Movimento Preserve Pipa em busca da ampliação do fluxo de turistas europeus

O contato com a natureza preservada da região da Praia da Pipa é um dos grandes atrativos do destino. Foto: Fotográfos da Pipa.

Movimento Preserve Pipa, iniciativa dos integrantes da Associação de Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (ASHTEP) e do Pipa Convention & Visitors Bureau, marca presença na Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL, que acontece entre os dias 1 e 5 de março, na capital portuguesa. O evento faz parte do calendário anual de promoção do Movimento e se apresenta como uma oportunidade singular para a prospecção de turistas europeus, tendo em vista a proximidade geográfica, o voo direto entre Lisboa e a capital potiguar e as diversas possibilidades turísticas que a região da Praia da Pipa oferece.

“A BTL é o cenário perfeito para divulgarmos as ações do Movimento Preserve Pipa. O público europeu representa 10% do nosso fluxo turístico e tenho certeza que podemos ampliar o número, já que o destino Pipa consegue reunir atrativos sem igual, que interessam diretamente esse público”, afirma Wanderson Borges, cofundador do Preserve. “Turismo de Sol e Praia, contato direto com a natureza, alta gastronomia, sustentabilidade ambiental, econômica e social e ainda proximidade geográfica fazem a Pipa ganhar destaque diante de outros destinos do Brasil”, afirma Wanderson.

Dados da Embratur dão conta de que mais de 1,28 milhão de turistas estrangeiros compraram passagens para desfrutar o verão no Brasil em 2023. Segundo o órgão, os portugueses integram o top 5 de estrangeiros, com 85,3 mil. Italianos também estão na lista, com 53,2 mil turistas interessados. Aliado ao fato e tendo como base as perspectivas da OMT (Organização Mundial do Turismo) para este ano, a movimentação global de turistas pode atingir entre 80% e 95% dos níveis pré-pandêmicos.

Os números são animadores para toda a cadeia e o Movimento Preserve Pipa almeja destaque no cenário nacional. “Acreditamos que 2023 é um ano fundamento para colocar o destino Pipa na rota dos mais desejados e buscados pelo público europeu, por isso estamos focados em trazer excelentes parcerias da BTL”, conclui o co-fundador do Movimento.

O que é o Preserve Pipa

Movimento Preserve Pipa é uma iniciativa dos integrantes da Associação de Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (ASHTEP) e do Pipa Convention & Visitors Bureau em prol da sustentabilidade real, voltando as suas ações à garantia de uma melhor qualidade de vida para os moradores e uma experiência sem igual para os turistas que procuram a região da Praia da Pipa. Ao todo, são quase 50 empreendimentos participantes, todos com avaliações acima dos 90% de aprovação entre os clientes.

O Movimento entende que a sustentabilidade depende de um tripé, que também leva em consideração fatores econômicos e sociais, além dos naturais, por isso, ações de promoção e divulgação do destino, o apoio a eventos locais, geração de empregos e renda e qualificação de mão de obra estão entre as principais ações do grupo.

Disruptivo e inovador, o Preserve Pipa foi responsável pelo lançamento da primeira OTA de destinos do Brasil, conectando os hotéis e pousadas da região da Praia da Pipa diretamente aos turistas. As vantagens serão para todos os públicos: os empreendedores locais que farão ações de sustentabilidade do destino e principalmente para os turistas que vão encontrar valores mais atrativos para visitar Pipa.

Fim de Carnaval: especialista esclarece sobre transmissão e tratamento da doença do beijo

População jovem é mais exposta ao vírus, que é comum e não possui tratamento específico

Passado o Carnaval, as salas de atendimento dos hospitais costumam ficar cheias de pessoas com sintomas gripais devido a alta exposição durante a festa de Momo. Um dos diagnósticos mais comuns na população neste período é a “doença do beijo”, também chamada de mononucleose, que é causada pela transmissão do vírus Epstein-Barr (EBV) pela saliva e mucosa oral.

A docente do IDOMED e infectologista Karis Rodrigues explica que, por este motivo, as pessoas que beijaram no Carnaval, especialmente na faixa etária de 15 a 24 anos, estão mais expostas à doença, que também pode ser transmitida por via sexual.  

A especialista esclarece que os sintomas iniciais são febre, mal-estar, fadiga, cansaço e, frequentemente, o quadro evolui para faringite com dor e secreção nas amígdalas. “O quadro da doença pode ser intenso, com o aumento das amígdalas e, em alguns casos, pode levar a obstrução alta na região devido ao edema e inchaço”, explica a infectologista.

Também é comum o aumento dos linfonodos, principalmente no pescoço, caracterizando as conhecidas “ínguas”, que também podem aparecer em outras cadeias linfáticas. “Outra característica é o aumento do baço e isso é preocupante, pois é preciso que o paciente tenha cuidado ao retornar às atividades físicas. É importante evitar o retorno aos esportes por pelo menos três semanas e as atividades de maior impacto devem ser adiadas por quatro semanas”, destacou a especialista do IDOMED.

A infectologista ainda explicou que a mononucleose não tem tratamento específico assim como a maioria das infecções virais. A doença dura uma ou duas semanas e em alguns casos pode persistir com o sintoma da fadiga por um tempo mais prolongado. “A maioria das pessoas se recupera completamente e desenvolve uma imunidade duradoura, com anticorpos que ficam presentes no organismo para o resto da vida”, ressalta Karis.

Sobre o IDOMEDO IDOMED é um grupo que reúne 17 escolas médicas e consolida a tradição de mais de 25 anos de experiência nesse segmento. Está presente em todas as regiões do país, com mais de 7,5 mil alunos e foco em excelência no ensino, aprendizado prático, tecnologia aplicada, desenvolvimento docente e conexão com a carreira médica. O grupo oferece programas de graduação, pós-graduação, especialização e cursos de aperfeiçoamento e atualização, e está entre os líderes na incorporação de tecnologia educacional voltada à formação em Medicina.

Orientação Nutricional para Doenças Hemofílicas

Natália Cavalcanti – Nutricionista Casa Durval Paiva – CRN6 11467Hemofilia é uma doença de origem genética/hereditária, que se caracteriza por um distúrbio na coagulação sanguínea, levando a sangramentos prolongados e em maior volume, causando uma desordem no mecanismo e hemorragia. Manifesta-se, na maioria dos casos, no sexo masculino. O diagnóstico deve ser feito através de teste genético, que permite estabelecer melhores estratégias terapêuticas.O que acontece em indivíduos saudáveis, quando ocorre um sangramento devido a um corte? Proteínas entram em ação para estancar esse sangramento, um processo denominado de coagulação. Os portadores de doença hemofílica não possuem essas proteínas, devido a isto, não ocorre a coagulação, causando hemorragia.Os pacientes com Anemia Hemolítica (AH), tendem a acumular ferro em excesso, devido a vários fatores, como destruição das hemácias, com liberação de ferro e transfusões sanguíneas recebidas. O uso de alimentos ricos em ferro ou fórmulas enriquecidas com ferro, contribui para o seu excesso no organismo. O ferro acaba lesando órgãos e tecidos, em especial, o miocárdio, hepatócito e glândulas endócrinas. Este processo, conhecido por hemossiderose, é uma das grandes causas de morbidade, em pacientes com anemias hemolíticas.O paciente portador de AH, pode apresentar comprometimento no desenvolvimento físico, que pode estar relacionado a uma deficiência energética ou à má absorção de nutrientes, além da deficiência de zinco e de outros micronutrientes.Para minimizar e ampliar a qualidade de vida deste paciente, a Casa Durval Paiva (CDP) realiza assistência multidisciplinar aos portadores de doenças hemofílicas de todo o Estado do Rio Grande do Norte. Com o auxílio do setor de nutrição, o responsável técnico – nutricionista realiza orientação dietética ao paciente e aos seus familiares, com atendimento clínico e doação de cestas básicas, além de suplemento em pó.Os fatores que podem contribuir para a deficiência dos macros e micronutrientes são a baixa ingestão alimentar, devido à própria doença, a hospitalização frequente e o nível socioeconômico. O estado emocional do responsável e/ou da família, também, pode contribuir para uma ingestão alimentar inadequada, por priorizar ou restringir alimentos e preparações, ou pela falta de disciplina alimentar, ao oferecer alimentos e guloseimas, nos intervalos das refeições.Para contribuir com a educação nutricional dos assistidos pela CDP, o setor de nutrição desenvolve atividade pedagógica, em sala de aula, passando aos pacientes/alunos a importância da nutrição e dos alimentos para o tratamento.

