Parnamirim é o 2º do RN na geração de empregos e prepara concursos

Do saldo positivo dos 5.542 empregos formais gerados no Rio Grande do Norte em 2018, 1.052 estão em Parnamirim, o segundo município no estado na geração de empregos, ficando atrás apenas de Natal, que finalizou o ano com um saldo de 1.567 vagas.

O saldo de empregos gerados em Parnamirim no ano passado também é maior do que o gerado por todo o RN em 2017, quando este foi de 848 vagas.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados ontem, 23. Em Parnamirim, a geração de empregos foi impulsionada principalmente pelos setores de serviço e construção civil.

Desde o ano passado, a Prefeitura de Parnamirim concede incentivos fiscais a empresas que estão se estabelecendo ou venham a se estabelecer no município. “Com isso, contribuímos para o desenvolvimento industrial, econômico e social de Parnamirim, ampliando e diversificando a geração de emprego e renda”, disse o Prefeito Rosano Taveira.

Para fazer jus aos incentivos, as empresas que se enquadram nos critérios, devem obrigatoriamente, alocar mão de obra aproveitando pessoas residentes no Município de Parnamirim-RN, na proporção de pelo menos 70% da que utilizar para o total dos serviços  a ser desenvolvido.

Atraídas pelas oportunidades de crescimento e pelos incentivos da gestão municipal, grandes empresas como Atacadão, Teleperformance, Vale do Pará e a Faculdade Católica do RN têm expandido seus negócios na direção da Cidade Trampolim da Vitória, movimentado a economia e a geração de empregos. A Teleperformance, por exemplo, começou oferecendo 3.500 vagas e para este ano, prevê oferecer outras quinhentas.

A Secretaria Municipal de Tributação – SEMUT recebeu um total de 17.416 inscrições ativas de empresas ou pequenos negócios que foram abertos em Parnamirim no ano passado, por meio de CPF ou CNPJ. Esse número é maior do que o registrado em 2017, que foi de 15.427.