário. O Governo do RN está contratando empresa para fazer o transporte por ambulâncias para os locais de tratamento.

A previsão para hoje é de que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) abra mais 10 UTIs o Hospital João Machado em Natal. Hoje já foram aberto com apoio do Governo, 5 leitos no Hospital Maternidade Belarmina Monte, em São Gonçalo do Amarante. Para os próximos dias serão mais 5 no Hospital São Luiz em Mossoró, 10 no Hospital João Machado, em Natal, e 5 em João Câmara.

Detran esclarece serviços em funcionamento e plataformas de atendimento

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) continua com os atendimentos presenciais suspensos, de acordo com o Decreto número 29.541 do Governo do Estado e reforça que nesse período os cidadãos podem fazer uso de alguns serviços de forma on-line, sem sair de casa, disponíveis no site www.detran.rn.gov.br. Além disso, excepcionalmente, o Detran está realizando atendimento em casos prioritários para entrega de CNHs expedidas antes da pandemia, entrega de CNHs apreendidas na Operação Lei Seca, liberação de veículos apreendidos e vistorias veiculares em lojas e Concessionárias.

Serviços emergenciais de forma presencial

Aos que optaram por receber a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na sede do Detran/RN, e ficaram impossibilitados de retirar o documento com a suspensão dos atendimentos presenciais, basta enviar um e-mail para [email protected], solicitando a retirada do documento e informando o número do CPF. Cada caso será analisado e posteriormente a retirada será agendada. Somente o próprio condutor poderá retirar a CNH e deverá estar de posse de um documento de identificação pessoal com foto. A entrega é somente para os casos solicitados antes da suspensão do atendimento presencial. Atualmente, todo cidadão que necessita da CNH precisa solicitá-la via correios.

Para quem precisa receber a Carteira Nacional de Habilitação que tenha sido apreendida pela operação Lei Seca, é possível se dirigir até a sede do órgão em Natal, no bairro Cidade da Esperança, todas as quintas-feiras no horário de 8h às 13h. A entrega é feita na sala da operação Lei Seca (Prédio de Vistoria). É necessário portar documento de identificação com foto.

Outro serviço em funcionamento para população é a liberação de veículos apreendidos. O setor responsável está fazendo um regime de plantão para atender quinze casos prioritários todas as quartas-feiras, das 8h às 14h, e disponibiliza o e-mail
[email protected] para dúvidas e informações.

O Detran também está realizando vistorias externas exclusivamente nas lojas e Concessionárias que solicitarem o serviço e fizerem o agendamento prévio com a Coordenadoria de Registro de Veículos do órgão. Após a conclusão da vistoria, as empresas devem acionar os seus despachantes para fazer a abertura dos processos de Transferência de Propriedade de Veículo ou Primeiro Emplacamento, sendo o Conselho dos Despachantes responsável por efetivar os processos e enviar ao Detran para que sejam auditados e emitida a documentação dos veículos. Um ponto importante é que os processos devem ser enviados via empresa ou malote, sendo vedada a permanência de pessoas estranhas na unidade do Detran.

Serviços On-line pelo site

No site do Detran, é possível fazer: Segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH); Solicitação da CNH Definitiva; Solicitação da Permissão Internacional para Dirigir; Emissão de CRLV Digital e de boletos referentes ao licenciamento, IPVA, Taxa de Bombeiros e DPVAT. Quem precisar, também pode baixar o Aplicativo Carteira Digital de Trânsito para fazer uso da CNH Digital e CRLV Digital. Lembrando que desde o início de Abril, o Detran RN não emite mais o documento de veículos em papel moeda. Cada condutor deve baixar a versão digital do CRLV pelo site ou Aplicativo e, caso prefira, pode também imprimir em casa em papel comum tamanho A4.

Atendimento On-line através das nossas plataformas 

– Recepção: 3232.1207 (Segunda-feira a sexta-feira, 8h às 14h)
– Instagram e Twitter: @detran_rn
– Site: www.detran.rn.gov.br
– Telegram: @detran_rn |
– E-mails: [email protected] e Ouvidoria (através do portal Fala.BR www.sistema.ouvidorias.gov.br )
– Protocolo geral: [email protected] (abertura de processo/ devolução da taxa dos correios)
– Conselho Estadual de Trânsito (Cetran): 98722-1830 (Apenas Whatsapp) – e E-mail: [email protected]
– Controladoria Regional de Trânsito – [email protected] / [email protected]
– Agendamento para entrega de CNH que tenham ficado no órgão [email protected]
– Veículos apreendidos: [email protected]

Diálogos Culturais debate o Feminismo Negro

O projeto Diálogos Culturais da Fundação José Augusto (FJA) traz nesta quinta (02), às 17h, uma entrevista com a ativista Elizabeth Lima sobre o Feminismo Negro na sociedade brasileira. A live, transmitida pelo @culturarn, abordará o Julho das Pretas, mês alusivo às mulheres pretas, latino-americanas e caribenhas. Também será relembrada a história do líder quilombola Tereza Benguela, entre outros temas.  A apresentação será feita pela escritora e agente cultural da FJA em Currais Novos, Iara Carvalho.

Elizabeth Lima

Ativista dos movimentos sociais e pesquisadora das questões etnicorracial, Elizabeth Lima foi a primeira coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do RN.  É integrante da Ajagum Obinrin – Organização de Mulheres Negras do RN, ANMB – Articulação Nacional de Mulheres Negras do Brasil, Rede de Mulheres Negras do Nordeste e do CONEN – Coordenação Nacional de Entidades Negras.

A transmissão será realizada também pelo Facebook da FJA. A ação integra o projeto #toemcasatonarede que incentiva as pessoas a ficarem em casa para o enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Plano de Retomada que teve suporte do Sistema Fecomércio, por meio do Senac, leva RN a receber Selo Internacional de Destino Turístico Seguro

Imagem: Divulgação

O Rio Grande do Norte é o primeiro estado brasileiro a receber o selo de “viagem segura” (Travel Safety Stamp), criado pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo, e que tem o respaldo da Organização Mundial do Turismo e de mais de 200 CEOs das principais empresas de turismo do mundo, tais como: Hilton, Radisson Hospitality, Marriott International, Expedia, InterContinental Hotels Group, Grupo Accor, Grupo Trip.com, Hyatt, Booking.com, entre outros.

A obtenção do selo foi possível graças a uma iniciativa da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) e teve como base o Plano de Retomada do Turismo Potiguar, desenvolvido com o apoio do Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, e que incluiu Protocolos e a criação de cursos para capacitar empreendedores e seus colaboradores a implantá-los.

“Não dá para retomar as atividades sem adotar regras e procedimentos nesta área. E no setor de turismo isso é ainda mais premente. Por um motivo simples: o turista transfere sua casa, sua residência, para o seu destino turístico. Hotéis, pousadas e similares viram o lar do turista durante sua viagem. Então este segmento precisa, de fato, de um cuidado ainda mais apurado nesta questão. As capacitações irão habilitar os envolvidos na cadeia produtiva do turismo para implementação das normas de biossegurança exigidas no documento, para o pleno funcionamento das atividades no contexto pós-Covid 19. Importante, ainda, destacar que os cursos estão sendo ofertados, em sua maioria, de maneira gratuita, e todos em EAD”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

A secretária de turismo do RN, Aninha Costa, destaca a importância do selo internacional e diz que ele traduz o trabalho que vem sendo realizado de forma profissional e participativa. “Para obtenção deste importante reconhecimento, contamos com a participação ativa do Sistema Fecomércio por meio do Senac, Sebrae, Secretaria Estadual de Saúde, todas as entidades do trade turístico potiguar e o conselho dos cinco polos turísticos do estado. Um trabalho realizado de forma conjunta buscando gerar os benefícios reais aos turistas e transformar o RN em um destino que planeja a atividade com seriedade e profissionalismo para colaborar com a retomada da economia em nosso estado”, diz ela.

Importante destacar que para o selo ser validado, os protocolos adotados no destino precisam atender a requisitos que equilibrem biossegurança e viabilidade. Por isso são aceitos somente aqueles que propõem regras sanitárias, de saúde, desinfecção, distanciamento e segurança em equilíbrio com a viabilidade econômica de sua aplicabilidade nos negócios de todos os portes, tornando-os efetivamente exequíveis.

Dentro do 1% das melhores escolas do país, CEI Mirassol permanece no pódio do ENEM 2019 no RN

Foto: Divulgação

Por mais um ano consecutivo, o colégio CEI MIRASSOL é referência no ranking do ENEM 2019, ocupando o 86° lugar entre as melhores escolas do país. Cerca de trinta mil estabelecimentos de ensino brasileiros participaram do certame. A nível de Rio Grande do Norte, a escola se destaca em 2° lugar em Natal ( considerando as escolas com todos os segmentos da Educação Básica)
e 3º lugar geral no Rio Grande do Norte.

“Mais uma vez, continuamos no pódio do ENEM no Rio Grande do Norte. Além disso, é motivo de orgulho para nossos docentes e alunos saber que a nossa escola está dentro do percentual de 1% das melhores escolas do País” comemora a diretora, Corina Amorim.

A educadora destaca ainda a performance do colégio. “Esse resultado, que tanto nos orgulha, é fruto da dedicação dos nossos alunos, dos nossos docentes, de toda equipe pedagógica e das famílias que confiam em nossa proposta e estão sempre em busca do melhor para os seus filhos, assina Corina Amorim”.

Destacando que a escola é participante do seleto grupo “Top 25”, que elenca as 25 melhores escolas da região Nordeste do Brasil, Corina Amorim ainda ressalta que o CEI Mirassol conquistou a 2ª maior nota do estado de redação.

