Número de pessoas curadas da Covid-19 cresce em Parnamirim

Dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), no último boletim epidemiológico sobre a situação da Covid-19 em Parnamirim, apontam crescimento no número de curados após contaminação pelo novo Coronavírus.

De acordo com o boletim, divulgado nesta quarta-feira (6), a taxa de pacientes que tiveram a saúde restabelecida chegou aos 38%, ou seja, das 161 pessoas infectadas, no município, 62 se recuperaram, até o momento. 

Ainda de acordo com o monitoramento, 481 casos foram descartados e outros 229 estão em investigação. Quatro óbitos foram registrados.

Sobre os pacientes curados, a Sesad explica ainda que o aumento da taxa de cura depende da evolução do quadro de saúde de quem foi infectado. No geral, o tempo de recuperação de um paciente acometido pela Cobid-19 é de 14 dias. 

No entanto, de acordo com Ana Paula Pontes, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, esse período pode ser maior, quando levado em consideração aqueles pacientes com comorbidades, ou seja, portadores de outras doenças. “Essas pessoas acabam tendo agravamento dessas enfermidades, prolongando o tratamento”, acrescentou.  

Outro levantamento realizado pela Sesad evidencia o perfil dos infectados no município. De acordo com os dados, 53% do total de infectados é de adultos entre 30 e 49 anos, enquanto 17% é de idosos acima de 60 anos.

A Prefeitura segue adotando medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus. A mais recente foi a determinação para o uso obrigatório de máscaras pela população. A medida começou a valer na última quinta-feira (30) após decreto publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

“Todas as ações realizadas pela Prefeitura, como decretos, medidas de isolamento social, investigações de casos e principalmente a estruturação da rede básica de saúde, têm sido fatores fundamentais para a eficácia do atendimento, manejo clínico e a conseqüente cura dos pacientes”, destacou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde.