Capanha vacinal contra a poliomielite inicia nesta segunda-feira em Natal

O Rio Grande do Norte inicia na segunda-feira (27) a campanha de vacinação contra a poliomielite. A ação integra a campanha nacional coordenada pelo Ministério da Saúde e acontece até 14 de junho.

A ação que marca a abertura da campanha será no shopping Midway Mall, em Natal, através de parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e a Secretaria Municipal de Saúde.

Serviço
Abertura da campanha de vacinação contra a poliomielite
Local, hora e data: shopping Midway Mall, Av. Nevaldo Rocha, 3775, Tirol, 11h, segunda-feira (27)

RN terá novo Hospital Metropolitano com mais de 350 leitos

O Rio Grande do Norte terá um novo Hospital Metropolitano, com mais de 350 leitos, para atender casos de alta complexidade em ortopedia e neurologia. O investimento de R$ 260 milhões na construção física está garantido pelo Governo Federal, através do Novo Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). O projeto do hospital foi apresentado neste sábado (6.abr.2024), em Parnamirim, no terreno onde será instalado.

A governadora Fátima Bezerra destacou a importância da obra para a saúde pública do estado. “Esse é um momento muito sonhado pelo povo de Natal, Parnamirim e de todo o RN. O novo hospital não é uma necessidade de hoje. Ele vem com um imperativo, que dar bem-estar e dignidade a quem precisa do SUS. Essa é a mais importante obra de caráter humanitário no nosso estado”, disse.

O novo hospital terá mais de 100 leitos do que a atual capacidade do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, referência em atendimento público no RN. “O Walfredo Gurgel não tem mais como dar conta da demanda”, afirmou o ministro-chefe das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. “Investir em saúde também é desenvolvimento. Os 260 milhões estão garantidos e vamos também dispor de recursos para equipar e custear”, completou.

A previsão é que a obra seja finalizada em novembro de 2026. “Hoje é um momento que marca o início da realização do sonho que é a construção desse hospital”, disse a secretária de Estado da Saúde Pública (Sesap), Lyane Ramalho.

O novo hospital contará com dois tomógrafos, ressonância magnética, hemodinâmica e um centro cirúrgico com 16 salas. A expectativa é que o hospital atenda a demanda por traumas ortopédicos e acidente vascular cerebral, encerrando a dependência da saúde do estado com diversos hospitais privados e o Universitário Onofre Lopes.

“O novo hospital é um dos maiores passos que o RN está dando em termos de saúde pública”, destacou o prefeito de Lagoa Nova e presidente da Federação dos Municípios do RN, Luciano Santos. “É uma grande emoção pisar hoje no lugar onde vidas vão ser salvas”, concluiu a deputada federal Natália Bonavides.

Anvisa aprova registro de vacina para prevenção de bronquiolite em bebês

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta segunda-feira (1º), o registro da vacina Abrysvo, desenvolvida pela farmacêutica Pfizer. Esse imunizante representa uma promessa para a proteção contra o vírus sincicial respiratório (VSR), um agente patogênico que é a causa principal de infecções respiratórias como a bronquiolite em bebês. A autorização foi formalizada através da publicação no Diário Oficial da União.

Por meio de nota, a Anvisa esclareceu que a bronquiolite, caracterizada pela inflamação dos brônquios, tem sido uma fonte de preocupação constante entre pais e pediatras, principalmente por sua prevalência em crianças menores de dois anos. A introdução da Abrysvo oferece uma estratégia inovadora de imunização, destinada a gestantes, com o objetivo de conferir proteção aos recém-nascidos desde o nascimento até os seis meses de vida, um período crítico para o desenvolvimento infantil.

Além de focar nos bebês, a vacina também recebeu luz verde para ser administrada em indivíduos com 60 anos ou mais, um grupo considerado de alto risco para complicações decorrentes do VSR. Isso marca a Abrysvo como um recurso valioso em ampliar as defesas contra infecções do trato respiratório inferior em uma faixa etária mais ampla.