Fecomércio: Para 95% dos RHs, processos seletivos 100% digitais vieram para ficar

Mesmo diante a retração da economia, muitas organizações continuam contratando. Afinal, nunca foi tão importante contar com colaboradores talentosos para a retomada dos negócios.

Mas, como os Recursos Humanos estão lidando com as mudanças provocadas pelo isolamento social? Quais são as principais transformações que a área precisa aderir para se adequar ao novo mercado?

Pensando nisso, o Instituto Locomotiva, em parceria com a Cia de Talentos e a Acesso Digital, realizaram a pesquisa ‘Impactos do Covid-19 no Trabalho em Grandes Empresas’.

O estudo entrevistou profissionais de RH de importantes organizações brasileiras e descobriu que 91% estão satisfeitos com as medidas de segurança ao Covid-19 aplicadas pelas companhias.

Dentre elas, o home office, em que 85% estão trabalhando totalmente, ou parcialmente, à distância. A boa notícia é que 47% das organizações já estavam acostumadas ao trabalho remoto ( quando era necessário, ou no caso de empresas que disponibilizam um dia de home office na semana) – Porém, 53% estão atuando nesse formato pela primeira vez.

O dado demonstra como o mercado nacional, ainda, adia o investimento em tendências importantes, como a transformação tecnológica. Outro exemplo de atraso que custa caro às organizações, é a falta de cuidados com a saúde mental dos colaboradores.

De acordo com a pesquisa, 96% dos profissionais de RH perceberam os talentos mais ansiosos, estressados e preocupados em perder seus empregos.

No entanto, apenas 32% acreditam que as empresas estão investindo corretamente na manutenção da motivação e do engajamento dos talentos durante a pandemia.

Outro gap descoberto foram os custos por contratação. 42% dos profissionais de RH revelaram desconhecer o valor que um processo seletivo, desde o recrutamento até a efetivação de um candidato, exige das empresas.

Na maioria das companhias, a contratação, desde o processo seletivo até a admissão, leva entre 15 e 30 dias. No entanto, boa parte desse tempo ocorre devido às burocracias admissionais exigidas e, pior: 35% das empresas afirmam que já perderam talentos devido a essa demora.

Na contramão das necessidades atuais, 45% das organizações ainda não permitem que os profissionais enviem documentos admissionais por e-mail e, 47% exigem a presença física na companhia, ao menos uma vez, para efetivar a contratação.

Perceba como as organizações estão sendo convidadas a reverem rapidamente os processos que impedem a aplicação de modelos ágeis de gestão, como também a contratação de talentos que morem em outros estados, ou países (outra tendência de mercado).

47% dos profissionais entrevistados dizem que suas empresas já perceberam essa necessidade e estão implementando soluções para modernizar os processos de contratação. De acordo com o estudo, 95% dos profissionais de RH acreditam que, no futuro, o processo de contratação será 100% digital. Isso inclui:

• Sistemas unificados
• Plataformas de cadastro online
• Biometria Facial
• Identidade Digital
• Assinatura eletrônica
• Ferramentas de seleção 100% virtuais
• Utilização de redes sociais para contato com candidatos

Para a maioria dos profissionais (97%), as tecnologias digitais podem otimizar o tempo de contratação, reduzir custos e ampliar as possibilidades de encontrar os talentos que a empresa precisa. Por outro lado, 49% deles afirmam não haver incentivos da alta gestão para que essas medidas sejam aplicadas a curto prazo.

A pandemia está de passagem, assim esperamos, mas as mudanças que ela trouxe só adiantaram tendências importantes ao nosso desenvolvimento e, que não podem mais ser adiadas.

Se você é um gestor, esteja atento às transformações necessárias para manter sua empresa relevante. No caso dos profissionais, o desenvolvimento contínuo é fundamental para se manterem atualizados.

Busquem cursos e capacitações online e preparem-se para entrevistas e dinâmicas virtuais, afinal o processo seletivo online será o “novo normal!”.

Brasil passa de 60 mil mortes e 1,4 milhão de casos de Covid-19 (atualização das 13h)

G1

O Brasil passou das 60 mil mortes por coronavírus confirmadas na manhã desta quarta-feira (1º), pouco mais de 4 meses após a doença chegar ao país. Os dados são de um levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. 

Veja os dados atualizados às 13h desta quarta-feira (1): 

  • 60.194 mortos
  • 1.426.913 casos confirmados

Antes da atualização das 13h, o consórcio divulgou um primeiro boletim, às 8h. Segundo os dados disponibilizados naquele horário, pela manhã, o Brasil contava 59.745 mortos e 1.409.693 casos confirmados. 

O consórcio divulgou na terça-feira (30), às 20h, o 23º balanço, com os dados mais atualizados das secretarias estaduais naquele momento. Desde então, CE, DF, GO, MG, MS, PE, RN, RR e SP divulgaram novos dados. 

(Na terça-feira, 30, às 20h, o balanço indicou: 59.656 mortes, 1.271 em 24 horas; e 1.408.485 casos confirmados.)