Colégio Porto dispara em aprovação na UFRN com o 1º lugar de Medicina, de Direito e de mais cinco cursos, além do maior argumento geral da instituição

Aluno Porto que conquista primeiro lugar de Medicina da UFRN fez o Enem estando ainda na 2ª série do Ensino Médio. Em Direito na federal, Colégio Porto garantiu os dois primeiros lugares.

O primeiro lugar de Medicina da UFRN é de um aluno do Colégio Porto que fez o Enem ainda na 2ª série do ensino médio. É o estudante Anísio Uchôa, de apenas 17 anos. A escola também garantiu o maior argumento da UFRN, aprovou outros 11 estudantes em Medicina (UFRN e UERN) e conseguiu os dois primeiros lugares em Direito da federal. Além disso, os alunos do Porto estão no topo da aprovação em mais cinco cursos. Os excelentes resultados mostram o diferencial da metodologia de ensino da escola, que entrou no seu quarto ano de funcionamento em Natal. A comemoração acontece nesta terça (28), a partir das 16h, no Colégio Porto.
Para conseguir o feito de ser aprovado na graduação que tem a maior concorrência do Rio Grande do Norte, sem nem ter concluído o ensino médio, Anísio Uchôa, que hoje está na 3ª série, disse que contou com toda a estrutura pedagógica oferecida pelo Colégio Porto, que foi decisiva para esse resultado final.
“Estudei para o Enem por meio dos livros didáticos do Sistema Bernoulli, os quais são disponibilizados pelo colégio, das aulas na escola, que conta com excelentes profissionais, e das provas de anos passados do Enem”, disse o mais novo federal.
Anísio conquistou a pontuação final de 904,91. Além da preparação na escola, ele também falou sobre outros aspectos que contribuíram para a aprovação.
“É preciso ser disciplinado, isto é, seguir uma rotina que consiga conciliar grandes volumes de estudo com a socialização, as atividades físicas e uma dieta balanceada”, completou Anísio.
O Colégio Porto ainda aprovou outros dez alunos em Medicina. Cinco na UFRN: Matheus Vinícius (Pré 2020); Maria Luiza Cortês, Gabriel Fagundes, João Gabriel Araújo e Lucas Queiroz (Pré 2021). E cinco na UERN: Brunna Freire e Igor Câmara (Pré 2021); Luana Taíse, Mariana Barros e Rodrigo Gadelha (Pré 2022).
“Essa grande aprovação em Medicina nos deixa muito orgulhosos. Mostra o quanto o trabalho dos professores em sala de aula e nossa metodologia inovadora de ensino fazem a diferença. Temos um aluno da segunda série do ensino médio no topo do curso mais concorrido da Universidade Federal. Isso é um feito extraordinário”, disse o diretor acadêmico da escola, André Cury.
Maior nota geral e sete vezes primeiro lugar
E o show de aprovação não parou por aí. Além do primeiro lugar em Medicina, o Colégio Porto ainda fez o maior argumento geral da Universidade Federal do RN. O estudante Pedro Sarmento, aprovado em 1º lugar em Engenharia da Computação, atingiu a maior pontuação entre todos os cursos, sem o acréscimo de bônus. Ele pontuou 840,67.
A escola também conquistou os dois primeiros lugares de Direito da Universidade Federal do RN, com os estudantes Sofia Dantas, em primeiro lugar; e com Gabriel Menezes, sendo 2º colocado.
Na lista de primeiros colocados ainda estão: Melissa Angélia (1º em Eng Produção UFRJ); Rafael Panosso (1º em Eng. Produção UFRN); Rafael Guerra (1º em Administração UFRN); Gabrielle Borja (1º em Tecnologia da Informação UFRN). Entre todos os alunos da escola que fizeram o Enem, mais de 50 conseguiram nota acima de 900.
“Todos estão de parabéns. O Colégio Porto existe há pouco mais de três anos e conseguiu concluir esse primeiro ciclo do ensino médio com uma aprovação excelente. Isso só prova que fazemos uma preparação para o Enem diferente de tudo que já foi visto”, concluiu André Cury.

