Menu

JUIZ FEDERAL DO MARANHÃO SUSPENDE EDITAL DE JOVENS NEGROS

0 Comments

Um grupo de produtores de cinema da Bahia deu início neste sábado (3) a uma campanha via redes sociais contra a suspensão de um edital de incentivo a produção de filmes de curta-metragem. O edital “Curta Afirmativo: protagonismo da juventude negra na produção audiovisual” foi lançado no final de 2012 via Ministério da Cultura e Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir). O programa premiou 30 projetos de jovens negros, 11 deles na Bahia, informou o produtor baiano Ailton Pinheiro. Entre os vencedores, está o filme “UBUNTU, A AFRICA EM NATAL”, do jovem produtor potiguar Herisson Pedro. A ação intitulada “Daria um Filme” com o uso da hastag #boicotarammeufilme quer a anulação da liminar determinada por um juiz da 5º Vara da seção judiciária do Maranhão. Segundo essa ação, o argumento é que o edital lesaria o patrimônio público e ofenderia princípios jurídico-constitucionais. A alegação é rechaçada pelos participantes da campanha. Segundo Pinheiro, um dos líderes da iniciativa, o valor de R$ 100 mil para cada trabalho é pouco diante do que é investido no meio. “Para você ter ideia, um filme de longa metragem de baixo orçamento no Brasil custa de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões, por baixo. E se você pensar que “Lula, o filho do Brasil” [de Fábio Barreto] teve um orçamento em torno de R$ 17 milhões?”, questiona em entrevista ao Bahia Notícias. Pinheiro diz que a suspensão já é a segunda que eles enfrentam desde que o edital foi lançado. A primeira ocorreu em 2013 e a segunda foi agora em meados de abril. O produtor que tenta fazer as gravações de “Poesia Azeviche”, de sua autoria sobre histórias de vida de compositores de blocos afros, está atado. “Nós chegamos até a assinar contrato e abrir conta, mas com essa liminar eles cancelaram o pagamento”, diz. O produtor conta que tem feito contato com outros ganhadores do edital e que novas ações devem ser encaminhadas nas próximas horas e nos próximos dias. Cobrarão mais ação e menos drama na Justiça.

Edital "Curta Afirmativo" foi suspenso por juiz federal.

Edital “Curta Afirmativo” foi suspenso por juiz federal.

carine fiuza (1)

AILTON

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!