A administração da vacina é realizada por via intramuscular, e seu esquema posológico compreende uma dose única. Para gestantes, a recomendação é que a vacinação ocorra durante o segundo ou terceiro trimestre da gestação. Entre os efeitos colaterais observados, os mais comuns incluem dor no local da injeção, dor de cabeça e dor muscular. Contudo, os estudos apresentados à Anvisa demonstraram que os benefícios da vacina superam significativamente seus riscos, garantindo sua eficácia, segurança e qualidade conforme os critérios estabelecidos pela Resolução RDC n° 55/2010.

Como todo medicamento, foram observados alguns efeitos colaterais na administração do imunizante, sendo os mais comuns: dor no local da vacinação, dor de cabeça e dor muscular”, destacou a agência. “Ainda assim, a totalidade das evidências apresentadas à Anvisa foi capaz de demonstrar que os benefícios da vacina são superiores aos seus riscos.”

SBACV-RN esclarece população sobre doenças venosas

Campanha faz parte da Semana Mundial da Conscientização das Doenças Venosas e do Dia Mundial da Saúde

Os primeiros dias de abril chegam com uma missão importante para os médicos angiologistas e cirurgiões vasculares que se juntam às demais especialidades médicas. A “Semana Mundial de Conscientização das Doenças Venosas” ou “Vein Week Brazil”, que também acontece em vários países e, pelo primeiro ano, no Rio Grande do Norte, a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV-RN) participa ativamente da campanha. A iniciativa é da Venous-Lymmphatic Worl International Network (v-WIN), uma instituição sem fins lucrativos, formada por vasculares e outras especialidades de todo o mundo, no intuito de levar mais informação à sociedade através de atividades e/ou campanhas educativas. A “Semana” também inclui o Dia Mundial da Saúde, comemorada no dia 7 de abril.

Dra. Glenda Rocha (CRM RN 3173 | RQEs 1302 e 3913), presidente da SBACV-RN, comenta que trazer para a população norte-riograndense essa campanha, visa chamar atenção para as doenças venosas que causam sofrimento aos seus portadores. “Existe muita desinformação e dúvida entre a população sobre as varizes, porque muitas pessoas ainda acreditam ser um problema estético. Mas, não! Elas geram sintomas e quando se agravam podem causar até afastamento do trabalho”, explica, e comenta sobre a Campanha.

‘Vein Week’ é uma semana de esclarecimento sobre as doenças venosas. E a doutora enfatiza que as mais comuns dessas doenças, são as varizes, e elas podem se apresentar desde o grau mais leve até o grau mais avançado, como a úlcera varicosa. “Além delas, outra, muito frequente é a Trombose Venosa Profunda (TVP), uma doença, cujo maior risco é desencadear embolia pulmonar e levar a óbito. Depois da fase aguda da TVP, o paciente, que teve o trombo em uma veia importante da perna, pode, a longo prazo, sofrer com a síndrome pós-trombótica, que é decorrente da insuficiência, que essa veia, onde teve o trombo, fica após um tempo. E uma veia insuficiente, ela não é recuperada, não volta a ficar boa. Então, a síndrome pós-trombótica é uma doença crônica à qual o paciente vai precisar de acompanhamento para o resto da vida”, esclarece Dra. Glenda.

Nesta “Semana” que o mundo convida a olhar para a saúde, é importante lembrar que, para cada enfermidade, existe um especialista. Tratar varizes é com médico angiologista e/ou cirurgião vascular. “Avaliar e diagnosticar o mais cedo possível é ter maior chance de um bom tratamento e da cura”,finaliza a presidente da SBACV-RN, Dra. Glenda Rocha.

Essas e outras dicas sobre saúde venosa podem ser encontradas na rede social da SBACV-RN (@sbacvrn).

Sete dicas para promover o Dia Global do Bem-Estar

A atenção à saúde – emocional, física e espiritual – passou a ser debatida como prioridade dentro e fora das empresas. A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) já manifestou preocupação sobre esses temas. O Dia Mundial do Bem-Estar, celebrado anualmente no segundo sábado de junho, propõe exatamente isto: nos lembrar de ter uma vida mais saudável e com mais significado.