64% da população não costuma utilizar preservativos na relação sexual, diz estudo

Do total dos integrantes da pesquisa, 72% na idade entre 40 a 44 anos apontaram não costumar fazer uso da camisinha

Aproximadamente 1 milhão de pessoas afirmaram ter diagnóstico médico de Infecção Sexualmente Transmissível (IST) ao longo de 2019, correspondendo a 0,6% da população com 18 anos de idade ou mais.  A informação é da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), divulgada em 2021, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Já o Unaids – programa das Nações Unidas, desenvolvido para prevenir o avanço do HIV – apontou que entre 2010 e 2018, por exemplo, a taxa de transmissão do vírus no Brasil cresceu 21%, enquanto sofreu queda de 16% em todo o mundo.

Sabe-se que o uso de preservativos, as famosas “camisinhas”, são cruciais na redução da incidência de IST. Além disso, elas dispõem de um papel essencial quando se fala em evitar gestações não planejadas, tendo em vista que, no país, a iniciação sexual é cada vez mais precoce. Acerca do assunto, inclusive, dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc/SUS) indicaram que um em cada sete nascimentos é oriundo de mães adolescentes. E, relacionado ao tema, o mais recente estudo da Famivita revelou que 64% da população não costuma utilizar preservativos na relação sexual.Em se tratando da faixa etária, do total geral de integrantes do estudo, 72% apontaram não ter o costume de usar camisinha, na idade entre 40 a 44 anos. Referente ao grupo dos 25 aos 29 anos, 68% explicaram não fazer essa utilização. O estudo também trouxe  a informação que 92% dos entrevistados têm ciência de que o preservativo evita as IST ‘s.

Os dados coletados por estado revelaram que no Distrito Federal 52% dos participantes têm o hábito de usar preservativo. Em Minas Gerais, esse número foi de 29% e, no Rio de Janeiro, 32%. Já no Ceará e no Rio Grande do Norte, 43% e 15%, afirmaram fazer essa utilização, respectivamente.

A evolução do preservativo: uma breve linha do tempoA primeira camisinha com reservatório para o esperma surgiu em 1901, nos Estados Unidos, mas a verdadeira evolução delas ocorreu com aquelas feitas de látex, a partir de 1880. Tal fato representava um avanço, pois desse modo elas eram mais finas do que as iniciais, de borracha, necessitando de um menor trabalho para serem produzidas.

Estima-se que em 1935 cerca de um milhão e meio de camisinhas foram comercializadas nos Estados Unidos. Nos períodos seguintes, contudo, elas caíram em desuso, principalmente após o advento da pílula anticoncepcional.

A partir de 1980, o HIV modificou a consciência mundial a respeito da sexualidade, notadamente quando se fala em sexo seguro. Assim, a camisinha voltou à cena, e como uma heroína, posto que é o único método capaz de reunir, em apenas uma ferramenta, a prevenção à gravidez indesejada e às infecções sexualmente transmissíveis.

No Brasil da década de 1980, por exemplo, começo da epidemia de HIV, os preservativos eram distribuídos apenas em datas específicas, como o Carnaval e o “Dia Mundial de Luta Contra Aids”, mas, de 1994 em diante, iniciou-se a distribuição ampla deles, através do Sistema Único de Saúde (SUS), facilitando o acesso da população.

