Setembro Amarelo: OMS diz que é possível prevenir suicídio

Agência Brasil

Rio de Janeiro - Parte da campanha Setembro Amarelo, ato na orla de Copacabana marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Tânia Rêgo/Agência Brasil

A cada 40 segundos, uma pessoa se suicida no mundo. Hoje (10), Dia Mundial para a Prevenção do Suicídio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reafirma a importância de todos os países adotarem estratégias de prevenção com eficácia comprovada.

De acordo com o diretor-geral da OMS, é possível evitar o suicídio. Ele diz que, para isso, as nações precisam se mobilizar para implementar ações eficazes e políticas públicas eficientes. Segundo a OMS, apenas 38 países têm programas nacionais de saúde e políticas eficientes de prevenção ao suicídio.

Uruguai

O Uruguai é um país que tem, historicamente, altos índices de suicídio. Em todo o continente americano, é o terceiro em número de casos, ficando atrás apenas da Guiana e do Suriname. A taxa registrada em 2016 foi quase três vezes maior do que a brasileira – foram 18,4 suicídios para cada 100 mil habitantes, enquanto o Brasil registrou 6,5 para cada 100 mil habitantes.

Leia Mais

Governo prevê inflação mais baixa, e salário mínimo pode ter aumento menor em 2020

G1

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia revisou nesta terça-feira (10), por meio do “boletim macrofiscal”, a sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) deste ano de 4% para 3,7%.

Até o momento, a área econômica tem informado que a correção do salário mínimo, em 2020, terá por base apenas a variação da inflação registrada no acumulado deste ano – com base no INPC.

Assim, a estimativa de um índice inflacionário mais baixo para 2019 também implicará, se o formato de correção for mantido, em um valor menor para o salário mínimo no ano que vem.

Leia Mais

“Precisamos de uma cidade sustentável social, ambiental e economicamente”, afirma Marcelo Queiroz em Seminário sobre Plano Diretor de Natal

Foto: Divulgação

“Por um Plano Diretor mais justo e sustentável social, ambiental e economicamente”. Foi com esta proposta que o Sistema Fecomércio RN, em parceria com o Instituto dos Arquitetos do Brasil no estado (IAB RN) e apoio do Crea RN, reuniu nesta segunda-feira (9), no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa, mais de 200 convidados, entre entidades, empresários, especialistas em Urbanismo e Meio Ambiente e autoridades. O Seminário “DesEnvolve Natal” teve como foco apresentar estratégias e metodologias que possam lançar luzes sobre os principais problemas da cidade e como o novo Plano Diretor pode ajudar a resolvê-los.

Responsável por conduzir a abertura do Seminário, o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz enalteceu a importância de promover encontros focados em definir soluções e melhorias na revisão do referido Projeto. “Realizamos este evento buscando consolidar um conjunto de sugestões que levam a uma cidade inclusiva e melhor para todos. Nossa ideia é nos aprofundarmos sobre este tema que, a meu ver, é um dos assuntos mais importantes do momento na capital potiguar”, disse.

Em processo de revisão pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), o novo Plano Diretor de Natal deverá ser enviado para votação na Câmara Municipal ainda neste ano. Entre os convidados do Seminário, os vereadores – responsáveis por aprovar o novo Plano – tiveram a oportunidade de ouvir cases e modelos apresentados por especialistas vindos dos estados de Goiás, Ceará e São Paulo, que proferiram palestras com a temática direcionada à gestão, acessibilidade e inovações nesta área. Nomes como os dos vereadores Felipe Alves (MDB); Eleika Bezerra (PSL); Aroldo Alves (PSDB); Klaus Rêgo (Solidariedade); Fulvio Saulo (Solidariedade); Ary Gomes (PDT) e Sueldo Medeiros (PHS) estavam na plateia.

Leia Mais

PROJETO RIBEIRA BOÊMIA REALIZA “LUAU DO POTENGI” NESTA SEXTA (13)

Hilneth Correia

O projeto Ribeira Boêmia e o Iate Clube do Natal realizam nesta sexta-feira, dia 13, o “Luau no Potengi”, que terá como atração música de boa qualidade, a cargo da Roda de Samba Ribeira Boêmia e de convidados especiais como Dodora Cardoso e Matheus Magalhães, do grupo “Samba Preto do Branco”. O evento, que será aberto por um trio de Chorinho, terá início às 19 horas.

Diante do belo visual do Rio Potengi, a noite será iluminada pela lua cheia e regada por muito samba, aposta o diretor social do Iate Clube, Edson Fernandes, que destaca o Ribeira Boêmia como um projeto, produzido por Laumir Barreto e que é reconhecido em todo o estado como sinônimo de qualidade.