A data, que começou a ser celebrada em 2012, na Turquia, hoje é comemorada em todo o mundo com diferentes iniciativas, como palestras, atividades ao ar livre, sessões de exercício, alongamento, meditação, entre outras. No Brasil, o Gympass, maior hub de bem-estar corporativo do mundo, apoia e incentiva a celebração de um dia que serve para lembrar a todos que o bem-estar deve ser priorizado o ano todo.

“As empresas podem e devem promover ações, presenciais e remotas, para cuidar do o bem-estar dos colaboradores. A melhor maneira de fazer isso com consistência é apoiar a jornada de bem-estar da força de trabalho por meio de programas e políticas estruturadas. Assim, todos ganham: as empresas com profissionais mais produtivos, e os colaboradores, que ficam mais felizes e saudáveis”, destaca Renato Basso, vice-presidente de Pessoas do Gympass.

Um estudo recente feito pela companhia, “Panorama do bem-estar corporativo 2022” demonstrou que a perspectiva de bem-estar no trabalho é um fator preponderante nas decisões que os colaboradores tomam em relação à carreira. Para 83% dos entrevistados, o bem-estar é um pilar tão importante quanto o salário, enquanto 85% concordam que tenderiam a permanecer em um cargo se a empresa priorizasse o bem-estar e 77% afirmam que pensariam em deixar uma empresa que não prioriza o bem-estar. Já o estudo “ROI do Bem-estar”, divulgado no último mês, reforça que companhias que mensuram o impacto dos seus programas de bem-estar descobriram que eles são muito ou extremamente importantes para aquisição de talentos (78%), satisfação (88%) e retenção (79%).

“Os investimentos no bem-estar dos colaboradores melhoram os resultados das organizações. E a performance das empresas e a saúde dos funcionários estão diretamente conectados. Ou seja, não dá mais para as organizações deixarem essa pauta de lado. E, cada vez mais, os colaboradores estão priorizando a saúde”, complementa Basso.

O vice-presidente de Pessoas do Gympass elencou sete atividades que podem contribuir com os diferentes perfis e portes de empresas para realizar no Dia Global do Bem-Estar:

Faça uma caminhada ao ar livre: aproveite o contato com a natureza, respire o ar fresco e desfrute de uma caminhada revigorante. Você pode até mesmo convidar amigos ou familiares para se juntarem a você.

Pratique atividades físicas: escolha uma atividade que você goste, como ioga, pilates, dança ou natação, e dedique algum tempo para se exercitar. Movimentar o corpo é essencial para a saúde e o bem-estar geral.

Desconecte-se das telas: reserve um tempo para se desconectar dos dispositivos eletrônicos. Desligue o celular, a TV e o computador por algumas horas e aproveite para se conectar consigo mesmo ou com os outros em uma conversa significativa.

Medite e pratique mindfulness: dedique alguns minutos para meditar e praticar mindfulness. Essas práticas ajudam a acalmar a mente, reduzir o estresse e aumentar a clareza mental.

Prepare uma refeição saudável: cozinhar em casa é uma ótima maneira de se alimentar de forma saudável. Escolha ingredientes frescos e nutritivos e prepare uma refeição deliciosa e balanceada.

Faça uma pausa para relaxar: tire um tempo para relaxar e cuidar de si mesmo. Tome um banho quente, leia um livro, ouça uma música relaxante ou faça qualquer atividade que o ajude a recarregar as energias.

Pratique a gratidão: dedique um tempo para refletir sobre as coisas pelas quais você é grato. Anote em um diário ou compartilhe com alguém próximo. A gratidão ajuda a cultivar uma atitude positiva e a apreciar as pequenas coisas da vida.