Prefeitura de Natal abre 440 inscrições para cursos de qualificação

Cursos gratuitos de qualificação profissional são oferecidos neste mês pela Prefeitura de Natal. As oportunidades são promovidas pela Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social – Semtas. Ao todo, são 440 vagas distribuídas entre cursos técnicos e de empreendedorismo. Deste número, 330 vagas são destinadas para toda a população e 110 serão distribuídas para a rede socioassistencial e Secretaria da Mulher (Semul).

As inscrições devem ser realizadas a partir desta terça (28) até quinta-feira (02/03). A secretária da Semtas, Ana Valda Galvão, falou sobre as ações do município visando a qualificação profissional da população. “É com muita alegria que iniciamos o mês de março oferecendo qualificação profissional para a população de Natal. A Prefeitura está sempre buscando ampliar a Política Municipal do Trabalho e fazer com que as oportunidades cheguem, de fato, a todos que precisam. E é com essa expectativa que estaremos ofertando nossos cursos de qualificação profissional a partir de amanhã no Centro Municipal de Trabalho e Empreendedorismo – CMTE Alecrim e, de forma inovadora, durante os primeiros dias da Feira do Empreendedor, no Partage Norte Shopping, na Zona Norte”, comentou.

Serão ofertados 13 tipos de qualificações, com início das formações a partir de 06 de março. Os cursos têm duração que varia de 60 a 160 horas/aula, nos turnos da manhã e tarde, conforme a quantidade de módulos e os conteúdos abordados. Entre os cursos ofertados estão: Garçom, camareira, estética facial, estética corporal, maquiagem, design de sobrancelhas, barbeiro, auxiliar de limpeza, almoxarifado, corte de cabelo, manipulação segura de alimentos, repositor de mercadorias e vendas.

As aulas acontecem no Centro Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (CMTE), equipamento da Prefeitura do Natal voltado para a formação profissional e geração de emprego e renda. A oferta de cursos muda a cada semestre, de acordo com as demandas do setor produtivo. Os alunos matriculados recebem o material didático e, ao final do curso, um certificado de conclusão.

Inscrições

Para se inscrever o candidato deve ter a partir de 18 anos (16 anos para algumas tipologias), ensino fundamental I ou II incompletos e atender aos pré-requisitos específicos para cada curso. As inscrições serão feitas

presencialmente, nos dias 28 e 01 de março no CMTE Alecrim, das 8h30 às 16h30, e no Stand da Prefeitura na Feira do Empreendedor, no Partage Norte Shopping Natal, das 16h às 22h, nos dias 01 e 02 de março.

Os interessados deverão apresentar a seguinte documentação: xerox do RG e originais do CPF, PIS, NIS, carteira de trabalho, comprovante de residência, comprovante de escolaridade e comprovação de conhecimentos técnicos quando o curso exigir. 190 vagas para Demanda Espontânea no CMTE – Alecrim Av. Pres. Bandeira, 765, Alecrim

Matutino: Garçom/Garçonete– 20 Camareira (o) – 20 Estética Corporal – 15 Maquiagem – 10 Design de Sobrancelhas – 15 Barbeiro – 15

Vespertino: Auxiliar de Limpeza – 20 Almoxarifado – 20 Estética Facial – 15 Maquiagem – 10 Design de sobrancelhas – 15 Corte de Cabelo – 15

140 vagas para demanda espontânea na Feira do Empreendedor – Zona Norte

Partage Norte Shopping – Avenida Dr. João Medeiros Filho, 2395 – Potengi

Matutino: Manipulação Segura dos Alimentos – 10 Barbeiro– 15 Design de Sobrancelhas – 15 Maquiagem – 10 Repositor de Mercadorias – 20

Vespertino: Vendas – 20 Barbeiro – 15

Design de Sobrancelhas – 15 Maquiagem – 10 Manipulação Segura de Alimentos – 10

Potiguar Josifran Gomes é destaque no maior festival gastronômico do Rio de Janeiro

O chef, natural de Caicó, possui o título de Embaixador Gastronômico do Rio Grande do Norte

O chef potiguar Josifran Gomes vai participar entre os dias 03 e 06 de março do Festival EnChefs, considerado o maior festival gastronômico do Rio de Janeiro que acontece na cidade de Nova Iguaçu e reúne chefs de todo Brasil.

O Embaixador da Gastronomia do Rio Grande do Norte vai apresentar a gastronomia sertaneja utilizando insumos do litoral potiguar em uma aula show durante o evento.

Além dessa participação, o chef também foi convidado para um evento fechado onde ele e mais quatro profissionais vão elaborar um menu especial com pratos e drinks. Em quatro etapas, os chefs vão apresentar pratos típicos representando seus estados e culturas.

“Nos dois eventos serão usados produtos regionais nossos como carne de sol, arroz vermelho, queijos do Seridó e polvo”, destaca Josifran.

Para custear a viagem e estadia, o chef está buscando incentivos públicos e privados. Quem quiser ajudar pode entrar em contato através do Whatsapp 84 99618-8900.

Natural de Caicó, Região do Seridó Potiguar, Josifran é egresso do curso de Gastronomia pela Universidade Potiguar (UnP) e ao longo da carreira vem colecionando premiações como o concurso Chef Arretado de Caicó (2017-2018) e o Festival EnChefs RN (2021), o qual lhe rendeu a oportunidade de concorrer ao Prêmio Nacional Dólmã Pará no mesmo ano.

Estudantes potiguares realizam pesquisa sobre a relação da infertilidade e a Covid-19

Como fruto do estudo, Ellen Mayara e João Augusto produziram artigo científico que foi publicado em revista internacional

 

Ao observarem que havia certa carência de estudos científicos que analisassem a relação da infecção pelo vírus SARS-CoV-2 (responsável pela transmissão da Covid-19) na fertilidade de homens e mulheres, os alunos do curso de Biomedicina da Universidade Potiguar (UnP) Ellen Mayara de Souza Félix e João Augusto Diniz Moura resolveram se debruçar sobre o tema.

 

Intitulado “COVID-19 e suas implicações na fertilidade masculina e feminina: impactos futuros”, o trabalho foi escrito enquanto ambos participaram da Iniciação Científica do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia (PPGB), sob orientação da professora doutora Deborah Padilha.

 

O artigo científico foi aceito e publicado na revista Research, Society and Development (Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, em tradução livre), um periódico internacional com classificação Qualis A3 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), órgão científico brasileiro de fomento à pesquisa.

 

“O objetivo do artigo é investigar os efeitos causados pela capacidade de produzir doenças do vírus SARS-CoV-2 no sistema reprodutivo, envolvendo a fertilidade. Assim, questionamos a possibilidade de o vírus promover a infertilidade e a necessidade de identificar os possíveis efeitos que ele pode desencadear”, detalha João Augusto.

 

Este artigo é derivado do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) produzido pelos alunos. De acordo com Ellen Mayara, ele é fruto de um trabalho árduo em conjunto. “Estamos confiantes que o estudo irá agregar grande valor no conhecimento de uma das consequências da Covid-19, a infertilidade, que até ainda é pouquíssima estudada, mas que merece atenção da ciência”, destaca a pesquisadora.

Passo da Pátria ganha quadra poliesportiva coberta e novos equipamentos de lazer

Prefeito inaugura quadra coberta no Passo da Pátria – foto Alex Régis

Nesta segunda-feira (27), os moradores do Passo da Pátria, zona leste de Natal, foram beneficiados com a entrega da reforma e da cobertura da quadra poliesportiva do bairro. Além disso, a gestão municipal executou a urbanização do entorno do equipamento, implementando melhorias de acessibilidade, paisagismo, iluminação e instalação de mobiliário urbano. A entrega dos equipamentos foi efetivada pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, e pela secretária municipal de Esporte e Lazer, Jódia Melo.

 

Foram investidos pouco mais de R$ 650 mil na concretização do conjunto de serviços. Além de recursos próprios da gestão municipal, esse montante contou com recursos na ordem de R$ 250 mil de uma emenda parlamentar federal do então deputado Walter Alves destinada à cobertura da quadra, a pedido do vereador Felipe Alves, bem como de R$ 30 mil de uma emenda do vereador Kleber Fernandes.

 

“É com muita alegria e satisfação que estamos entregando essa quadra modernizada, reformada e coberta para os moradores do querido bairro do Passo da Pátria. Não temos medido esforços para modernizar e preparar Natal para o futuro”, disse o prefeito Álvaro Dias. Ele aproveitou o momento e elencou diversas ações executadas pela gestão em benefício à comunidade, lembrando a entrega de mais de 1.200 escrituras públicas, a implementação do projeto Sopa Solidária, entregando semanalmente mais de 500 porções de sopa, a inauguração do prédio do CRAS Passo da Pátria, bem como destacou o trabalho contínuo de manutenção de vias, equipamentos públicos e limpeza realizados pela Prefeitura no bairro.

 

“Temos muitos serviços prestados e vamos avançar com esse trabalho. Já está em execução a construção da praça na beira do rio Potengi, onde iremos oferecer mais um bonito espaço de lazer, convivência e integração para a população. Essa gestão trabalha assim, ouvindo, dialogando e buscando sempre o melhor para todos”, finalizou Álvaro.

 

A cobertura da quadra é de metal e possui tecnologia termoacústica. O piso foi recuperado com concreto usinado, recebendo nova pintura. Também foram instalados alambrados, iluminação em led, traves, tabelas e arquibancadas. O Centro Desportivo do Passo da Pátria

também recebeu bolas de futebol, futsal, vôlei e basquete, rede de vôlei e kits com coletes para a prática de atividades esportivas. O passeio público no entorno da quadra foi recuperado e o espaço cultural anexo ao equipamento também foi coberto. Também foram instalados bancos na praça, paisagismo e um espaço infantil com amarelinha foi pintado.

 

O presidente do Centro Desportivo do Passo da Pátria, “Deca” Arimatéia, agradeceu ao prefeito Álvaro Dias pela entrega da obra e pelo trabalho em favor do desenvolvimento da comunidade: “Muita gente não acreditou que esse momento iria acontecer, mas sempre confiei na gestão e hoje estamos sendo premiados com essa maravilha de quadra. Os desportistas do Passo agora têm um lugar digno para fazer as suas atividades esportivas”, disse.

Boas lembranças da infância também estão na decoração

Cor, textura e elementos sensoriais são itens essenciais para garantir conforto e memórias afetivas aos pequenos nas diversas etapas da infância

Se perguntarmos a um adulto sobre algumas de suas memórias de infância, certamente a lembrança dos brinquedos, das cores e da decoração do quarto estará no topo da lista. Isso não se trata apenas de uma suposição, pois a  importância que esses temas possuem na formação de um indivíduo e sua personalidade é comprovada até mesmo sob o viés científico. Nesse sentido, o método de ensino montessoriano, criado pela médica italiana Maria Montessori, defende que os ambientes frequentados pela criança (durante as primeiras etapas da vida) interferem diretamente no seu desenvolvimento cognitivo e motor. Por isso mesmo, é preciso que os pais se atentem às cores favoritas, aos personagens e brinquedos, além de questões como altura dos móveis e segurança. Todos os itens, juntos, poderão auxiliar no progresso da criança em diversas habilidades (emocionais e sociais), como na organização, senso de responsabilidade e criatividade.

