Janeiro Roxo: diagnóstico e tratamento da Hanseníase são tema de mutirão em Natal

O último domingo de Janeiro foi instituído, pelo Ministério da Saúde, como o Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase. Pensando nisso, o Instituto de Medicina Tropical da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), o Hospital Giselda Trigueiro e a Liga de Dermatologia da UFRN realizam na próxima segunda-feira (27), um mutirão de atendimento para diagnóstico e conscientização junto com a população sobre a Hanseníase.

A ação é gratuita e faz parte da campanha Janeiro Roxo, que têm a intenção de conscientizar a população sobre a doença, educando sobre suas formas de contágio e fatores de risco, para assim auxiliar em uma detecção e tratamento precoce. O atendimento será aberto para toda a população e acontecerá das 7h30 às 11h30 no laboratório da sede do Instituto de Medicina Tropical, que fica localizado na Rua Cônego Monte, no bairro das Quintas, ao lado do Hospital Giselda Trigueiro.

A Hanseníase é uma doença que afeta a pele e os nervos periféricos dos seus portadores, causando alterações na sensibilidade e na força muscular deles. É causada por uma bactéria chamada Mycobacterium Leprae, e se não tratada precocemente pode causar complicações mais graves.

“É uma doença que têm cura. O tratamento é gratuito, mas é importante que o diagnóstico seja feito o mais precocemente possível, por isso as pessoas com sintomas da doença, especialmente lesões de pele e dormência devem procurar o atendimento.”, afirma o Dr. Maurício Nobre, médico dermatologista do Hospital Giselda Trigueiro, sobre  a importância da campanha.

Devem procurar o serviço pessoas com suspeita dos sintomas da doença, como manchas na pele, especialmente quando essas manchas apresentam alguma dormência, caroços no corpo e nas orelhas, e aqueles indivíduos que sentem dormência nos pés e nas mãos. Às pessoas que já tiveram ou mantém contato com portadores doença também devem procurar o tratamento.


SERVIÇO 

O que? Mutirão de diagnóstico e tratamento da Hanseníase – Janeiro  Roxo

Quando? Segunda-feira, dia 27 de janeiro

Hora? Das 7h30 às 11h30

Onde? Laboratório do Instituto de Medicina Tropical, Rua Cônego Monte, Quintas, ao lado do Hospital Giselda Trigueiro. 

Quem pode participar? Pessoas com suspeita ou que apresentem sintomas da Hanseníase ou que já tiveram contato com portadores doença.