Os sete passos que compõem o manifesto do Dia Mundial do Bem-Estar são: caminhe por uma hora; beba mais água; se alimente de forma mais saudável; evite garrafas plásticas; faça uma boa ação; priorize um tempo com a família; durma bem

Prefeitura realiza mutirão de mamografias

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dará continuidade esta semana ao mutirão de mamografias gratuitas, dentro da programação do Outubro Rosa, mês de conscientização quanto a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Esta semana, a ação será realizada nos dias 18 e 19 na Unidade de Saúde de Nazaré, no Distrito Sanitário Oeste. Além disso, durante o mês, as unidades de saúde realizarão diversas atividades de promoção à saúde da mulher.

Na primeira semana da ação, foram realizadas mais de 300 mamografias. A Secretaria Municipal de Saúde e o Grupo reviver fecharam uma parceria para conscientizar as mulheres sobre o diagnóstico precoce e o tratamento do câncer de mama. De 8 de outubro a 2 de novembro, a Unidade Móvel Savana Galvão, do Grupo Reviver, estará realizando mamografias gratuitas em Natal. A demanda é aberta para as mulheres entre 50 e 69 anos de idade. Ou seja, elas poderão fazer mamografias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) sem a necessidade de pedido médico. Para as mulheres fora dessa faixa etária, é necessário requisição médica.

As ações acontecerão das 8h às 17h. Confira as datas e os locais:
18 e 19/10 – Unidade de Saúde de Nazaré – Rua Rubens Mariz, 744, Nazaré
22 a 26/10 – Unidade Rosângela Lima – Rua Santa Beatriz – Planalto29/10 a 02/11 – Policlínica Zeca Passos – Praça Augusto Severo, 281- Ribeira

Programação do Outubro Rosa em Natal
Além disso, ao longo do mês, as unidades de saúde realizarão diversas ações de promoção à saúde da mulher, com o projeto Mulher 365 – O cuidar passa por todas as estações sendo realizado no dia 20 de outubro.

15/10 – Unidade de Saúde Planalto, Cidade Satélite, Nordelândia, Pajuçara

16/10 – Unidade de Saúde Planalto, Pajuçara

17/10 – Unidade de Saúde Planalto, SAMU Natal, Cidade Satélite, Pajuçara, São João, Mirassol

18/10 – Unidade de Saúde Planalto, Pajuçara, Brasília Teimosa, KM 06

19/10 – Unidade de Saúde Planalto, Vista Verde, Pajuçara, Aparecida, USF Quintas, Novo Horizonte, KM 06

20/10 – Mulher 365: Felipe Camarão III, Sâo João, Brasília Teimosa, Planalto, Pajuçara, UBS Quintas, Novo Horizonte

22/10 – Unidade de Saúde de Cidade Satélite

23/10 – Unidade de Saúde de Parque das Dunas

25/10 – Unidade de Saúde de Planície das Mangueiras, Cidade Satélite

26/10 – Unidade de Saúde das Rocas

27/10 – Unidade do Vale Dourado, Unidade Mista de Mãe Luiza e Cidade da Esperança

29/10 – Unidade de Saúde de Cidade Satélite, São João,

Guarapes

30/10 – Unidade de Saúde de Mirassol, Guarapes

Compartilhe isso:

SAMU Natal atende mais de 26 mil ocorrências em 2018

Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal do Natal

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 Natal, que atende vítimas em situação de urgência ou emergência, realizou diversos atendimentos durante os meses de janeiro a junho de 2018. De acordo com dados, o SAMU Natal registrou 26.258 ocorrências atendidas e 5.782 chamadas com orientações médicas, por meio da regulação.

O maior atendimento foi no mês de maio com 4.893 ocorrências, seguido de março com 4.783, junho com 4.653, abril 4.383, janeiro com 4.339 e fevereiro com 3.930 atendimentos realizados.

Os dados apontam que foram realizados 13.252 atendimentos clínicos; 5.387 em traumatologia; 2.294 em psiquiatria; 1.072 em pediatria; 476 obstétricos; 122 em neonatal, além de 3.655 não especificado.

Para as ocorrências o SAMU utilizou veículos de Unidade de Suporte Básico à Vida (USB), Unidade de Suporte Avançado (USA), Unidade de Resgate (UR) e Motolâncias.

Casos de câncer devem aumentar 58% até 2035

Um relatório do Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer (WCRF – World Cancer Research Fund, em inglês) alerta para o grande aumento de casos de câncer nos próximos anos. O documento intitulado “Dieta, Nutrição, Atividade Física e Câncer: uma Perspectiva Global”, divulgado hoje (24), ressalta o excesso de peso e a obesidade, somados a estilos de vida com pouco exercício e muita comida “rápida” e processada, como principais fatores no desenvolvimento do câncer.

Em 2012, foram registrados cerca de 14,1 milhões de casos de câncer em todo o mundo (7,4 milhões de casos em homens e 6,7 milhões em mulheres). De acordo com o documento, este número deverá alcançar os 24 milhões de casos até 2035, o que representa um alarmante aumento de 58%.

O Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer e o Instituto Americano de Pesquisa do Câncer lançaram também recomendações para a redução do risco de desenvolvimento da doença. Baseadas nos estudos mais recentes disponíveis, as recomendações são: ter um peso saudável; ser fisicamente ativo; comer cereais integrais, frutas, legumes e grãos; limitar o consumo de fast-foods assim como de carnes vermelhas e processadas; evitar o consumo de bebidas adoçadas, priorizando o consumo de água e bebidas sem açúcar; limitar o consumo de álcool; optar por satisfazer as necessidades nutricionais por meio de dietas, em vez de consumir suplementos alimentares; amamentar, que é saudável tanto para a mãe, quanto para o bebê.

“As recomendações de prevenção do câncer são a peça central do nosso novo relatório. Elas formam um projeto global, um pacote que as pessoas podem seguir para ajudar a reduzir o risco de câncer. Elas são úteis para os cientistas porque podem ajudar a determinar futuras direções de pesquisa e para os formuladores de políticas porque podem instruir o desenvolvimento de medidas para ajudar as pessoas. Elas também são úteis para profissionais de saúde em seu trabalho com pacientes com câncer e com o público em geral”, afirma Kate Allen, diretora executiva de ciência e relações públicas do WCRF.

Mundo

Em 2012, o câncer de pulmão foi o câncer mais comum no mundo, contribuindo com 13% do total de novos casos diagnosticados. O câncer de mama (somente em mulheres) foi o segundo mais comum, com quase 1,7 milhão de novos casos no mesmo ano. O câncer colorretal foi o terceiro, com quase 1,4 milhão de casos.

Entre os homens, o câncer de pulmão foi o mais comum em todo o mundo, representando quase 17% do número total de novos casos, em 2012. Os três principais tipos da doença, pulmão, próstata e colorretal, contribuíram com quase 42% de todos os cânceres (excluindo câncer de pele não-melanoma).

Entre as mulheres, o câncer de mama foi o mais comum no mundo, contribuindo com mais de 25% do total de novos casos diagnosticados em 2012. Os três principais tipos da doença, mama, colorretal e pulmão, contribuíram com mais de 43% de todos os cânceres (excluindo câncer de pele não-melanoma). O câncer do colo do útero contribuiu com quase 8% de todos os casos.

Obesidade e sobrepeso

A evidência da ligação entre o excesso de peso e a obesidade nos casos de câncer vêm se fortalecendo desde 2007, quando foi feito o último relatório. São 12 os tipos da doença ligados aos distúrbio do peso. Por essa razão, a orientação para que as pessoas tenham um peso saudável é a número um nas recomendações atualizadas.

O conjunto de recomendações trabalha como um modo geral de viver de forma saudável para prevenir o câncer. Ser fisicamente ativo, além de reduzir os riscos da doença, pode ajudar as pessoas a manter um peso equilibrado. Assim como a redução na ingestão de fast-foods e alimentos processados também contribui para que não se tenha sobrepeso. O mesmo acontece com a redução no consumo de bebidas açucaradas.