Pensando em como construir o quarto dos sonhos, Cristina Cardoso, arquiteta dos apartamentos decorados da Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii, salienta a relevância da relação entre o espaço e a vida da criança, e pontua como os pais podem criar esses ambientes sem a necessidade de grandes investimentos. “Não podem faltar cor, textura e elementos sensoriais que estimulam a curiosidade e criatividade das crianças, mas, sobretudo, que estejam ao seu alcance, pois isso alimenta a autonomia e o pertencimento de mundo”, explica. Dentre as opções mais rápidas e certeiras, segundo ela, está a aposta nas cores. “Mesmo que a base da decoração seja neutra, é possível trazer muitas referências coloridas ao ambiente, colocando o vibrante em pequenos detalhes, como nos quadros, na roupa de cama e nos tapetes. Experimentar novos formatos em almofadas e na iluminação do quarto também pode deixar o ambiente mais leve e divertido”, comenta Cristina. Um exemplo é o decorado do empreendimento Malibu (Londrina-PR), que utiliza cores neutras e tons pasteis nas paredes, móveis e itens decorativos.

Detalhes que fazem a diferença

De acordo com a arquiteta, nas paredes, além das cores, é possível aplicar uma infinidade de ideias de decoração, que podem ser trocadas conforme a idade da criança. “O papel de parede e os adesivos são elementos muito procurados para quartos infantis porque deixam o ambiente divertido e aconchegante. Hoje, é muito fácil encontrar produtos como painéis decorativos com temas e figuras em formatos maiores, que decoram as paredes sem a necessidade de muitos móveis ou objetos. Já pensando numa textura, vale apostar em painéis de madeira ripados, boiseries e barrados de lambris. Ainda existem materiais alternativos que podem ser soluções para evitar grandes reformas no futuro.” Um dos exemplos é o uso de papel de parede com cores e desenhos neutros, além do uso de fitas de LED, no decorado do empreendimento Solar di Modena (Londrina-PR), que acompanha várias fases da infância e até mesmo o início da adolescência.

Quarto duradouro

Conforme o crescimento da criança, é inevitável que o quarto vá precisando de adaptações para as novas demandas e necessidades, principalmente físicas. Aí, então, é necessário lançar mão do planejamento, sempre que possível. Com isso, mesmo que não seja viável manter 100% do mobiliário da primeira infância no decorrer dos anos, alguns móveis podem ser aproveitados por mais tempo. “O armário, por exemplo, pode ser utilizado por anos se estiver em uma tonalidade neutra que combine com diferentes estilos de decoração. Planejar mudanças a longo prazo ajuda na percepção do que deverá ou não ser trocado conforme o crescimento da criança. Assim, é possível economizar com mobiliários fixos”, comenta a arquiteta. O mesmo pode ser pensado para a cama, que, ao longo do tempo, pode ser trocada apenas a cabeceira ou regulada a altura. No caso do empreendimento Solar das Laranjeiras (Maringá-PR), a ideia do espaço para guardar brinquedos abaixo do beliche pode se transformar em escrivaninhas de estudo, por exemplo.

Segurança e aconchego

Alguns cuidados podem e devem ser tomados quando o projeto do quarto começar a ser elaborado, como colocar tomadas baixas atrás do mobiliário e utilizar tampas, instalar telas de proteção nas janelas, arredondar as quinas dos móveis e adaptar os espaços com objetos acolchoados que possam amortecer possíveis quedas e acidentes. “Um detalhe que acaba passando despercebido é onde ficarão os brinquedos. É preciso deixar os  favoritos em locais de fácil acesso, para que a criança não precise subir na cama ou cadeira”, atenta a arquiteta.  Ainda sobre a importância da segurança, mas aliada ao aconchego, a temperatura do piso é algo a se investir. “Recomendo o uso de pisos laminados de madeira ou vinílicos, que não são frios como os porcelanatos e as cerâmicas. Caso não seja possível, os tapetes e carpetes são soluções para manter a temperatura ideal, desde que estejam fixos e não causem riscos aos pequenos”, finaliza ela, comentando sobre os móveis do decorado do empreendimento Vibe (Londrina-PR), como as prateleiras com bordas arredondadas e portas com sistema de abertura sem puxadores.

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de doze anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, além de Presidente Prudente e Campinas, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos voltados ao primeiro imóvel, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5,9 mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 550 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.