A venda de mesas para o evento, que é aberto ao público, já está ocorrendo na secretaria do Iate Clube e na loja Le Postiche, no shopping Midway. Vendas on line também estão sendo realizadas através do site www.outgo.com.br

Número de beneficiários de planos de saúde cai 0,3% em 12 meses

Agência Brasil

Plano de Saúde
Arquivo/Agência Brasil

Pesquisa divulgada hoje (9) pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) revela que o número de beneficiários de planos de saúde caiu 0,3% – o equivalente à perda de 133,3 mil vínculos – entre julho deste ano e igual mês do ano passado, somando um total de 46,99 milhões de pessoas. De acordo com o IESS, esta é a primeira vez, desde março de 2012, que as carteiras das operadoras de planos de saúde têm menos de 47 milhões de vínculos.

Segundo o superintendente executivo do IESS, José Cechin, a redução do número de beneficiários não está em desalinho com o que vem acontecendo no setor nos últimos anos. Cechin lembrou que, nos planos médico-hospitalares, o pico de queda foi sentido a partir de dezembro de 2014 e que 3 milhões de beneficiários deixaram os planos em 2015 e em 2016 – 1,5 milhão em cada ano, e mais um pouco em 2017.

“Foram mais de 3 milhões de perdas de vínculos de planos médico-hospitalares em 2015, 2016 e 2017. De então para cá, o setor veio andando de lado. Um momento sobe, um momento cai e fica oscilando em torno de 47,1 milhões e 47,2 milhões [de beneficiários]. Desta vez, oscilou para baixo”, disse Cechin à Agência Brasil.


Apesar disso, houve aumento de 2,2% na quantidade de vínculos com pessoas de 59 anos ou mais, o que equivale a 147,3 mil novos contratos, ressaltou.

Para Cechin, a redução de 0,3% registrada nos 12 meses findos em julho “é um pequeno soluço”, e a expectativa para o próximo resultado é de recuperação. Ele disse que tem sido assim nos últimos meses e que não acredita que isso tenha iniciado uma tendência de decréscimo do número de beneficiários.” É apenas uma oscilação circunstancial, conjuntural.”

Cechin lembrou que as empresas costumam oferecer planos de saúde a seus funcionários: dois terços dos planos médico-hospitalares são corporativos. “Se, nas empresas, há desemprego, as pessoas que tinham emprego perdem o plano”, lamentou. Segundo ele, isso explica a grande saída de beneficiários dos planos de saúde em 2015 e 2016.

Ele disse que, quando a economia voltar a crescer, as empresas terão melhores condições financeiras e vão contratar pessoal que terá planos de saúde.

Odontológicos

Em contrapartida à queda de vínculos nos planos médico-hospitalares, os que cobrem tratamentos odontológicos mantêm trajetória de crescimento. Quando o segmento teve início, com regulamentação a partir de 2000/2001, havia menos de 1 milhão de beneficiários, lembrou Cechin. Atualmente, esses planos detêm 24,96 milhões de beneficiários, e a tendência é de expansão.

“É tradição desse mercado crescer continuamente, mesmo na recessão e na crise”, disse Cechin, que atribuiu a expansão do setor odontológico à mensalidade paga, que é mais baixa que a de um plano médico, e as pessoas podem pagar. Ele acrescentou que muitas empresas que gostariam de oferecer um plano médico a seus funcionários ainda não têm porte, nem economicidade, renda e finanças para tal, e optam pelo odontológico, cujo tíquete é bem mais baixo.

O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) é uma entidade que promove e realiza estudos sobre saúde suplementar baseados em aspectos conceituais e técnicos que colaboram para a implementação de políticas e para a introdução de melhores práticas no setor brasileiro.

Governo do RN promove artesanato potiguar na 25ª Multifeira Brasil Mostra Brasil

Em visita à 25ª edição da Multifeira Brasil Mostra Brasil, na noite da segunda-feira (09), a governadora Fátima Bezerra destacou a participação de artesãos potiguares vindos de diversas regiões do Rio Grande do Norte. “Por meio do Programa ProArte, o Governo do Estado viabilizou a participação de cerca de 126 artesãos. O artesanato potiguar enche os olhos pela beleza e pela diversidade de produtos. A Brasil Mostra Brasil é uma vitrine, uma grande oportunidade de mostrar o nosso artesanato para milhares de pessoas”, ressaltou.

Oito associações de artesãos estão expondo no pavilhão do Governo do Estado. Eles comercializam diversos tipos de produtos, como: renda de Bilro, macramê, crochê, esculturas de madeira, rocha e argila, peças de fibras vegetais, bonecas de pano, utensílios domésticos e muito mais. Alguns estão participando da Feira pela primeira vez, como é o caso de Jussier Brasa que trabalha há 25 anos com esculturas em madeira e com teatro de bonecos, conhecidos como: calunga ou João redondo. “Tem sido uma grande experiência conhecer outros artesãos e outros trabalhos. Estou muito feliz em estar aqui representando a minha arte e o meu Estado”, disse. 

Leia Mais

Carteira estudantil digital começará a ser emitida em 90 dias

R7

A carteira estudantil digital começará a ser emitida em 90 dias e será ofertada nas lojas Google Play e Apple Store. Com o documento, os estudantes vão poder pagar meia-entrada em shows, cinema, teatro e outros eventos culturais. O prazo começa a contar nesta segunda (9), com a publicação da medida provisória (MP) que dispõe sobre o pagamento de meia-entrada no Diário Oficial da União.

O estudante que solicitar a carteira digital terá que consentir com o compartilhamento dos dados cadastrais e pessoais com o Ministério da Educação (MEC) para subsidiar o Sistema Educacional Brasileiro — o novo banco de dados nacional dos alunos, a ser criado e mantido pela pasta.

O MEC poderá usar essas informações apenas para formulação, implementação, execução, avaliação e monitoramento de políticas públicas. O sigilo dos dados pessoais deve ser garantido sempre que possível.

Leia Mais

ASSEMBLEIA RECEBE EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COM CENÁRIOS POTIGUARES

Fotografia, conexão, vida e paixão em dois olhares. Esse é o tema da exposição fotográfica que teve início nesta segunda-feira (9), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, onde estão imagens produzidas pelos fotógrafos Canindé Soares e Flávio Rezende. As fotografias estão à venda e a exposição prossegue até a sexta-feira (13).

Com imagens que retratam o cotidiano litorâneo, os fotógrafos reproduziram paisagens que fazem parte dos cenários vistos, principalmente, pelas pessoas que trabalham e tiram o sustento do mar. Ao todo, 19 fotografias estão na exposição.

“A vida nos oferta um sem número incrível de imagens gratuitas, numa sequência de dia após dia, hora após hora, minuto após minuto, com diversidade de animais, flores, praias, seres, prédios, rios, lagos, cafés, crianças, eventos, jogos, podendo eu, você, cada um de nós, capturar, registrar, clicar e eternizar as mais belas paisagens”, explicou o escritor, jornalista e fotógrafo Flávio Rezende.

As imagens dos profissionais estão à venda por R$ 150, cada uma, e o contato pode ser feito com os próprios fotógrafos através dos contatos que estão nas imagens em exposição.

Parnamirim: Prefeito sanciona lei que institui o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial

O Prefeito Rosano Taveira sancionou a lei que institui o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR), órgão colegiado vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Regularização Fundiária (SEMAS). O órgão tem a finalidade de promover, em âmbito municipal, políticas públicas que contemplam a promoção da igualdade racial, com ênfase na população negra, indígena, judaica, árabe, cigana e nas comunidades e povos tradicionais de matriz africana, ameríndia e quilombola, ampliando o processo de controle social.

O COMPIR possui a função de formular diretrizes e promover atividades que visem a garantia dos direitos das comunidades, garantindo suas inserções na vida socioeconômica e político-cultural, além de deliberar e acompanhar a elaboração e execução de programas do Governo nos âmbitos federal, estadual e municipal, em questões relativas à população negra, indígena, judaica, árabe, cigana e povos de matriz africana e ameríndios e quilombola, sendo aberto a receber orientações, solicitações e sugestões oriundas das entidades representativas das comunidades. O órgão também possui políticas públicas com foco na população LGBT no recorte étnico-racial, com o objetivo de defender seus direitos e interesses, entre outras atividades. 

De acordo com a coordenadora de Igualdade Racial da SEMAS e integrante do COMPIR, Silvana Rodrigues, o órgão representa a luta da população negra de Parnamirim. “Nós já contávamos com a Coordenadoria de Igualdade Racial e agora, nós contamos com o compromisso do Prefeito Rosano Taveira na criação desse Conselho. Nós poderemos aderir agora ao Sistema Nacional de Igualdade Racial e ter acesso aos editais de lançamentos de projetos, que antes não tínhamos acesso. A partir de então, com o Conselho, faremos o controle social dessas comunidades e estabeleceremos esse contato entre a sociedade civil, Prefeitura de Parnamirim e outros órgãos”, disse.

Leia Mais

Indicação do PGR deve ser votada na semana do dia 22, diz Alcolumbre

Agência Brasil

 O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, após reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o senador Tasso Jereissati na residência oficial da presidência da Câmara.
Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse ontem (9) que a indicação do novo procurador-geral da República deve ser votada em plenário na semana do dia 22 de setembro. Como o mandato da atual procuradora-geral Raquel Dodge termina no dia 17 deste mês, o cargo deverá ser ocupado interinamente por um substituto.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro indicou o subprocurador-geral Augusto Aras para a função. A indicação passará por uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e depois precisa ser aprovada por maioria em plenário.

“Acho que não dá prazo [para votar até o dia 17], porque há um pedido de vista coletivo, que é natural a partir da sabatina. Deve ser na semana do dia 22”, disse Alcolumbre ao chegar na vice-presidência da República para uma reunião com Hamilton Mourão, que ocupa de forma interina o comando do país com o afastamento do presidente Jair Bolsonaro para a realização de uma cirurgia.   

Pela regra, após o fim do mandato de Raquel Dodge, a PGR passará a ser comandada pelo subprocurador-geral da República Alcides Martins, que é o vice-presidente do Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF).